Início » Aplicativos e Software » Windows Lite pode ser o sistema da Microsoft para notebooks com tela dupla

Windows Lite pode ser o sistema da Microsoft para notebooks com tela dupla

Microsoft prepara versão Lite do Windows 10 para concorrentes do Chromebook e para dispositivos com tela dupla

Felipe Ventura Por

Há alguns meses, ouvimos rumores de que a Microsoft estaria preparando uma nova versão de seu sistema operacional chamada Windows Lite. Agora, surgiram mais detalhes sobre este projeto: ele tem codinome Santorini; é pensado para concorrentes do Chromebook e para dispositivos com tela dupla; e pode ser lançado ainda este ano.

Lenovo Yoga Book C930 com duas telas

Segundo o The Verge, a Microsoft tem um plano de longo prazo para que o Windows Lite seja concorrente direto dos Chromebooks. Os laptops com Chrome OS dominam boa parte do mercado educacional nos EUA, e estão começando a ganhar mais espaço na Europa e na América Latina, incluindo o Brasil, segundo a Futuresource Consulting.

Sim, a Microsoft tem o Windows 10 com modo S, que só roda aplicativos instalados a partir da Loja — mas ele não foi o bastante para conter o avanço do Chrome OS.

Por isso, a ideia do Windows Lite é eliminar componentes legados do sistema e oferecer uma nova interface. Segundo Brad Sams, do Petri, o sistema roda apps universais (UWPs) e webapps progressivos (PWAs). Ele também pode instalar programas Win32 tradicionais, desde que estejam na Loja.

Windows Lite rodará em laptops com duas telas

O Windows Lite também será focado em telas duplas, de acordo com o The Verge. A Microsoft quer que o sistema esteja pronto para os fabricantes de PCs aproveitarem esse formato. A Intel, por exemplo, apresentou no ano passado um protótipo chamado Tiger Rapids que possui uma tela LCD tradicional e uma tela e-paper para escrever. O Lenovo Yoga Book adota esse conceito.

Segundo o Windows Central, a Microsoft prepara um dispositivo de codinome “Centaurus” com duas telas, para inspirar outras fabricantes a fazer o mesmo — assim como na linha Surface. Ele seria “capaz de se transformar em um tablet, laptop, livro digital, um tablet maior”; e deve rodar Windows Lite. A empresa vem trabalhando de perto com a Intel nesse projeto.

Ainda não há imagens oficiais do Windows Lite, apenas mockups de como o sistema deve ser. Segundo as imagens divulgadas, a interface padrão traz uma barra de tarefas com botões centralizados na tela, e relógio no canto inferior direito. No centro, encontramos um campo de busca e atalhos para os apps mais usados.

A Microsoft também estaria trabalhando no Windows Core OS (WCOS), uma versão mais modular do Windows Shell usado para exibir o menu Iniciar e a central de ações. Atualmente, ela precisa manter diversas versões do menu Iniciar para diferentes tipos de dispositivos; com o WCOS, será possível distribuir apenas uma versão. Esse componente será usado no HoloLens 2 e no futuro Surface Hub 2X.

O Windows Lite deve ser liberado para testes no terceiro trimestre. A Microsoft terá uma oportunidade de falar sobre o novo sistema quando realizar a conferência Build para desenvolvedores em 6 de maio.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce

Então, mas o ponto é: o WinRT não teve relevância justamente por não rodar “aplicativos nativos” (desktop). Só os da loja. Vamos ver se com essa mudança de aceitar apps nativos/desktop na loja a aceitação vai ser maior...

Diogo

Permite. Tem que ir nas configurações de rede através do novo menu Configurações.

Diogo

"Milésima Vez" = só lembro de duas: Windows 7 Starter (que nem era lá tão capado assim, e nem chegou a ter relevância a ponto de ser criticado) e o tal Windows RT (que também não chegou a ter tanta relevância assim).

Felipe Liʍa

isso q eles estao fazendo

César

Consegue sim, creio que na central de rede e compartilhamento

Eliézer José Lonczynski

Nunca foi a proposta de matar concorrente, mas criar um SO pra unificar o desenvolvimento de apps.

Celso

Já vai com expectativas baixas quanto a isso.
Lembre-se que não faz muito tempo que ela lançou o Windows 10 S, e não demorou muito e já mudou o esquema dele, porque era visível que não tinha aprendido a lição.

Celso

O Windows 8, mesmo com a interface Modern, você ainda consegue configurar muita coisa da parte de rede no Painel de Controle (inclusive ver a senha salva em um AP).

Celso

Reconheço que organizar milhões de linhas de código desde o Windows 3 é um desafio hercúleo.
Mas em quase 4 anos, esperava um progresso maior do que o apresentado.

Não curti nada o retrocesso na barra de título, desde o design dos botões "Minimizar", "Restaurar / Maximizar" e "Fechar" (um design bastante controverso) até o fato da fonte de letra ter diminuído e voltado a ser justificado à esquerda (como é no Windows 7).

E até os apps da Microsoft Store, destacando os do próprio MSN, eu notei retrocesso em relação ao Windows 8 (e olha que mesmo na versão anterior, não eram nenhuma maravilha). O Microsoft Notícias, por exemplo, não é nem de longe o que é o MSN Notícias do Windows 8 (com um design muito mais coeso, e ainda com a possibilidade de ler RSS feeds como se fosse uma fonte de notícias do próprio app, coisa que o atual já não faz).

O problema é que a Microsoft está muito concentrada em recursos que só agradam determinados nichos (ou nem isso), enquanto o que é importante para todos não tem a mesma prioridade.

brunocabral

Acho que o problema tá no nome, Windows dá a ideia de que é a mesma experiência do desktop/notebook. Acho que se eles mudassem o nome dessa versão e vendessem como algo do mesmo nível do Chrome OS, teriam mais sucesso, visto que há demanda e o Chrome OS provou isso (a Samsung só precisa lançar chromebooks melhores, e a Acer mais baratos).

Caleb Enyawbruce

Já é a milésima vez que a MS tenta um Windows “capado” e nunca deu certo (lembram do RT?). Será que dessa vez vai?

brunocabral

O tal S.O único que junto com o Surface Phone iam matar o Android?

Eliézer José Lonczynski

Tem muito recurso e serviço que ocupa espaço e processamento mesmo que na versão Home.

Eliézer José Lonczynski

To só pelo Windows Core, já tá virando lenda urbana

Sousa da Silva

Ouvi dizer que estão tentando ir por esse caminho. Mas considerando o histórico da MS eu chuto que vai demorar.

Exibir mais comentários