Início » Celular » Samsung deve lançar mais dois celulares dobráveis (mas tem que resolver uns perrengues antes)

Samsung deve lançar mais dois celulares dobráveis (mas tem que resolver uns perrengues antes)

Galaxy Fold é o primeiro de vários formatos dobráveis que podem surgir em breve

Paulo Higa Por

O Galaxy Fold deverá ser apenas o primeiro de vários celulares dobráveis que a Samsung planeja lançar no mercado. Até o início de 2020, a empresa pode revelar dois formatos diferentes: um modelo que dobra para fora, como o Huawei Mate X, além de um que dobra na vertical. Mas os coreanos precisam resolver alguns problemas até lá.

Samsung Galaxy Fold

Com lançamento marcado para abril, o Galaxy Fold tem duas telas: uma de 4,6 polegadas que fica do lado de fora e outra interna, de 7,3 polegadas, para usar o celular como um tablet. Segundo a Bloomberg, um dos novos protótipos é equipado com uma única tela externa que dobra como a capa de um livro. Como ele não possui um display extra, seria mais fino que o Galaxy Fold, que tem 17 mm de espessura quando dobrado.

Já o outro smartphone flexível da Samsung dobra na vertical, lembrando os antigos celulares flip (e o aparelho dobrável registrado pela Motorola). O protótipo atual tem uma tela externa, de acordo com o veiculo, mas ela poderá ser removida até a versão final do produto dependendo da aceitação dos consumidores pelo Galaxy Fold.

O detalhe não muito legal do Galaxy Fold

Samsung Galaxy Fold

Enquanto a Samsung desenvolve novos formatos de celulares dobráveis, ela tem outros problemas para resolver, inclusive no próprio Galaxy Fold, que ainda nem chegou ao mercado. Oficialmente, a empresa afirma somente que a dobradiça do aparelho foi criada para suportar 200 mil usos, ou seja, sobrevive mais de cinco anos se você dobrar o aparelho 100 vezes por dia.

Mas a Bloomberg revela que a Samsung trabalha para eliminar um vinco que aparece na tela após ter sido dobrada cerca de 10 mil vezes — um problema que eu havia notado ao mexer no Royole FlexPai. A falha surge em uma película colada embaixo do display, que protege o sensor de toque. Para evitar usuários insatisfeitos, a Samsung estaria cogitando oferecer trocas de tela gratuitas após o lançamento oficial do Galaxy Fold.

Esse detalhe seria o motivo pelo qual ninguém conseguiu botar as mãos no Galaxy Fold. No evento em San Francisco, o aparelho dobrável nem sequer estava disponível na área de experimentação. Já na feira Mobile World Congress, em Barcelona, ele estava sendo exposto em uma redoma de vidro. Mas a Samsung diz que demonstrou o produto dessa forma porque queria focar as atenções no Galaxy S10.

Mesmo resolvendo os problemas, os celulares dobráveis deverão ser bem nichados por enquanto: a previsão da Samsung é vender mais de 1 milhão de aparelhos desse tipo até o final de 2019, enquanto cerca de 40 milhões de Galaxy S10 devem ir para as mãos dos consumidores no primeiro ano.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ronaldo Cesar

legal

Meninão Bobo

VR é muito bom só uso pra Games ainda está no inicio e falta tecnologia, diferente do 3d, sobre tela dobravel é o futuro, diferente do 3d que era ruim em todo quesito.

Carlin

Se não for possível usar o aparelho também fechado (como da a entender no que a Samsung esta trabalhando), é estupido, chamem de tablet dobrável ou qualquer outra coisa perto disso! Já basta o Galaxy Fold com aquela tela minuscula, que infelizmente vai acabar obrigando o aventureiro que compra-lo a usar o aparelho quase que sempre aberto!

André G

Ou seja, o novo 3D é o VR.
3D também virou algo de nicho, você só encontra no cinema e em algumas apresentações, não virou algo popular como era esperado.
O VR talvez não fique nem popular nas apresentações em projetos, pois nesse caso o AR é bem mais promissor.

Gedson Junior

Eu. Ter um tablet e um smartphone num aparelho só deve ser uma mão na roda.

Sid

Próximo iPhone vai trazer novidades? Tomara, pois já faz alguns anos que isso não acontece.

Sid

Ué, mas eu já te falei que tenho interesse nesse aparelho. Para quem trabalha com o smartphone, ele vai ser ótimo. Para quem usa para redes sociais, não.

makotokinomura

Estão todos tão desesperados pelo próximo iPhone, ou seja, novidade de verdade que fará os preços subirem. É por isso que o número de câmeras nos celulares crescem em PG, mesmo que não sirvam pra muita coisa.

X-Tudãoᴳᴼᵀ

VR e usado até em tratamento médico e psicológico.

Jorge Gustavo

Engano seu. Vr tá firme e forte aqui em casa com meu oculus rift e os investimentos só tem aumentado. Tem muitos problemas e questões ainda para resolver mas, ao contrário das TVs 3d, vr é útil no ramo empresarial. Se flopar nos games, seguirá como nicho nas empresas como ferramenta de trabalho e apresentação de projetos. Mas... só tenho jogado Pavlov ultimamente. Acredito ainda que irá vingar tambem para as massas, assim que resolverem duas questoes: preço e conforto dos headdsets. E esse ano temos o oculus quest. Primeiro console em vr que na9 precisa de pc e nem de console externo. Vamos ver como o quest se sai.

Franco Luiz

Eu estou , se for como falei abaixo um aparelho parecido com o s10 que vira tablet.... agora se for o atual eu nao curti nao

Franco Luiz

O novo 3d é o VR

Jairo ☠️

E se iniciará em breve uma constelação de lancamrntos de dobráveis por parte da Samsung, das linhas J a S.

Robert Rey

Daqui 5 anos, se isso ainda existir, poderemos ter produtos bem interessantes. Hoje é somente uma prova de conceito. O que pode sair disso aí é que valerá (ou não) a pena.

Robert Rey

Realmente esse pode ser o Flop de tecnologia da década. Eu torço que não, mas...

Exibir mais comentários