Início » Negócios » Spotify quer lançar podcasts exclusivos com investimento de US$ 500 milhões

Spotify quer lançar podcasts exclusivos com investimento de US$ 500 milhões

Serviço de música comprou empresa de produção de podcasts e Anchor para entrar de cabeça no formato

Paulo Higa Por

Depois de anunciar seu primeiro lucro operacional da história, o Spotify comprou a produtora Gimlet Media e a plataforma Anchor como parte de um projeto para investir até US$ 500 milhões em podcasts em 2019. Os planos da empresa com o formato ainda não estão muito claros, mas alguns detalhes começaram a surgir: espere ver programas exclusivos no serviço.

Spotify

A ideia é investir em conteúdo exclusivo para que as pessoas ouçam podcasts dentro do Spotify, com o objetivo de gerar receita com anúncios, segundo o The Verge. O faturamento com publicidade em podcasts deve atingir US$ 659 milhões só nos Estados Unidos em 2020, de acordo com a IAB. A produção pode ficar por conta da Gimlet Media, que já produz podcasts populares no país.

Com as ferramentas desenvolvidas pelo Spotify e outras empresas, a tendência é que as empresas invistam mais em publicidade. Os dados de audiência, que são liberados para os artistas no Spotify, podem ser estendidos para os podcasts — um prato cheio para os anunciantes. E a rede pública de rádio NPR lançou no final de 2018 uma tecnologia que gera métricas sobre a reprodução de propagandas em podcasts.

Anchor

O plano também ganha força com a aquisição do Anchor, uma plataforma que permite a qualquer pessoa criar e distribuir gratuitamente um podcast. O Anchor tem aplicativos para Android e iOS, facilitando a produção: é possível gravar os episódios diretamente do celular com vários convidados, editar o programa e publicá-lo nas principais plataformas, incluindo o Spotify.

Ao lançar programas exclusivos e melhorar a experiência de uso, o Spotify acredita que pode se tornar o principal nome que vem à cabeça quando os usuários quiserem ouvir um podcast, assim como o YouTube é hoje para vídeos, por exemplo. A descoberta de novos conteúdos, um dos maiores desafios do podcast, é um ponto a ser trabalhado: o Spotify deve adaptar o algoritmo de recomendação de músicas para o novo formato.

As investidas do Spotify no podcast devem ser vistas nos próximos meses. O CEO Daniel Ek prevê que, ao longo do tempo, 20% de tudo o que é reproduzido no serviço será de conteúdo não musical, e que o objetivo da companhia é se tornar a “plataforma de áudio número 1 do mundo”.

E esta última linha é só para lembrar que o Tecnocast está no Spotify. 🙂

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ian Aguiar
Caras vocês não vêem como isso é MARAVILHOSO? Podcast vai se tornar uma mídia tão popular quanto streaming de video!
Carlin
Até tento usar algum agregador, mas não rola o Spotify cumpre muito bem o papel de organizar e entregar os podcast que escuto no momento! Além do mais o Spotify tem tudo pra se tornar grande no seguimento de podcast!!!
Carlin
Justamente, hoje o Spotify acabou se tornando um sinônimo pra musica/áudio!
johndoe1981
Não sei se sou old school, mas não vejo qual o sentido de instalar um aplicativo só pra ouvir podcasts, supondo que ele não seja exclusivo de uma plataforma. Eu sempre vou no site e baixo o arquivo em .mp3 pra ouvir onde quiser, como o Tecnocast.
Gedson Junior
Pessoal esquece que é difícil explicar pra um leigo como funciona um agregador de podcasts.É muito mais fácil falar "procura no Spotify".
Lucas Henrique
Um dos motivos de eu usar Android como telefone principal e o IOS (Ipod Touch) são os Podcast do iTunes. Não fico sem.
zubumafool
O Pocket Casts é zilhões de vezes melhor!
BloucV
De que adianta o Spotify comprar essa empresa pra produzir podcasts exclusivos só pra eles se até hoje eles ainda não conseguiram melhorar a parte de podcasts do aplicativo e das versões de pc/web..
Meiksonq
vocês viram que o PocketCasts foi atualizado no android? ficou tão maravilhoso
betacaroteno
Já testei, mas não me agradou.Ainda prefiro app dedicado - uso o (caro) Pocket Casts, mas q valeu todos os centavos, o q faz dele barato, já q é uma das mídias que mais consumo.
Marcelo
Estou testando nesse momento a parte de podcast, e realmente é bem ruim...Não tem como marcar um episódio como "escutado"Se pauso um episodio pra escutar outro, quando volto ao pausado, ele recomeça do início...Sem opção de ocultar episódiosMuito capado ainda...nem se compara com apps dedicados (uso o Podcast Addict)
Andre Kittler
Existem podcasts "pagas", No Sleep por exemplo fornece semanalmente 3 histórias free, e 2 exclusivas para os pagantes.Acredito que exista mercado para ambos casos: TWIT, Stuff you Should Know e varias outras possuem um estilo que conseguem se manter com anúncios. Alguma coisa premium porém, com produções visivelmente mais caras e público alvo bastante menor, poderiam passar a existir em um formato assim.
Cássio Linden Albert
Já tentei usar o Spotify para podcasts algumas vezes, mas é justamente essa função que nunca funcionou direito para mim. O ponto do episódio que eu estava ouvindo num dispositivo nunca sincronizava corretamente com outros: já tentei do desktop para o celular, do celular para o app da TV ou Chromecast, etc. Em praticamente todas as vezes voltava para o início do episódio ou num ponto bem anterior ao que estava ouvindo.Por enquanto continuarei com o Overcast, que é um app bem redondinho (e tbm tem uma versão web bem básica), mas é bom que o Spotify tá facilitando o acesso a esse tipo de conteúdo.
Eduardo Braga
Horrível. Podcast exclusivo não faz sentido, e eu concordo com um pessoal que falou que não consideram faz muito sentido chamar de podcast se é exclusivo. Tem que ser lançado no feed.
Marks Duarte
Já adotei o Spotify como único player de áudio só pela possibilidade de continuar a reprodução dos episódios em qualquer dispositivo. Coisa que eu não tinha no App de podcasts.
Islan Oliveira
Bem interessante essas investidas do Spotify no mercado de podcasts, mas eu ainda prefiro o app dedicado que uso.