Início » Jogos » Nintendo Switch ganha Labo de realidade virtual

Nintendo Switch ganha Labo de realidade virtual

O kit é feito para que o próprio jogador monte os projetos e programe algumas ações dentro dos games para o Labo

André Fogaça Por

A Nintendo anunciou nesta quarta-feira (6) uma nova adição ao kit de acessórios de papelão para o Switch, o Labo. A novidade é uma espécie de óculos de realidade virtual que utiliza a própria tela do console híbrido para exibir o conteúdo, com a ajuda de duas lentes e um corpo feito de papelão.

Diferente dos óculos de realidade virtual do Google que são focados em baixo custo, o modelo da Nintendo vai além e propõe que o projeto de construção (que é feito pelo próprio jogador) inclua uma espécie de arma, uma tromba de elefante, a lente de uma câmera profissional, um pássaro e um pedal que vai no chão e completa a experiência de jogo.

A arma, por exemplo, é utilizada para defender o planeta de uma invasão alienígena e a câmera é utilizada para tirar fotos em um ambiente de oceano e muito colorido.

Todas as criações possíveis encaixam no game que é exibido na tela, que é de baixa resolução para este tipo de utilização. A Nintendo colocou um display de 720p no Switch, que é o suficiente para jogar na distância comum de um Zelda ou Mario, mas que é pouco para dividir isso entre os dois olhos, colados na tela.

O novo Labo será vendido a partir do dia 12 de abril e poderá ser comprado por US$ 79,99 (mais ou menos R$ 315) para o kit que vem com todas as combinações de acessórios, o jogo e os óculos, US$ 39,99 (quase R$ 160) para levar os óculos, o game e a arma, ou US$ 19,99 (que fica perto de R$ 78) para quem já tem o jogo e quer levar duas das criações deste VR.

Com informações: Nintendo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

LuizF

É um regra X1. Na dock o Switch alcança em torno de 393gflops.
É superior ao que era o Wii U, roda jogos de forma decente e a possibilidade de levar, jogos como hellblade e unravel, MK11 estão chegando ao Switch. Pro seu smartphone já chegou?

Eu tenho um e não me arrependo, não tenho interesse em Xbox em PS

Thomas Aguiar

Um dia as pessoas vão entender que jogo não é só gráfico, resolução, potência.

Silvio Ney

Não é questão de potência, é de vendas.

Silvio Ney

Eu não quis dizer que ele bateu em questão de potência mas sim em vendas e satisfação dos compradores.

Vegeta humilde

Imagina q legal esse papelão suado depois de 20 minutos jogando

davi koscianski vidal

Eu ainda acho fenomenal a capacidade da Nintendo de vender QUALQUER coisa!
Os caras estão vendendo PAPELÃO!!! hahahahaha

Eu amo a Nintendo!
E provavelmente vou comprar esse Labo!

Thiago Mocci

Acho uma solução legal pra crianças, que é o público do Labo. E mostra que o Switch, em um segundo modelo, se focar em ter uma tela com mais definição, pode fazer VR a nível comercial melhor do que o que está disponível hoje.

Afinal, VR é legal mas, pra quantas pessoas chega? Esses joguinhos do Labo, assim como o VR da Google pra usar smartphone, é dai que começa a ficar comercialmente viável pra mais gente.

Eduardo Braga

VR nessa tela com resolução mixuruca deve ser ótimo...

Zanac_Compile

Gosto do SWITCH, pq tenho um PC MASTER RACE para complementar. Essa essa dobradinha perfeita.

johndoe1981

Eu concordo que o que interessa são os jogos, mas só quis fazer uma crìtica que isso não impede a Nintendo de fazer um console mais potente e com menos restrições, como serviços online. E o PS4 tem e o X1 têm muito jogo bom e são mais completos, tendo um acervo de jogos 3rd parties que imagino ser muito maior que o do Switch.

Zanac_Compile

Essas coisas que tu falou dos fanboys eu não entendo, videogame não é muito minha praia, tive um ATARI 2600 e só fui ter novamente um Wii.

Só resolvi comentar, por causa dessa abordagem de hardware limitado e caro...

Citei o iPhone, pq é outro exemplo clássico, que tem um povo que não entende que especificação técnica de hardware não é tudo, isso vale pra computador, celular, videogame, tudo....

No final dos anos 80 usava os computadores da Commodore, era bruxaria ver os 7 Mhz e 1MB dando de relho nos PC/DOS/WIN com 33Mhz e 4MB, era muita diferença de potência, mas o hardware integrado com o sistema operacional da Commodore era matador, dava um banho em performace, foi a melhor plataforma de jogos que já tive, muito a frente do seu tempo... o iPhone segue na mesma linha, o NINTENDO também, não chega a dar um banho no XB/Sony, mas a jogabilidade é impecável. No geral, só quero dizer que potência de hardware não quer dizer nada.

johndoe1981

24, visto que ela lançou o Virtual Boy em 1995.

johndoe1981

Não sei por que você mencionou iPhone e Android, visto que a discussão é sobre consoles. Mas já que citou, sim, iPhone é excelente mas ainda assim muito capado em recursos (não em hardware) básicos, mas é vendido a preço de ouro que os Applefags pagam sorrindo.

Parece que eu não posso mais criticar as limitações e o preço dos consoles da Nintendo aqui, por que se não a tropa de fanboys da Big N entra em polvoroça e vem me encher a paciência. Não sou obrigado a concordar com quem gosta do Switch, ponto.

E você fala como se o PS4 e o X1 não tivessem jogos bons só porque são mais potentes que o Switch. Hardware potente e bons jogos não são mutualmente exclusivos. Os jogos da Nintendo são muito bons, mas não a ponto de comprar um console só pra isso, essa é a MINHA opinião. E isso vale para os portáteis.

E não é só o console em si, porque os serviços online da Nintendo também são uma piada de mau gosto comparado com PlayStation Network e Xbox Live. Não menciono nem os serviços de assinatura e os preços dos jogos porque seria covardia.

Zanac_Compile

iPhone é hardware capado a preço de ouro, meu MI tem gigahertz, megarams, megapixels, é infinitamente melhor, os números dizem tudo.
Nintendo é hardware capado a preço de ouro, meu XB/Sony é pura potência e gráficos realistas, acima de qualquer jogabilidade que não importa nada.
E por aí vai esse povo....

Zanac_Compile

20 ?? Já vai pra mais de 30 anos....
Lá ela fez uma gambiarra só pra dizer que tinha, agora é uma tecnologia bem conhecida, consolidada, acho que será impecável.

Exibir mais comentários