Início » Negócios » A penúltima Blockbuster do mundo vai fechar as portas

A penúltima Blockbuster do mundo vai fechar as portas

A última Blockbuster da Austrália não aluga mais DVDs e Blu-rays desde esta quinta-feira (7); sobrou apenas uma loja nos EUA

Por
07/03/2019 às 16h40

A marca que simboliza uma era de DVDs e fitas VHS continua a sumir: a última Blockbuster da Austrália não aluga mais filmes desde esta quinta-feira (7). Ela vai realizar uma queima de estoque e fechar as portas de vez em 31 de março. A loja sobreviveu em tempos de Netflix porque o acesso à internet fixa no país é caro e instável. Agora, restará apenas uma loja no mundo, localizada nos EUA.

Loja da Blockbuster em Morley, na Austrália

“Foi uma ótima jornada, mas todas as coisas boas devem chegar ao fim”, escreve a página da Blockbuster Morley no Facebook. A partir desta sexta-feira, ela vai colocar tudo à venda, incluindo DVDs, Blu-rays, cartazes, móveis e prateleiras.

No ano passado, ainda existiam cinco unidades da Blockbuster na Austrália, que foram fechando aos poucos: primeiro foi a de Greensborough, depois a de Springwood. A loja de Runaway Bay perdeu o licenciamento e fechou as portas em dezembro. E, em janeiro, foi a vez de Toowoomba. No país, só havia sobrado uma na cidade de Morley — mas nem ela sobreviveu.

Ainda existe um site oficial da Blockbuster para a Austrália, listando filmes como Creed II, Nasce Uma Estrela e Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald que seriam lançados em março. Por sua vez, a página oficial no Facebook foi abandonada em 2018.

A Blockbuster ainda tinha alguma chance na Austrália porque o acesso à internet fixa é caro e instável, dificultando o acesso à Netflix e semelhantes. O governo gastou US$ 38 bilhões para instalar uma infraestrutura nacional de banda larga, conhecida como NBN, mas o projeto sofreu diversos atrasos e críticas ao longo dos anos.

Os preços de internet fixa ainda são altos na Austrália, assim como o número de reclamações com as operadoras — mas parece que o streaming venceu mesmo assim. A velocidade média no país é de 33,3 Mb/s, contra 29,8 Mb/s no Brasil, segundo a Ookla.

Última Blockbuster do mundo fica nos EUA

No ano passado, as duas últimas lojas da Blockbuster no Alasca — localizadas nas cidades de Anchorage e Fairbanks — encerraram suas atividades. Elas sobreviviam pelo mesmo motivo: nesse estado americano, o acesso à internet é caro e lento.

Sobrou apenas uma Blockbuster no mundo inteiro: ela fica localizada em Bend, Oregon, nos EUA. Trata-se de uma franqueada; as lojas próprias foram encerradas em 2013. A marca pertence à Dish Network, operadora de TV por assinatura via satélite, que pagou US$ 320,6 milhões em 2011.

No Brasil, a Blockbuster abriu suas primeiras lojas em 1995; suas operações foram adquiridas em 2006 pelas Lojas Americanas. Sem alarde, a marca deixou de ser usada por aqui nos últimos anos. O site oficial blockbuster.com.br foi desativado em outubro de 2016, segundo o Internet Archive.

Com informações: Engadget.

Mais sobre: