Início » Aplicativos e Software » Linus Torvalds anuncia oficialmente o Linux 5.0

Linus Torvalds anuncia oficialmente o Linux 5.0

Uma das novidades do Linux 5.0 é o suporte à criptografia Adiantum, do Google

Emerson Alecrim Por

Linus Torvalds prometeu lançar o Linux 5.0 em 2019 e cumpriu com a sua palavra: a nova versão do kernel de código-aberto já está pronta e, embora não traga nenhuma grande novidade, é uma atualização bem-vinda por conta dos novos recursos de compatibilidade e segurança.

A última versão estável antes desse lançamento foi o Linux 4.20. Por conta da numeração, a chegada do Linux 5.0 nos faz pensar em grandes mudanças, mas o próprio Torvalds avisa que o “5.0” aqui não tem nenhum significado especial: “se você quer uma explicação oficial, é que fiquei sem dedos para contar, então 4.21 virou 5.0”.

Deixando o tom bem-humorado (ou sarcástico?) de lado, Torvalds explica que cerca de 50% das novidades do Linux 5.0 correspondem a drivers, 20% são atualizações de arquitetura, 10% são ferramentas e os 20% restantes incluem documentação, updates nos sistemas de arquivos e por aí vai.

Pinguins - Linux (imagem: WallpaperMania)

Entre as novidades que merecem menção estão o suporte nativo ao FreeSync, tecnologia da AMD que sincroniza a taxa de atualização do monitor com a placa de vídeo. Outra é o suporte ao Raspberry Pi Touch Display.

Ainda no quesito hardware, o Linux 5.0 traz suporte às GPUs de arquitetura Nvidia Turing, a rolagem em alta resolução para certos mouses da Logitech, a determinadas teclas de atalho de notebooks Lenovo ThinkPad e Asus, entre outros.

Na parte da segurança, o maior destaque é a compatibilidade do kernel com a criptografia Adiantum. Esse é um padrão criado há pouco tempo pelo Google especialmente para celulares de baixo custo e dispositivos para internet das coisas. A ideia é evitar que a criptografia afete o desempenho desses aparelhos. No Linux 5.0, é possível utilizar o Adiantum em sistemas de arquivos como EXT4 e F2FS.

O anúncio de Torvalds sobre o Linux 5.0 pode ser lido aqui. Já o kernel em si pode ser baixado no site oficial, mas, a não ser que você saiba como instalá-lo e o que fazer com ele, convém esperar pela atualização nas distribuições Linux. O Ubuntu, por exemplo, provavelmente vai incluir o Linux 5.0 já na versão 19.04, a ser liberada em abril.

Com informações: OMG! Ubuntu!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marvin Humorado

Calma, quiridinha hehehe Só estou pegando no seu pé.
Bjo <3

Petrus Augusto

[Além disso, o 2.4 foi a última versão no esquema "números ímpares = desenvolvimento, número par = estável", se não me engano.

Mario Bros

Quem é a base do SO? É o kernel, logo...

Vitor Hugo

um carro é um volante? uma roupa é uma linha? um PC é um pente de memória RAM? você sabe que não faz sentido, pare de fazer malabarismos pra tentar provar algo que está errado.

Marvin Humorado

e o Kernel faz parte do?

Trovalds

"com base em Linux..." E não fui eu quem disse.

Ainda bem que esse mimimi vai perder o sentido quando o Google abandonar o Kernel Linux.

Trovalds

Autoridade não, dona. "com base em Linux..." não fui eu quem escrevi.

Vitor Hugo

um kernel.

Alberto Prado

Verdade, eu lembro de ler nos fóruns que muitas pessoas resistiam em sair do 2.4. Acho que o kernel 2.4 é o Windows 7 do linux, hehehe.

Mario Bros

O Marvin é humorado kkkkkkkk

Marvin Humorado

Não tira meu direito de ter preguiça, bb!

Marvin Humorado

Então me explica o que é o Linux, por favor?

Marvin Humorado

Paixao vc tem, agora educação é zero né? Kernel é parte do S.O, a mais importante por sinal. Voce pode discurtir sem ser escroto e com comPaixão uhaeaeeahueuheahaeuheauh

Mario Bros

Todo mundo chama de sistema Linux os SOs que usam o Linux como base (kernel). Você não precisa ficar corrigindo (Mr. Óbvio), todo mundo sabe o que é, ok? Acertou aqui, mas errou em outro comentário:

"Logo ele não tem outras partes importantes do Linux propriamente dito."

Tem outra parte do Linux? Ele só é um Kernel (bem completo), porra.

"O Kernel por si só não faz a máquina funcionar."

Mas a maior parte/parte importante fica com o Linux por ser do tipo monolítico (Foto upada/link pro Android.com).

"E a versão do Kernel do Android se mantém na 3.x que é mantido somente pelo Google."

OpenVZ e RHEL mantém a versão 2.6.x, por causa disso deixou de ser Linux?

"Fora que você não vê Android rodando em computadores."

Tá querendo rodar ARM em x86? Atá, então o Raspbian não é Linux por rodar só em ARM? Pra ficar levinho, o Google e Raspbian retiraram o suporte a x86 e outras arquiteturas.

O foderoso Trovalds, quer saber mais que o Google, Linux, RHEL, OpenVZ e todas as outras empresas juntas. Ele usa matérias sem fundamentos técnicos, escrita por jornalistas sem diploma na área, como argumento e as vezes usa problemas do passado do Linux (corrigidos) no presente.

Eu sei, tem muita coisa óbvia/manjada no meu comentário, mas esse Trovalds não deve saber disso.

Fontes:
Android: https://developer.android.c...

Kernel completão: https://en.wikipedia.org/wi... https://uploads.disquscdn.c...
https://uploads.disquscdn.c...

Mario Bros

Verdadeira autoridade no Android: https://developer.android.c...

Exibir mais comentários