Início » Aplicativos e Software » Linus Torvalds anuncia oficialmente o Linux 5.0

Linus Torvalds anuncia oficialmente o Linux 5.0

Uma das novidades do Linux 5.0 é o suporte à criptografia Adiantum, do Google

Por
19 semanas atrás

Linus Torvalds prometeu lançar o Linux 5.0 em 2019 e cumpriu com a sua palavra: a nova versão do kernel de código-aberto já está pronta e, embora não traga nenhuma grande novidade, é uma atualização bem-vinda por conta dos novos recursos de compatibilidade e segurança.

A última versão estável antes desse lançamento foi o Linux 4.20. Por conta da numeração, a chegada do Linux 5.0 nos faz pensar em grandes mudanças, mas o próprio Torvalds avisa que o “5.0” aqui não tem nenhum significado especial: “se você quer uma explicação oficial, é que fiquei sem dedos para contar, então 4.21 virou 5.0”.

Deixando o tom bem-humorado (ou sarcástico?) de lado, Torvalds explica que cerca de 50% das novidades do Linux 5.0 correspondem a drivers, 20% são atualizações de arquitetura, 10% são ferramentas e os 20% restantes incluem documentação, updates nos sistemas de arquivos e por aí vai.

Pinguins - Linux (imagem: WallpaperMania)

Entre as novidades que merecem menção estão o suporte nativo ao FreeSync, tecnologia da AMD que sincroniza a taxa de atualização do monitor com a placa de vídeo. Outra é o suporte ao Raspberry Pi Touch Display.

Ainda no quesito hardware, o Linux 5.0 traz suporte às GPUs de arquitetura Nvidia Turing, a rolagem em alta resolução para certos mouses da Logitech, a determinadas teclas de atalho de notebooks Lenovo ThinkPad e Asus, entre outros.

Na parte da segurança, o maior destaque é a compatibilidade do kernel com a criptografia Adiantum. Esse é um padrão criado há pouco tempo pelo Google especialmente para celulares de baixo custo e dispositivos para internet das coisas. A ideia é evitar que a criptografia afete o desempenho desses aparelhos. No Linux 5.0, é possível utilizar o Adiantum em sistemas de arquivos como EXT4 e F2FS.

O anúncio de Torvalds sobre o Linux 5.0 pode ser lido aqui. Já o kernel em si pode ser baixado no site oficial, mas, a não ser que você saiba como instalá-lo e o que fazer com ele, convém esperar pela atualização nas distribuições Linux. O Ubuntu, por exemplo, provavelmente vai incluir o Linux 5.0 já na versão 19.04, a ser liberada em abril.

Com informações: OMG! Ubuntu!

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.