Início » Negócios » Apple marca evento em 25 de março para apresentar concorrente da Netflix

Apple marca evento em 25 de março para apresentar concorrente da Netflix

Apple prepara serviço de streaming com séries originais; ela também pode lançar assinatura de notícias e novo iPad

Felipe Ventura Por

A Apple convidou a imprensa para um evento em 25 de março, dizendo que “é hora do show”. Não é exatamente um segredo que ela vem preparando um serviço de streaming parecido com a Netflix, trazendo conteúdo de terceiros e séries exclusivas. A empresa também pode anunciar um serviço de assinatura de notícias e um novo iPad.

Apple - Logo

No convite, a Apple não tentou disfarçar que o evento será relacionado ao serviço de streaming: há uma animação de contagem regressiva vista em filmes antigos. O lançamento será feito em Cupertino, Califórnia, no Steve Jobs Theatre.

A Apple tem escritórios em Culver City, próximo a Los Angeles, para atrair talentos e criar conteúdo voltado ao seu serviço de streaming. A empresa prepara uma série baseada em Fundação, obra-prima de Isaac Asimov.

Teremos também uma série do diretor de La La Land, dois programas dos criadores de Vila Sésamo, um filme do criador de Battlestar Galactica e um remake de Amazing Stories, série criada por Steven Spielberg na década de 80.

Apple pode lançar assinatura de notícias e novo iPad

Rumores dizem que a Apple deve anunciar um serviço de assinatura de notícias nos EUA. Ele custaria cerca de US$ 10 por mês e daria acesso ilimitado ao conteúdo digital de revistas e jornais como The New York Times, Washington Post e The Wall Street Journal.

Além disso, como nota o Ars Technica, a geração atual do iPad foi apresentada há quase um ano, também no Steve Jobs Theatre. A Bloomberg diz que a Apple lançará neste ano um iPad com tela de aproximadamente 10 polegadas e porta Lightning, além de um novo iPad Mini.

O evento da Apple será transmitido ao vivo no dia 25 de março às 14h (horário de Brasília); você poderá conferir o livestream neste link.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Sousa

Fique com a versão 2018. Sério.

Se você optar pela versão 2014, com certeza terá problemas com futuras atualizações.

O melhor é usar o SSD interno de 128GB para o OS X e os aplicativos. Coloque todo o resto no HD externo (arquivos, filmes, fotos, etc).

Caleb Enyawbruce

Calma, as coisas estao mudando aos poucos. A industria de Hollywood é muito tradicional. Pra aceitarem o streaming e catalogo online já foi dificil... Tenho certeza que com o passar do tempo (sabe-se lá quanto) esse prazo tende a cair.

Caleb Enyawbruce

Acho muito genérico. Acredito que vai ser algo mais específico relacionado a filmes e séries. "Stream" pode ser stream de mil coisas (games, músicas, dados em geral...). Além de que o termo "stream" isoladamente tem mil significados no inglês. Mas a minha opinião também é baseada em nada, rs. Só especulando...

Caleb Enyawbruce

Acho que o @filipeespsito:disqus consegue te ajudar...

Ronaldo Cesar

Por.ra bicho, muito Streaming e pouco dinheiro. kkkkkkk
Só sendo tio patinhas pra bancar 5 Streaming (Netflix, Disney +, Warner, Universal Studius, Apple)

Caleb Enyawbruce

Respeito sua opinião. Segue o jogo...

Bruno Sousa

Pra quem usa trackers privados, sim. Pra quem usa trackers públicos, não.

Bruno Sousa

A realidade atual não inclui o serviço de streaming de vídeo da Apple. O serviço não está se quer engatinhando, porque ele ainda não nasceu.

Dito isso, eu ainda não tenho como avaliar o quanto a Apple tem que remar para chegar na Amazon.

LekyChan

sim, mas sai mais barato pagar seedbox, do que deixar o pc ligado

Caleb Enyawbruce

Essa é minha opinião, ué. Do jeito que o serviço está agora pra mim é óbvio que só quem é muito fã vai assinar. Simplesmente porque não tem produções próprias que façam as pessoas assinarem, e porque as pessoas já usam um serviço melhor (seja Netflix, Zulu, Amazon... que tem ótimas produções próprias, serviços já consolidados). Também não dá pra dizer se depois vai valer a pena porque não temos como prever o futuro. Por isso estou avaliando a situação atual.

Jambeiro

Ainda apostaria em Apple Stream

Filipe Espósito

A Apple já não usa mais o "i" há muito tempo, só estão mantendo nos produtos que já tinham. Os novos são Apple Watch, Apple Music, Apple News... eu chuto que vão chamar o serviço de "Apple TV Premium".

Filipe Espósito

Realmente não é, mas eles só vão descobrir se tentarem. Netflix não ganhou fãs da noite para o dia. São muitas variáveis. Conheço pessoas que assinam apenas pelo catálogo de terceiros e quem assina porque realmente gosta das produções originais. Da mesma forma a Apple tá investindo nas duas coisas e podem sair conteúdos muito bons disso, ou simplesmente o catálogo de terceiros ser mais atrativo (há um rumor de que talvez tenha algumas séries da HBO lá, algo que o Netflix não tem por exemplo). É esperar pra ver, não dá pra falar que "só fanboys vão assinar" antes mesmo de terem anunciado.

Jambeiro

Se bem que iStream eu ACHO que é um sistema patenteado pelo Gordon Murray pra fabricação de carros. Mas acho que a Apple consegue pagar a patente.

Caleb Enyawbruce

Sim, mas na prática como vai ser? Os fãs vão assinar Netflix, Disney+ E o serviço da Apple? Porque deixar Netflix E Disney+ e suas várias produções de alto nível por um serviço ainda engatinhando da Apple não faz sentido. Quantidade de usuários de iOS nesse caso, na minha opinião, não é garantia de sucesso.

Exibir mais comentários