Início » Negócios » Spotify questiona taxa cobrada pela Apple em sua loja de aplicativos

Spotify questiona taxa cobrada pela Apple em sua loja de aplicativos

Para o CEO do Spotify, Daniel Ek, as taxas cobradas pela Apple impedem uma competição limpa entre aplicativos

Victor Hugo Silva Por

As taxas de lojas de aplicativos parecem estar ficando insustentáveis para empresas que as utilizam. Em 2018, a Epic Games decidiu não oferecer Fortnite na Play Store e, este ano, apresentou sua plataforma. Agora, o Spotify registrou uma queixa contra algumas práticas da Apple.

O caso está sendo analisado de forma confidencial na Comissão Europeia, mas foi tratado pelo CEO do Spotify, Daniel Ek, no blog da empresa. Segundo ele, a decisão de registrar a reclamação foi tomada "depois de tentar, sem sucesso, resolver os problemas diretamente com a Apple".

Novo Spotify Premium

"Nos últimos anos, a Apple introduziu regras na App Store que limitam propositadamente a escolha e sufocam a inovação às custas da experiência do usuário – atuando essencialmente como jogador e árbitro para prejudicar deliberadamente outros desenvolvedores de aplicativos", afirmou Ek.

O executivo não detalhou as regras, mas criticou o que chama da "taxa Apple", o valor que a companhia cobra sobre assinaturas em apps. Hoje, a Apple fica com 30% do valor pago pelos usuários no primeiro ano de assinatura e, 15% depois desse período.

"Se pagarmos essa taxa, isso nos forçaria a aumentar artificialmente o preço de nossa assinatura Premium bem acima do preço do Apple Music. E, para manter nosso preço competitivo para nossos clientes, isso não é algo que podemos fazer", continuou.

Segundo ele, o Spotify até poderia deixar de usar o sistema de pagamentos da Apple, mas a companhia poderia sofrer restrições na comunicação com seus usuários, por exemplo. Ek diz que o Spotify busca um tratamento igual ao de serviços como Uber e Deliveroo, que não pagam a taxa.

Em seu texto, ele apresentou três demandas de sua empresa: que apps concorram por seus méritos e não com base em quem é o dono da loja; que a Apple não force desenvolvedores a usarem seu sistema de pagamentos e, consequentemente, a pagarem suas taxas; e que a loja não controle a comunicação entre usuários e donos de apps.

O Spotify chegou a criar um site para explicar como a concorrência na App Store estaria sendo prejudicada. O Time To Play Fair (ou Hora de Jogar Limpo) apresenta alguns argumentos com base em medidas adotadas pela Apple.

Ao TechCrunch, o conselheiro geral do Spotify, Horacio Gutierrez, afirmou que as críticas não podem ser feitas para a Play Store, onde "a situação é completamente diferente".

Segundo ele, há outras empresas insatisfeitas com o modelo imposto pela Apple. "Sabemos que outras [companhias] se sentem igualmente frustradas com as restrições... mas não falaremos por elas", disse.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ayres Dib 
https://macmagazine.uol.com...
Ayres Dib 
Amigo, acho que seria interessante você dar uma lida neste artigo para entender melhor o que está havendo. O Spotify quer ganhar nas costas da Apple e dos artistas e não quer pagar nada a ninguém. https://macmagazine.uol.com...
Fabio Santos
Spotify tem que entender que estar numa loja da concorrente é isto, seria tipo ter comodidade mais pagar por isto estilo o sem parar que você usa edita filas mais tem um precinho mensal pra ter isto como vantagem.
Paulo Pilotti Duarte
Não discuto experiência pessoais porque elas são insignificantes, mas o seu relato pode ser um relato pontual ou mesmo um ponto fora da curva de um setor de assistência técnica.Sua experiência (e não a sua "verdade") é irrelevante nesse caso.
Ayres Dib 
Ganho bom atendimento no pós venda. Leve um S9 com problema a loja da Samsung e veja o quanto você vai estar perdendo.
Diego Nascimento
Justo! Espero que a Apple seja penalizada à altura.
Ayres Dib 
Não teria não. Foi o próprio que criou esse modelo de negócio e as regras da App Store.Enquanto usuários Apple compravam na iTunes Store o pessoal do Android estava no 4Shared. Essa falta de receita gerou essa Play Store de hoje, que não chega nem perto do lucro da App Store e é responsável por ter apps de máquinas de escrever rodando em aparelhos superpoderosos como S9.
Ayres Dib 
Eu estou falando a minha verdade. Todas as vezes que tive problemas com iPhones eu me dirigi a Apple Store do Rio e saí de lá com um iPhone novinho. Inclusive esse iPhone que estou usando agora eu recebi em substituição a um defeituoso.Experimenta mandar um S9 pra garantia. É só sentar e chorar.
HolmesT
Ok.
Paulo Pilotti Duarte
Até onde eu sei não se pode vender assinaturas, caso do Spotify, fora da loja.
Ayres Dib 
Eu não sou fanboy. Os iPhones são os aparelhos mais fracos em sua categoria.Pra mim o S10 é o aparelho mais fantástico atualmente, diga-se de passagem desde S8 a Samsung deixou a Apple bem pra trás.Eu só acho errado Spotify querer oferecer o serviço pra usuários em uma plataforma, lucrar e não querer pagar por isso.
Paulo Pilotti Duarte
Hoje em dia duas coisas estão segura do a Apple no topo. A primeira é o pós venda. Basta entrar em uma loja com um iPhone ruim e sair com um novo em 15 minutos e ouvir um pedido de desculpas do atendente Isso não é verdade. Gostaria que fosse.Esperei quase 3 meses por um HD pra um Mac e a assistência da Apple, mesmo como Apple Care, sempre me dava volta e não arrumava. Só arrumou quando mandaram o HD novo.
Paulo Pilotti Duarte
O mundo dos negócios é mais concentrado do que a maioria das pessoas pensa. A maioria tende a pensar que temos muitos empresários ganhando dinheiro e trabalhando, quando na real são poucos conglomerados de famílias que unem por dinheiro e poder pra manterem-se no topo. Varejo no Brasil é uma grande reunião familiar em alguns casos.
Paulo Pilotti Duarte
A sua analogia é torpe e você não leu a matéria.Pegando o seu caso, seria como se o dono do shopping cobrasse aluguel de todo mundo, menos da filha, o que parece normal (ele é dono do shopping), que abre uma sorveteria no shopping. Pouco tempo depois, outras lojas abrem no shopping, pagando aluguel e outras taxas, normalmente, e tudo segue o fluxo.Então, assim sendo, um belo dia outra sorveteria abre no shopping e você, temendo que a sua filha perca dinheiro e a feche a sua loja, aplica uma taxa de pagamento extra para a sorveteria que as outras lojas que não concorrem diretamente com você não pagam (Uber, por exemplo, não paga na Apple Store) e assim você cria uma concorrência desleal, afinal, você controla todos os pontos dessa cadeia.E mais, a sorveteria concorrente não pode vender em outro lugar para as pessoas que andam no seu shopping e muito menos pode anunciar em outros locais o mesmo produto que vende na loja no seu shopping. Exatamente porque você detém todos os pontos da cadeia em questão e ainda é player de mercado nesse ramo em questão.Concorrência desleal não é você vender mais barato ou impôr regras nos locais onde você demanda; é, outrossim, criar regras desiguais para segmentos iguais e impedir que um mercado livre e saudável ocorra baseando-se no seu poder econômico.É sobre isso que a Senadora Warren fala no seu texto dessa semana e sobre isso que se trata essa reclamação do Spotify.
Marcos Vinícius
Pqp, seu comentário nem merece resposta...Jobs teria vergonha dessa empresa que insistem em chamar de "Apple" .
Marks Duarte
Tá ganhando quanto da Apple?
Marks Duarte
É por essas e outras que me recuso em utilizar produto Apple.
Drax
Ninguém é obrigado a comprar iPhone mas quem compra não pode comprar apps de outra loja senão a da Apple. Isso é uma prática abusiva, seja do ponto de vista do consumidor seja do mercado.Para ao consumidor é abusiva pq é venda casada, tal qual ocorre nos cinemas, onde ninguém é obrigado a ir no cinema, mas só pode comprar comida de lá.Do ponto de vista mercadologico, ela cria um monopólio, impedindo a concorrência de competir com ela mesma.
Keaton
Ek diz que o Spotify busca um tratamento igual ao de serviços como Uber e Deliveroo, que não pagam a taxa.A Apple não tem concorrentes ao Deliveroo ou ao Uber... ops.... ANTITRUST!!!
Ian Santos
Sim, iOS também é da Apple, nesse caso ou o Spotify concorda com os termos ou não lança pra eles, eles podem pensar também numa outra solução como um aplicativo na web com a maioria das funcionalidades para não precisar pagar, a questão é que eles estão em território da Apple e lá é só ela que pode ditar as regras. Acho errado qualquer órgão querer tomar decisões dentro de uma empresa privada.
LekyChan
só que é proibido vc criar outras lojas de app no iPhone, no android até tem saida, como a epic fez em não colocar seu jogo na Play Store, a pessoa que quiser tem que ir no site baixar o .apk. Por isso a maior reclamação recai na Apple. No Android eu posso "construir meu próprio estadio" no iOS não.
HolmesT
Primeiro, sim você está falando de capacidade de julgamento com base em quem tem mais dinheiro. Você, inclusive, usou exatamente este termo, então não se faça de louco:"Mas isso não quer dizer nada. Se eles tivessem bom julgamento a União Européia não estava a merda que está e com países querendo sair fora. Já a Apple, está com dinheiro saindo pelas ventas." Segundo, o Spotify surfar na onda??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkFilhote, seu fanatismo pela Apple é muito grande, não entendeu ainda que é justamente o contrário? O Spotify é um serviço aquém da Apple, não nasceu e nem existe por causa dela, sua permanência no IOS é para atender os clientes que querem usar o IOS.Veja a Netflix, como não viu saída, removeu qualquer forma de pagamento ou criação de conta pelo aplicativo do IOS e agora esses usuários tem que entrar no site da Netflix para efetuarem o pagamento, usando o app apenas como "leitor".Netflix, Spotify, não existem e nem surgiram por causa da Apple, estão lá para atender o cara que resolveu comprar um Iphone. Se elas resolverem abandonar a plataforma, terão impacto de clientes que vão as culpar por não dar suporte? Vão! Mas também a Apple perderá, um sistema não existe sem os desenvolvedores, veja o exemplo do Windows Phone.Não percebes que com práticas abusivas quem perde é o consumidor, empresas que não dependem da Apple estão começando a encher-se de suas práticas abusivas e é você, fanboy, que acaba saindo perdendo. Pare de defender o que não é defensível, já está chato pacas.
Ian Santos
Acho que eles precisam fazer como a Epic Games então e criar uma loja ou uma outra solução que funcione pra eles. Reclamam da livre concorrência mas nunca vi anúncios do Deezer no Spotify, essa é uma ideia tão absurda de livre concorrência a ponto de não fazer sentido! Jogar na casa do adversário dá vantagem ao adversário por motivos óbvios, não há nada que se possa fazer quanto a isso se o time do Spotify não tem um estádio pra mandar suas partidas.
Ayres Dib 
Não estou falando nada de capacidade de julgamento.Só acho que o Spotify está querendo surfar na onda de clientes gastões da Apple sem dar comissão a loja.
Ayres Dib 
A loja é, mas ninguém é obrigado a comprar iPhone, e quem compra é principalmente por isso.Hoje em dia duas coisas estão segura do a Apple no topo. A primeira é o pós venda. Basta entrar em uma loja com um iPhone ruim e sair com um novo em 15 minutos e ouvir um pedido de desculpas do atendente (experimente ter problemas com aparelhos Samsung e Motorola). A segunda é o ecossistema, que inclui sistema operacional e loja.Eu sou fan da Apple desde sempre, mas os aparelhos da Samsung há tempos são muito superiores a Apple, e o S10 veio pra chutar o pau da barraca. Mas infelizmente essa liberdade que tantos gostam deixou a loja uma porcaria, e isso atralada a problemas com pós venda fazem um aparelho top de linha perder em vendas pra um iPhone que não trás grandes novidades há tempos.
HolmesT
Vou repetir apenas mais uma vez, "dinheiro saindo pelas ventas" não significa capacidade de julgamento ou práticas legais. Corruptos também estão com "dinheiro saindo pelas ventas", pelo seu pensamento, eles estão certos e as leis anticorrupção estão erradas.Odebrechet também sempre teve "dinheiro saindo pelas ventas" só por isso, suas práticas eram legais?Use estes exemplos bobos para comparar situações e pensar bem nos seus argumentos, pois sinceramente, eles estão bem forçados e resumem-se ao fato de porque a Apple ganha dinheiro com isso, está certa. E um lembrete, práticas de monopólio tendem realmente a fazer empresas ganharem muito mais do que ao competir com práticas legais e competitivas.Abraços amigo.
Ayres Dib 
Sim, concordo que a Apple deve perder. Mas isso não quer dizer nada. Se eles tivessem bom julgamento a União Européia não estava a merda que está e com países querendo sair fora. Já a Apple, está com dinheiro saindo pelas ventas.
Drax
Só que no windows há outras lojas para anunciar os jogos. No iphone não. Ou seja, você é obrigado a concordar com as condições da loja se quiser vender seu app no sistema
Drax
Mas tem uma pequena diferença. É possível construir outro shopping na cidade. Até do lado desse suposto shopping aí é possível. No Iphone a loja é única.
LekyChan
creio que nenhum deles reclamaria se pouco a pouco Google e Apple não estivesse criando concorrentes para vários serviços que tem que pagar essa taxa.Ter que pagar 30% do seu faturamento para o concorrente é um absurdo, você nunca vai ganhar do seu concorrente se você mesmo o esta sustentando.
Ian Santos
Não há nada de errado, o sistema é da Apple, eles cobram quanto eles quiserem de quem eles quiserem, se não está satisfeito que saia assim como alguns jogos saíram da Steam. Mas na verdade não é que o valor esteja insustentável, como dizem, mas a ganância das empresas em lucrar mais a todo a custo que não para de aumentar nunca.
HolmesT
Bem amigo, você pode achar correto, mas as leis de proteção a concorrência, discordam. Por este motivo, vamos deixar a Comissão Européia avaliar e aí você discute com eles.Pois te garanto que a Apple perde essa, Microsoft e Google já perderam por muito menos ( A Google já foi multada até por trazer os aplicativos dela como parte das regras para uma empresa usar a Play Store em seu Android, mesmo isso não impedindo lojas de terceiros e aplicativos de terceiros).
Ayres Dib 
O que eu acho bastante desleal é capar recursos de uso. Por exemplo, o Apple Music permite download em segundo plano, já o Spotify não, precisa ficar com o app aberto e tela ligada. Isso eu acho muita sacanagem.Mas pagar para usar a plataforma é mais que correto.
Ayres Dib 
Claro que vi. Um amigo de faculdade trabalha em uma loja de bolos dentro de um shopping cuja o dono da loja é um dos maiores acionistas do shopping, e neste mesmo shopping tem mais de 5 lojas de doces.Mas o foco é que eu quis te dizer que pra sua filha não pagar aluguel você teve que comprar um shopping de R$30 milhões.O ecosistema da Apple é gigantesco, gera gastos com estudos. Pro Android foi bem mais fácil porque simplesmente esperou a Apple fazer e depois fez igual a muito pior.
HolmesT
E ainda faço um adendo, serviços como Spotify e Netflix não dependem da Apple para nada, eles existiriam independentes dela. Eles estão ali para atender os clientes que usam estes dispositivos, mas esses clientes não dependem daquela plataforma para a utilização e nem mesmo assinaram o serviço, por causa da Apple.O que torna ainda mais complicado as práticas abusivas da Apple, que força um cara que não precisaria em nada dela, a pagar para ela.
John Smith
Ok, amigo. Passar bem.
HolmesT
Ela não força? Engraçado, porque se ela não permite a existência de outras lojas e também não permite o uso de sistemas de pagamentos que não sejam o dela, isso para mim e o mundo, é forçar.Regras e práticas abusivas são diferentes, para isso vivemos em um mundo com leis, vamos deixar a comissão européia julgar e depois você debate com eles ;)Pois te dou certeza, que a Apple vai perder, assim como a Microsoft e Google perderam, por muito menos.
HolmesT
Qualquer empresa faria, por isso existem órgãos como a Comissão Européia para evitarem práticas abusivas de mercado.E meu jovem, a questão não é a Apple cobrar, é não permitir outras lojas, ou mesmo a utilização de outros meios de pagamento, para obrigar os desenvolvedores pagarem taxas para elas.E não, o Spotify não cobraria mais barato, pois na verdade ele já está ficando no prejuízo, leia a matéria, o que é apontado é exatamente isso. Como são OBRIGADOS a pagar os 30%, ou eles aumentam o preço para usuários do IOS ou assumem o prejuízo.Se você fosse dono de um serviço como o Spotify que não depende da Apple para atrair assinantes, também estaria descontente em ser obrigado a pagar para ela, sem ter alternativa de escolha, mesmo sabendo que não depende dela.
HolmesT
Não tem nada de estranho, regras de mercado, monopólio e assim por diante, aplicam-se a todas as empresas. É o pensamento mais limitado que existe esta sua frase "Ficam com o Android", práticas de monopólio aplicam-se a todos, não existe excessão a regra só porque você acha conveniente.Pergunte ao Spotify se ele prefere todas as lojas do Android ou só a App Store.- Sim, a Spotify prefere, eles mesmos responderam, está na matéria:Ao TechCrunch, o conselheiro geral do Spotify, Horacio Gutierrez, afirmou que as críticas não podem ser feitas para a Play Store, onde “a situação é completamente diferente”.Porém eles não estão dispostos a abandonar seus clientes, só porque estes usam IOS. E se fizessem, te garanto que pessoas como você, com dificuldade de entender práticas abusivas, seriam os primeiros a criticar o Spotify por não dar suporte ao IOS.
HolmesT
É diferente de existir e ser uma concorrência legal, jovens. Corrupção também existe, não quer dizer que é legal ;)Pesquisem sobre práticas abusivas e monopólio e entenderão o que é e o motivo de existirem órgãos de regulamentação.
Jefferson
Cara, isso existe sim. Inclusive eu trabalhei em uma grande rede de tecnologia, onde o dono da loja e o dono do shopping eram a mesma pessoa. E ele ainda possuia outras franquias renomadas dentro do shopping, como uma loja da Claro, por exemplo. O mundo dos negócios é mais complexo do que vc pensa. $$$
HolmesT
Amigo, primeiro que se ela obriga que usem a loja dela e a forma de pagamento dela, não permite concorrência nesse quesito.Segundo, que proibir a concorrência (outros marketplace) não é garantir qualidade, a qualidade da loja dela, nada tem a ver com a existência de um concorrente.Terceiro, você tem Steam, Epic Games, Uplay, Nuuvem e só por isso, jogos para PC não possuem qualidade? Ou você simplesmente escolhe a loja que lhe oferece a melhor experiência?Quarto, nada tem a ver a questão de aplicativos bons ou não com o fato comportamental dos usuários, existem vários estudos e exemplos de aplicativos de qualidade que cobravam na App Store e ao chegar no Android, tiveram que mudar seu modelo de negócios, pois o usuário do Android não é tão predisposto a pagar. Isso NADA tem a ver com a questão do aplicativo e sim por uma questão comportamental e cultural, ou tu sabes mais que várias empresas que já trouxeram estes estudos?Quinto, a prova que o sistema de multi lojas funciona é o capitalismo, ou você realmente acredita que se tivermos apenas um único supermercado, ou uma única loja de roupas e obrigar a todos a vender por ali, melhorará a qualidade?Desculpe, mas você realmente não entendeu o que é monopólio, recomendo pesquisar sobre.
Paulo Manso
Você é bem alienado mesmo hein, mas vou comentar só mais uma vez porque você parece ser caso perdido...Sejamos realistas, você já viu dono de shopping ter loja própria dentro do seu shopping pra vender seus próprios produtos pra concorrer com quem alugou um espaço nesse shopping? Publicamente, acho que não.E outra, Google, Amazon, Samsung também estão nessa mesma situação. Mas enfim, eles que se virem pra resolver isso legalmente. Nós meros mortais só podemos assistir e debater um contra o outro não muda em nada, nem nossas opiniões ninguém vai mudar.
Ayres Dib 
Tão limitada que é a que da mais lucro. A sua que é bem mais aberta se resultou em celulares top de linha estilo S10 rodando aplicativos de máquina de escrever.
Ayres Dib 
Vamos supor que você trabalhe arduamente e compre um shopping com 10 lojas.Você aluga 8. Uma você dá pra sua filha abrir uma sorveteria. Como você é dono do shopping, sua filha não vai ter gasto com aluguel, luz e água.Aí chego eu e alugo uma loja sua por R$5.000, e tenho que pagar água e luz.3 meses depois sua filha chega pra trabalhar e está a polícia lá na porta lacrando a loja e a acusando de concorrência desleal porque ela pode vender o mesmo sorvete que eu vendo a R$5 por R$3,50 porque ela não tem os mesmos gastos que eu.O que você acharia disso?
John Smith
A sua visão é assustadoramente limitada.
John Smith
Sim. Quem racharia o prejuízo seriam os investidores. Mas não entendi seu ponto.
Paulo Manso
Uau bela concorrência haha Spotify e YouTube Music pagam os 30% e a Apple Music fica de boa lá. Inclusive isso foi mencionado no vídeo do Spotify no site protesto referido na notícia.É justamente por isso que a senadora americana quer desmembrar gigantes da tecnologia https://tecnoblog.net/28174... a Apple e Google não poderiam manter suas lojas e, ao mesmo tempo, distribuir suas ferramentas por lá.
Ayres Dib 
Não tem nada misturado. O que é estranho é as pessoas quererem aplicar a Apple regras que já existentes no Android. Porque simplesmente as pessoas não ficam com o Android?Simples, essas regras chatas da Apple são um ímã de consumidores dispostos a gastar. As regras da Apple ninguém quer seguir, mas seu modelo de mercado lucrativo, todos querem.Pergunte ao Spotify se ele prefere todas as lojas do Android ou só a App Store.
Ayres Dib 
Mas ela não força. Ninguém é obrigado a por apps lá.A grande questão é que ninguém quer as regras da Apple, mas os lucros que ela proporciona, todos querem.
Ayres Dib 
A Apple permite concorrência, entre na App Store e pesquise por Apple Music, Spotify, YouTube Music e etc. Os concorrentes do Apple Music estão lá.A Apple apenas exige que os apps sejam disponibilizados pela App Store para manter um padrão de qualidade, que haja vista vem obtendo muito mais sucesso e lucro que Play Store.O público do Android tem menos disposição porque os apps sempre foram ruim. É uma comparação simples:
HolmesT
Desta forma, podemos pensar da seguinte maneira:O Spotify veio e investiu pesado em pesquisas, desenvolvimento e publicidade para consolidar o streaming de músicas como um serviço para o usuário final.A Apple vem e copia a idéia, criando o Apple Music e obriga a concorrente a pagar uma taxa para ela, de modo a forçar o concorrente a ser menos interessante para os usuários de um outro produto dela, seu sistema operacional.Bem vindo ao monopólio. Não é porque vive-se no capitalismo, que não existam regras para evitar monopólios e práticas abusivas ;)
HolmesT
Pois ela que cobre pelo uso de sua loja, porém não force o desenvolvedor a usar sua loja.
HolmesT
E o que isso tem a ver com monopólio? A Microsoft poderia não ter dado certo com o Windows e a Google com o Android, ainda assim, seus sistemas permitem lojas concorrentes, não o é? Pelo que vejo em seus comentários você mistura em demasiado a questão de qualidades, com outros pontos não relacionados.
HolmesT
Desde quando controle de qualidade está ligado a não permitir concorrência, jovem? A Apple pode continuar mantendo severas regras para sua loja, mas o sistema tem que permitir lojas concorrentes, impedir concorrência não é sinônimo de qualidade e sim, monopólio.E segundo, sua colocação de que as lojas do Android dão menos lucro que a do IOS, mais uma vez não remete a qualquer comparação de qualidade, o lucro menor é ocasionado pelo fato do público do Android ter menor disposição para pagar por aplicativos, o que faz com que app's e jogos foquem em remuneração por publicidade.Não confunda focinho de porco com tomada.
Ayres Dib 
Isso não é monopólio, é controle de qualidade. Se tiver muita loja, a qualidade dos apps não seria igual é hoje, prova disso é que todas as lojas Android dão menos lucro que a única do iOS. Isso claramente mostra a satisfação dos consumidores.
Ayres Dib 
Completando o que você disse, inclusive os apps do Google funcionam muito melhor no iOS do que Android.
Ayres Dib 
O produto iPhone POR ACASO deu certo e foi pago pelo consumidor, mas poderia não ter dado né? Você acha que alguém teria rachado o prejuízo com a Apple?
Ayres Dib 
Custo da Apple é zero. A App Store é de graça, servidores, engenheiros, desenvolvedores, terrenos quilométricos pra instalar os servidores, transferência de dados... tudo de graça.
Eduardo Braga
Eu achei que era obrigado usar a AppStore como meio de pagamentos, sem exceção.
Swordfish
A Apple cobra por compras "in app purchase", ou seja, toda a gestão de pagamentos são gerenciados pela loja. Eu vejo isso como extremamente justo. No caso do Uber, eles não estão usando a plataforma Apple para seus serviços de pagamento empresa - cliente, são conceitos diferentes, esse comentário do Spotify é muito incoerente, uma coisa não tem nada a ver com a outra. E ainda, se o Spotify não quiser usar a plataforma de pagamentos in app da Apple, pode assim fazê-lo.Não existe almoço grátis!!
Jefferson
Galera qualquer empresa ou pessoa no lugar da Apple faria o mesmo. Não to defendendo empresa, mas a taxa tem que ser cobrada sim. Se a Apple deixasse de cobrar esses 30~15% de taxa; duvido muito que o Spotify iria repassar esse desconto para os seus assinantes. Acordem...
John Smith
O custo de desenvolvimento do celular e do sistema já foi pago pelo consumidor que comprou o produto. Já a loja é um serviço à parte que está sendo enfiado goela abaixo do usuário/desenvolvedor que não pode sequer ter alternativa, pior que uma venda casada.Como eu comentei mais abaixo a outro usuário, concordo que a cobrança está correta uma vez que a infraestrutura da Apple referente à App Store está sendo disponibilizada para que o Spotify faça dinheiro; o que não está correto é o Spotify ser obrigado a usar esse serviço. Além disso, há a questão da concorrência desleal com um serviço fornecido pela mesma empresa que impõe essa obrigação.Já a base de usuários da App Store não foi "criada" pela Apple. Não vejo sentido em usar isso como argumento neste caso.
Magnosama
Spotify vai levar essa. Pode até demorar um pouco, mas a Apple não vai se safar dessa vez. A Comissão Européia está com sangue nos olhos pra pegar a Apple. E essa é uma ótima oportunidade pra isso.
John Smith
A cobrança da Apple pela App Store se justifica até certo ponto devido à infraestrutura que está sendo disponibilizada para download, mas a verdadeira questão aqui é o desenvolvedor ser proibido de ter alternativas a isso.Se ele quiser hospedar seu app em outro local isso não gera nenhum custo à Apple. O produto (iPhone) já foi pago pelo consumidor enquanto o serviço (App Store) não está sendo usado.Claro, isso além de que, como já foi mencionado na matéria, a Apple possui um serviço concorrente (Music) que goza de tratamento desigual quanto a essa taxa.
Macedo
se não houvesse o Apple Music seu argumento seria irrefutável...
Antony
Peraí, o produto foi comprado pra um terceiro, que deve ter liberdade pra instalar o programa que quiser em seu celular (já não é bem assim). Se o spotify tivesse a liberdade de oferecer o produto sem utilizar a infraestrutura da Apple ele o faria, porém a Apple não deixa. Que todos esses recursos são esses que vc cita? A App Store, pra download do aplicativo, acredito ser a única. E já está embutido no preço astronômico (e digo preço, não valor) dos produtos que ela vende.
Jefferson
Pense comigo:Vc cria um produto (iPhone) e cria um serviço (App Store).Vc investe em pesquisa, desenvolvimento, capital humano e etc...O produto e o serviço estão no mercado e ambos são muito bem-sucedidos.Aí vem uma empresa terceira (Spotify) e oferece um serviço pelo qual existe demanda - e consequente - lucros.Vc (Apple) vai ser tão "humilde e boazinha" ao deixar outra empresa usar todos os seus recursos e sem pagar nada a mais por isso?Bem-vindo ao capitalismo.
Paulo Manso
Lembra em 1984 em que Jobs criticava a IBM por estar se tornando um monopólio? Lembra da década de 90 em que a Apple e outras empresas acusavam a Microsoft de monopólio dos sistemas operacionais? Lembra na decada de 2000 que a Microsoft sofreu nas mãos da UE em relação ao monopólio dos navegadores?Agora vemos claramente que a Apple faz parte de um monopólio, onde cobra uma taxa (na minha opinião) alta, onde ela não permite sequer o Spotify redirecionar seus usuários para seu site para fazer pagamento por fora da App Store, onde não há qualquer outro método de instalar aplicativos que não seja pela referida loja, onde a Apple restringe o uso da Siri por exemplo a funcionar somente com Apple Music, etc.Isso é claramente um monopólio desleal. No Android a taxa é de 30% também, mas pelo menos na plataforma é possível ter outras lojas para adquirir aplicativos legalmente, vide Galaxy Store e Amazon Appstore.
Antony
Mas o app é gratuito, a Apple não deveria se intrometer na cobrança de mensalidade de um serviço que ela não tem nenhum custo. Qual o custo para a Apple, para abocanhar 30% de toda receita gerada em um ano com um usuário?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Entra no site e cria a conta oras.
Wees
Não rola, no iOS a Netflix que tirou o sistema de pagamentos do iTunes, nem link pra criar conta tem, apenas pode fazer login em contas já existentes
Paul
Sim, qualidade é uma coisa que a AppStore sempre teve(continua tendo). É a melhor loja mobile nesse quesito, mas justamente por ser fechada demais(junto com o iOS), o que impede a pirataria. Os Devs sabem disso. Pq vc acha que a Nintendo preferiu lançar o Mario lá primeiro?Tem muitas variáveis de o pq ainda HJE os Devs preferirem a AppStore, uma delas claro, continua sendo o lucro garantido, já que foi comprovado que iUsers têm probabilidade maior de comprar ou assinar um app, por exemplo. Eu msm se fosse Dev, focaria lá primeiramente.Já no Android? Muitos apps da PlayStore abusam de ADs para terem algum lucro e msm quando tem versão para as duas plataformas, na maioria das vezes é melhor no iOS.
Andre Luiz Silva
Não é justo o Spotify pagar e a Uber não.Se um paga, todos tem que pagar.
Ayres Dib 
É necessário liberdade porque as coisas não funcionam. Se você quiser editar um vídeo por exemplo você precisa baixar no mínimo uns 4 apps até achar um de qualidade mediana pra fazer o que precisa.Já na App Store é diferente. Eu não vejo como liberdade a falta de segurança e de qualidade, mas vai de gosto.Inclusive, acho que a Play Store é um dos dois motivos dos aparelhos Android ainda não terem engolido a Apple. Os Samsung série S estão fantásticos, deixando o iPhone mais moderno passando vergonha, mas infelizmente a experiência de uso de apps é sofrível, seria como ter uma Ferrari com motor de Fiat 147.
David
Se não me engano a Apple não deixa fazer isso. E parece que não deixa nem anunciar dentro do app que existe uma maneira de pagá-lo por fora.
Paul
Essa é a desvantagem, mas na real? Eu prefiro assim do jeito que é hje. Ter opção sempre será melhor.Imagina se fosse assim no Windows a partir de agora, por exemplo? Ok, tem o lance da segurança: Nem todo mundo tem noção de segurança online. Apps piratas e tal, mas isso é a consequência da ''liberdade''.
Afrânio Gabriel da Silva
Vai mesmo, e se tratando de união europeia e tecnologia, pode ter certeza que vai dar merda kkkkkkk
Ayres Dib 
Por isso que a Play Store é um lixo. Onde não tem regras a zona impera.
Paul
Se existisse tal possibilidade, tenho quase certeza que MUITOS Devs fariam isso. Mas hje no Mobile, só o Android permite(até ninguém sabe quando).
Ayres Dib 
Acho a concorrência desigual no quesito de não deixar fazer download com o app fechado ou tela apagada. Isso realmente tem que acabar.Mas a cobrança está correta. A Apple não paga taxa pelo Apple Music porque ela teve que criar um celular, uma loja, um sistema e uma base de usuário, não é justo o Spotify chegar com 1 app (que nem é tão bom) e querer usufruir dos beneficios da comunicação com o usuário as custas da Apple.
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Ao invés de assinar pelo aplicativo, coloca um link no aplicativo para assinar pelo site.
Diogo
Eita, chamou a Comissão Europeia, sinal que a treta vai ficar boa. Vou preparar minha pipoca para as cenas dos próximos capítulos...