Início » Negócios » Chefe do WhatsApp e diretor do Facebook deixam empresa após meta de unificar apps

Chefe do WhatsApp e diretor do Facebook deixam empresa após meta de unificar apps

Chris Cox foi um dos responsáveis pelo sucesso do feed de notícias; Chris Daniels era chefe do WhatsApp desde maio

Por
22 semanas atrás

Dois altos executivos estão deixando o Facebook. Chris Cox trabalhou na empresa por 13 anos e foi um dos responsáveis pelo sucesso do feed de notícias; e Chris Daniels era chefe do WhatsApp desde maio do ano passado. Ambos saíram de suas posições após Mark Zuckerberg confirmar que o WhatsApp, Messenger e Instagram Direct serão unificados com foco em privacidade.

Chris Cox e Mark Zuckerberg

Chris Cox se tornou diretor de produto do Facebook em maio do ano passado, quando a empresa passou por uma reestruturação. Este é um dos cargos mais altos: os chefes dos aplicativos do Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger se reportavam a ele.

Enquanto isso, Chris Daniels era CEO do WhatsApp. Ele assumiu o cargo depois que o cofundador Jan Koum deixou a empresa após uma disputa sobre a privacidade dos usuários. Daniels adiantou no ano passado que o WhatsApp Status terá anúncios no futuro.

Feed de notícias entrará (ou já entrou) em declínio

Zuckerberg anunciou que o Facebook vai integrar o WhatsApp, Instagram e Messenger. Será possível enviar mensagens no Direct para um usuário do Messenger, por exemplo. O CEO também promete um foco maior em privacidade, adotando criptografia de ponta a ponta.

A saída de Cox, que supervisionou o feed de notícias durante sua fase de maior sucesso, é simbólica. Isso não significa que o Facebook vai simplesmente abandonar esse recurso. Mas para Alex Stamos, ex-diretor de segurança na rede social, isso é um sinal de que o feed de notícias entrará — ou já entrou — em uma fase de declínio. Por isso, Zuckerberg estaria mudando os rumos com uma nova estratégia.

Cox explica em comunicado que o Facebook está criando “uma rede de mensagens criptografada e interoperável”, e que este projeto exigirá “líderes entusiasmados em levar a cabo essa nova direção”.

O cargo de Cox não será preenchido por enquanto. Em vez disso, Javier Olivan ficará responsável por integrar o WhatsApp, Messenger e Instagram; ele era vice-presidente de crescimento (área focada em atrair e reter usuários). Will Cathcart será o novo chefe do WhatsApp, deixando o comando do aplicativo do Facebook para Fidji Simo.

“Esta é uma mudança significativa para este começo de um próximo capítulo, na construção de uma base social centrada em privacidade para o futuro”, diz Zuckerberg em comunicado.

Com informações: The Verge, Engadget.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.