Início » Negócios » Apple rebate acusações do Spotify sobre concorrência desleal

Apple rebate acusações do Spotify sobre concorrência desleal

Para a Apple, o Spotify quer ter os mesmos benefícios dos aplicativos gratuitos na App Store

Emerson Alecrim Por

A Apple não demorou para responder às acusações de práticas anticompetitivas que o Spotify levou à Comissão Europeia nesta semana. Em um extenso comunicado publicado em seu site, a companhia de Cupertino rebate com outra acusação: a de que, mesmo sendo pago, o Spotify quer ter os mesmos benefícios de um aplicativo gratuito.

Apple

Oficialmente, a briga começou na quarta-feira (13), quando Daniel Ek, CEO e fundador do Spotify, divulgou uma carta aberta para reclamar do que ele chama de "taxa Apple": trata-se de uma porcentagem que a Apple cobra pelas assinaturas em serviços efetuadas a partir da App Store.

Via de regra, funciona assim: independente do serviço, a Apple fica com 30% do valor pago pelo usuário; se a assinatura for mantida por mais de um ano, essa porcentagem cai para 15% (a Apple reclama de esse último detalhe não ter sido mencionado pelo Spotify).

Ek não concorda com essa cobrança e outras regras da App Store por entender que elas prejudicam a inovação e a concorrência na plataforma. Para ele, o Spotify fica em uma situação delicada: ou aceita arrecadar menos por conta da taxa ou repassa a cobrança para o usuário na forma de aumento de preços, mas isso colocaria o serviço em desvantagem em relação à Apple Music.

Pois bem, em sua carta, a Apple enfatiza que a App Store ajudou a criar milhões de empregos e já gerou mais de US$ 120 bilhões para os desenvolvedores de aplicativos. Além disso, para o usuário, ela é tida como uma plataforma segura.

A Apple complementa essa afirmação dizendo esperar que mais empresas de aplicativos prosperem na plataforma, inclusive concorrentes — "porque elas nos levam a ser melhores". Na sequência, a companhia diz que o Spotify quer algo diferente:

"Depois de anos usando a App Store para fazer o seu negócio crescer de modo significativo, o Spotify busca ficar com todas as vantagens do ecossistema da App Store — incluindo a receita substancial que a empresa gera por lá —, mas sem contribuir para esse marketplace".

No argumento seguinte, a Apple foi ainda mais taxativa: "ao mesmo tempo, o Spotify distribui as músicas que você ama enquanto faz contribuições cada vez menores para os artistas, músicos e compositores que as criam — chegando inclusive a levá-los aos tribunais".

Daniel Ek

Daniel Ek

Mas, certamente, o argumento mais agressivo é o de que o Spotify quer usufruir dos benefícios dados aos aplicativos gratuitos. A Apple explica: a App Store não cobra nada de aplicativos que geram receita apenas com publicidade ou que vendem produtos ou serviços (como apps de entregas), apenas de apps que usam o sistema de compras da plataforma para comercializar itens ou serviços (os 30% ou 15% entram aqui).

Na mesma carta, a companhia rebatou outras queixas de Daniel Ek, como as insinuações de que a Apple frequentemente bloqueia o acesso a atualizações e recursos do Spotify:

"Aprovamos e distribuímos cerca de 200 atualizações de apps em nome do Spotify, resultando em mais de 300 milhões de cópias baixadas do aplicativo. Somente solicitamos ajustes quando o Spotify tenta evitar as regras que todos os aplicativos devem seguir".

Esse é um embate que promete ir longe. As queixas, vale relembrar, devem ser analisadas pela Comissão Europeia, que costuma olhar para casos como esse com bastante seriedade.

O Spotify criou o site Time to Paly Fair para expor os seus argumentos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@Sckillfer
De que adianta um serviço que pague bem os artistas e não tem base de usuário pra se manter? Pirataria voltar a crescer? Tidal está aí, tu usa?
raphael_silva
Engraçado, anos e anos sem lucro e a empresa continua aberta, estranho, né? Não existe marmita de graça rs
Diego Andrade de Mendonça
Não necessáriamente, na loja do Google o vendedor não é obrigado a usar os meios de pagamento da Play Store para gerenciar assinaturas, na App Store sim.
Carlin
Vai ser uma briga interessante, se o Spotify sair vitorioso, esse tem tudo pra ser o ano da revolta dos demais app com a Apple Store, vamos ver como vai ficar isso ai! Sinceramente a Apple e similar ao Google e seus serviços, o "único" problema é que a Apple conseguiu fazer com que a sua estrategia realmente desse lucro!!!
Frederico Martins
Mimimi.
Raul Amoretti de Souza
É aí que tá se tem venda de produto digital a Apple exige q seja pelo meio de pagamento dela com pena do app ser retirado da loja!É muito absurdo! A Netflix tem o mesmo problema!
John Smith
E sobre a concorrência Apple Music x Spotify, Apple?
johndoe1981
Uma das inúmeras vantagens do Android sobre o iOS é essa: poder instalar apps por fora da loja oficial do ecossistema, ou mesmo ter outras lojas de apps. E nem ligo pro Spotify quando se tem Deezer e Play Store/YouTube Music, com catálogo maior e interface de app muito mais intuitiva.
Thiago
No Android apesar de existir a taxa, o Spotify não é obrigado a usar o m’etodo de pagamento do Google, j’a no caso da Apple eles são obrigados.
Rafael Moreira
Se falir o jeito será voltar para o Spotify.
Zanac_Compile
E daí? Google também tem serviço de música, faz um monte de prática pra forçar a usar os serviços dele, o YouTube enche o saco todo dia pra clicar em pagar. É desleal ter um monte de serviços nativos no seu ecossistema. A Microsoft tem uma loja própria no Windows, nativa, desleal com o STEAM.a Apple tem uma vantagem pq foi bem sucedida na loja que criou, esse modelo que existe desde o APTGET no Linux anos 90, porém remodelada e nem sucedida na Apple. É inegável que o Spotify se projetou em cima disso.A culpa do Spotify cobrar mais do artista é da Apple?É muito fanatismo desse povo....A resposta da Apple deu de relho, vamos ver se o Spotify co segue responder o golpe?
JK
Fácil falar que o Spotify remunera menos os artistas ignorando que ele cobra o mesmo que o Apple Music pra se manter no mercado, porém sua receita pelos mesmos serviços é 30% menor pra pagar a margem da Apple, 30% do faturamento de uma empresa para "manter a qualidade da store", really? Apple pode pagar mais porque ganha 30% a mais, simples.
JK
Errado, o jogo fica desigual sim, porque ela pode pagar mais aos artistas, como ela mesma falou, já que não paga 30% ou até direcionar investimentos pro seu serviço, enquanto outros serviços de Streaming precisam dar 30% do faturamento da fonte pra ela. US$ 9.99 viraria US$ 6.99.
FastSloth87
Tenho certeza que o Spotify (e a grande maioria dos apps pagos) ganha mais dinheiro na App Store. Quem compra produto da Apple tem, obviamente, mais dinheiro e está mais disposto a pagar. Sair da App Store é um tiro no pé, de calibre 12.
Zanac_Compile
Se duvidar o Spotify lucra mais na Apple com 100 milhões de celulares do que com o Android que domina o mundo com 99999 bilhões de celulares.O Spotify usa da loja que tem uma projeção inegável, alavanca seu negócio é agora faz cu doce. De outro lado explora descarado os artistas.Prega moral de cueca.Spotify é excelente. AppStore é excelente. Ambos são ótimos modelos de negócio.Seria lindo o Spotify sair. Gostaria de ver na prática as consequências.
Cassiano Calegari
Na verdade a Apple praticamente criou o mercado de música com o iTunes, a meu ver eles virarem uma plataforma de stream era algo inevitável, porém esse não é o ponto.Isso é literalmente o que o Google vem fazendo a anos, eles tem serviços meia boca de praticamente qualquer coisa e surfam no fato de que a plataforma é deles pra vender os produtos.Não tem nada de errado com essa estratégia e ela não é desleal só porque a empresa tem benefícios por ser dona da plataforma. O mercado não é um campo perfeitamente nivelado e você precisa ter diferenciais além de simplesmente oferecer o mesmo serviço (o que o Spotify tem), isso se chama inovação e ter empresas forçadas a inovar para sobreviver ou atingir o mercado é o que faz os produtos evoluirem.Se o Spotify não pode bater na margem de lucro, então eles precisam pensar em formas alternativas de cobrança ou em funcionalidades que justifiquem a diferença. Chorar porque o mercado é injusto não apenas não leva a lugar nenhum, como demonstra uma profunda incapacidade gerencial e de desenvolvimento do produto.
Uriel Dos Santos Souza
Spotify não tem lucros. Só prejuízo.Teve um lucro agora, mas foi por isenção de imposto. Coisa que não vai se repetir!Mais de 10 anos sem lucro.Os 15% nesses 10 anos poderiam fazer muita diferença!Que cobrem 6% ou menos da mensalidade!O sistema de pagamentos não é caro deste jeito! 4 ou 5% da mais que bem pago!
Uriel Dos Santos Souza
Como pagar melhor se a plataforma só tem prejuízo? teve um lucro operacional num país! Por causa de não pagamento de impostos! uma vez só!E ano que vem não tem mais!Esses 15% mensais fazem muita diferença em!Daria pra ter lucro e quem sabe pagar melhor os artistas!
Uriel Dos Santos Souza
Ela cobra 15% das outras e dos apps dela não tem isso! Dando vantagem de 15%, ou no preço, ou no pagamento a artistas ou em propaganda!Assim é fácil ganhar dinheiro!
Uriel Dos Santos Souza
Infelizmente tidal ta falindo. Exatamente por pagar a mais pros artistas!
Uriel Dos Santos Souza
Nem tudo a apple precisa ter! Ponto final! Pra tudo que ela percebe que da dinheiro ela quer um serviço para concorrer com quem já esta na plataforma dela. Mas sempre na vantagem ai é desleal.
Uriel Dos Santos Souza
Não pune nada! Incentiva outras empresas a criarem. Nem tudo a apple precisa ter !
Diogo
Uma coisa não impede a outra. Dá pra reclamar das duas coisas ao mesmo tempo.
uB.
Então, da mesma forma q a Apple reclamou do Spotify n ter mencionado a questão da assinatura ficar mais barata após um ano, tô reclamando da Apple não ter mencionado que não é totalmente grátis publicar apps gratuitos na loja. :D
Jedielson Almeida
Isso não é a taxa de ser desenvolvedor e pode publicar apps? que eu saiba e lembre, esse valor é pra manter apps na loja pois a Apple alega que tem uma equipe que verifica manualmente (claro que não todos) os apps submetidos antes de liberar na loja.
Keaton
Querendo ou não? Sei não... eles não podem abusar da função de dono da loja para prejudicar uma concorrente direta desta forma. Dalhe antitruste, Spotify!
uB.
Apple cobra sim pra quem tem app gratuito e custa $99 por ano, se n pagar, app é removido da loja.
Cassiano Calegari
Não é concorrência desleal. Você pode explorar comercialmente o seu próprio ecossistema/plataforma (é para isso que elas existem). Assim como o dono de um shopping não precisa pagar aluguel para si mesmo se ele quiser colocar uma loja dele no seu próprio shopping, a Apple não precisa pagar taxas para si mesma ao vender seus apps na store (nem seria possível).O que você propõe é que a Apple isente de taxas de transação todos os concorrentes diretos deles porque os serviços deles não pagam? Isso só incentivaria a Apple a não produzir novos produtos/serviço, além de ser uma facada no coração do livre mercado.
Cassiano Calegari
Isso não só não resolve, como só piora as coisas. De fato pela Apple ser detentora da plataforma ela indiretamente não paga esse % nos serviços dela (o mesmo com o Google, Amazon, Samsung...), mas punir a empresa por isso desestimula a inovação e a criação de novos serviços, além de ser uma atitude prejudicial ao mercado.Jogar em casa é uma vantagem, mas não quer dizer que não existem outros diferenciais e outras formas de ganhar o jogo (O google nunca decolou no mercado de música, apesar de estar jogando em casa no Android e não precisar pagar as taxas da mesma forma)
tuts
Sabe outro tipo de app que a Apple não cobra nada? Sim, os aplicativos próprios, a Apple music, categorizando sim concorrência desleal já que você não pode fugir da loja colocando teu app em outra loja, A não ser que a Apple esteja disposta a doar 15% da grana que ela ganha pra instituições de caridade pra equalizar as coisas ela sempre vai ter 15% a mais de lucro ou um Apple music 15% mais barato ou 15% a mais pros artistas e gravadoras, com isso não dá pra concorrer, o spotify está certinho, e todas as outras empresas de streaming deveriam processar por concorrência desleal.
#VAICORINTHIANS
Não funciona assim, a partir do momento em que uma empresa tem grande reserva de mercado, o governo pode e deve regular para que a mesma não prejudique os concorrentes. Neste caso, o spotify deve sim ganhar a ação, a apple é detentora de uma plataforma de streaming, logo em tese, o servico dela nao paga comissao, e assim deveria ser com os concorrentes para não ser anti competitivo,por mais que a loja seja dela. Se não futuramente ela cria centenas de servicos similares aos concorrentes e engole todo mundo. Hoje é o spotidy e netflix, amanha é o ifood, rappi...Ou quem ela bem entender. Ai só vai existir a apple e seus serviços, aliás isso é ilegal, quando uma empresa usa de seu poder mercadologico, pra engolir todo o ecossistema envolta dela.Basta ver o exemplo dos correios, o mesmo nao paga "impostos" para o governo, alias até paga, mas como é um serviço estatal, é indiferente no final das contas, o que torna os outros servicos bem mais caros.
Cassiano Calegari
Até onde eu sei no Android não é possível, só por PC. Não?
Cassiano Calegari
Na verdade não faria diferença, porque o Google cobra a mesma taxa: https://support.google.com/...Na pior das hipóteses abriria margem para a Apple criar concorrentes próprios para os serviços (como ela já faz com Apple Music)
Franco Luiz
E so junta com netflix e as outras q andam reclamando , sao empresas grandes q tem publico enorme a galera ia xingar a apple tanto q a apple ia sair da zona de conforto
Lord Cheetos
Se uma quantidade razoável de empresas que não concordam com a taxa se retirarem ao mesmo tempo a Apple sentiria o impacto, mas se for só uma fica difícil.
Lord Cheetos
Oferta e demanda, não é o Spotify que escolhe o preço e sim o mercado, se eles aumentarem provavelmente terão menos lucro e menos dinheiro para os artistas. Só é viável aumentar o preço se o lucro for maior ou igual ao atual.
Cassiano Calegari
Seria um tiro no pé gigante para o Spotify, é mais fácil (e muito mais barato) que os usuários migrem do Spotify para o Apple Music do que troquem de smartphone/OS
Cassiano Calegari
Esse valor inclui toda a gestão do pagamento, reembolsos e relacionamento com o cliente. O Spotify pode fazer como o Netflix ou outras plataformas e não oferecer compra pelo app, mas se ele quiser oferecer, precisa respeitar as diretrizes de segurança e de cobrança da loja.Na App Store se você quer pedir indenização ou cancelar uma assinatura, nada é feito com o desenvolvedor. Todo o procedimento é direto com o suporte da Apple e pelas configurações do iTunes, isso da uma vantagem para o consumidor que não fica à mercê de políticas dos desenvolvedores, além de ser um processo bem tranquilo. Por outro lado, isso tem um custo para o desenvolvedor e, se utilizar esse modelo, não é possível contornar.Parece que eles querem ter as vantagens de usar a plataforma de pagamentos da Apple sem as desvantagens e sem contribuir, realmente não faz sentido.Considere que na semana passada o Spotify foi condenado a aumentar os royalties dos artistas, parece que eles simplesmente estão tentando jogar o prejuízo pro outro lado e penalizar o parceiro pela condenação.
Credulos
Ela não obriga, a Netflix usa seu sistema de pagamento e login totalmente independente da Apple Store atualmente, o Spotify só deveria fazer o mesmo.
A questão é essa. Passa pela plataforma da Apple. A Apple até onde sei obriga aos apps a passar por eles. E isso é ridículo. E depois cobrar mais 15% em cima é ridículo. Uma pena o Spotify não ter alternativa.
Renan Maia Fernandes
Tem, a política da Apple Store é bem clara, se o aplicativo oferece um serviço de assinatura mensal, tem que passar pela plataforma financeira da Apple, com exceção de aplicativos como o Uber e iFood, o que o Spotify quer é usar a plataforma da Apple de graça, usufruindo de toda a infraestrutura da Apple Store.É como se vc vendesse maça e seu vizinho começa a vender maça também na sua loja, vc cobra um pouco dele pra usar seu espaço e sua estrutura, banheiro e espaço e dai ele não quer mais pagar nada pra vc, mas quer continuar vendendo maça usando seu banheiro de graça.
LekyChan
o netflix já o fez, não é possível assinar ela ou até mesmo criar conta pelo iOS, tendo que fazer isso por um PC ou pelo android
Renan Maia Fernandes
Dependendo sim, primeiro que não ficaria bem mais cara, segundo, ninguém trabalha de graça, do que adianta eles ganharem da Apple o processo, passar a deixar de pagar a taxa da Apple e continuar a mesma mixaria que paga aos artistas, isso porque ela já foi condenada por isso em tribunal, então se subir um pouco o valor e pagarem melhor os artistas que escutamos todos os dias, sim, eu pagaria.
Rafael Moreira
Prefiro Tidal Hi-Fi/MQA. Além da faixa de áudio ser de boa qualidade comparado aos outros serviços de streaming, remunera melhor os artistas musicais. Único contra é o preço da assinatura.
Não tem razão a Apple cobrar 15% por uma taxa de assinatura...
@Sckillfer
Tá, tu quer que ele pague melhor os artistas, mas quer pagar uma assinatura bem mais cara pra isso?
Leonardo Feelckins
seria um baita impacto caso o spotify resolvesse se rebelar dessa forma tão extrema. dá até vontade de ver, rsr
Renan Maia Fernandes
Acho que o Spotify deveria estar se preocupando mais em remunerar melhor os artistas, dar mais incentivos pra conteúdo no serviço e melhorar sua plataforma do que arrumar picuinha com a Apple estando meio errada nos seus argumentos.
Franco Luiz
Querendo ou nao a loja é da apple ela cobra o quanto quiser é so o spoti e os outros q se sentirem lezados sair da plataforma dependendo do peso das empresas a apple vai voltar de rabo abanando atras