Início » Brasil » Anúncio da Netflix que brincava sobre “roubar o Wi-Fi” é suspenso pelo Conar

Anúncio da Netflix que brincava sobre “roubar o Wi-Fi” é suspenso pelo Conar

Para o Conar, campanha veiculada pela Netflix pode levar pessoas a cometerem atos ilegais

Por
30 semanas atrás

A Netflix costuma divulgar anúncios bem criativos sobre seu serviço. Um deles, porém, foi suspenso após o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) entender que consumidores poderiam ser levados a cometer um ato ilegal: roubar Wi-Fi.

Tudo começou com um anúncio veiculado em elevadores de prédios residenciais em São Paulo. A peça contava com a seguinte frase: “Hoje é dia de roubar o Wi-Fi do vizinho para maratonar”. O material parece inofensivo, mas chegou à organização que analisa campanhas veiculadas no país.

O Conselho de Ética do Conar abriu, em dezembro de 2018, um processo para analisar o anúncio. A ação foi iniciada após um consumidor denunciar a peça por entender que a mensagen incitava as pessoas a cometerem um ato ilegal.

A Netflix argumentou que o anúncio apresenta linguagem com “óbvio bom humor” e que não estimula irregularidades. O Conar, no entanto, concordou com o consumidor e determinou a suspensão da campanha.

A empresa chegou a recorrer da decisão e a apresentar novos argumentos, como prevê o regulamento do Conar. O Conselho de Ética analisou o material mais uma vez na semana passada e, ainda assim, manteve a sentença anterior. Com a decisão, a Netflix fica impedida de exibir a campanha em qualquer local.

Com informações: Meio & Mensagem.

Mais sobre: ,