Início » Negócios » Apple Card é um cartão de crédito com visual minimalista e cashback

Apple Card é um cartão de crédito com visual minimalista e cashback

Cartão de crédito da Apple traz ainda integração total com o iPhone e não cobra anuidade

Emerson Alecrim Por

Oferecer o Apple Pay já não é suficiente. Nesta segunda-feira (25), Tim Cook e sua turma anunciaram um cartão de crédito convenientemente chamado de Apple Card. A novidade promete benefícios muito atraentes. O cartão não tem cobrança de anuidade e oferece um interessante programa de cashback, por exemplo.

Apple Card

O cartão é incorporado ao Apple Wallet do iPhone e, obviamente, funciona de modo integrado ao Apple Pay. Apesar disso, a Apple não abriu mão de uma versão física: o cartão “de verdade” é feito de titânio, tem visual minimalista e nome do usuário escrito a laser.

Informações como sequência numérica e CVV (código de segurança) não estarão visíveis no cartão físico, mas estarão armazenadas no chip deste, bem como poderão ser consultadas no Apple Wallet.

A solicitação do Apple Card poderá ser feita a partir do iPhone. Em questão de minutos, o cartão digital já estará criado, garante a Apple. O suporte ao usuário será prestado 24 horas por dia via Messages.

Apple Card no iPhone

Ainda de acordo com a Apple, o cartão de crédito foi criado para que os clientes possam “levar uma vida financeira mais saudável que começa com um melhor entendimento de seus gastos”. O Apple Wallet vai exibir detalhes de cada transação, como endereços de lojas e datas de compras, usando aprendizagem de máquina e serviços como Apple Maps para classificar corretamente as informações.

Cada compra será organizada automaticamente em categorias como alimentos e bebidas, compras, entretenimento, entre outras. Os usuários do Apple Card contarão ainda com relatórios semanais e mensais para acompanhar os seus gastos.

Mais interessantes, porém, são os benefícios financeiros, começando pelo programa de cashback Daily Cash. O usuário receberá de volta 2% de cada transação com o Apple Card realizada a partir do Apple Pay. Para compras em serviços da Apple (como a App Store), o cashback é de 3%. Em transações feitas com o cartão físico, o retorno é de 1%. Os valores são creditados diariamente.

Além disso, não há cobrança de anuidade, de taxas para transações internacionais ou de estouro de limite. Caso o usuário perceba que não poderá pagar uma fatura na íntegra, poderá parcelar o pagamento com juros baixos. Não haverá cobrança de multa em caso de atraso.

Apple Card no Wallet

O Apple Card vem com bandeira Mastercard, tem aceitação global e é gerenciado pelo Goldman Sachs. O grupo financeiro, assim como a própria Apple, afirma que não usará os dados dos clientes para fins de publicidade. As transações serão validadas via Face ID ou Touch ID, com a análise sendo feita no aparelho do usuário. A Apple diz que não saberá o que o usuário comprou.

A novidade vai ser lançada nos Estados Unidos nas próximas semanas. Por ora, não há informação de disponibilidade em outros países.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce

Não foi citado na matéria que atraso no pagamento teria juros. Apenas o parcelamento. Me baseei nisso.

kadu

Não cara, os juros incidem sobre atrasos. Se atrasar a fatura, vai pagar juros.

rapaz

O único cartão que quando você atrasa, não tem dívida, tem feature!

Caleb Enyawbruce

Aí é uma informação nova pra mim. Na matéria não citou isso.

Eliã Faustino von Randow

Não tem multa, mas tem juros, são coisas diferentes, quando vc atrasa a fatura geralmente tem uma multa pré fixada e juros diário.

Leandro Nascimento

tim beta cheguei HAHAHAHAHA

PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Um HUB de serviços que já existem em outros provedores e muitas vezes com qualidade melhor que os da Apple, mas os dela são travados pro ecossistema dela, até onde isso é bom eu não sei, uma hora o povo fica de saco cheio de não poder usar nada da Apple em outro hardware.

Frederico Martins

Será por isso que a Wallet tá instável desde semana passada???

Omar

Já tiver cartão de crédito do City com cash back. E isso lá pelos idos de 2005/2006.

João Carlos

cartâo de credito e um roubo só a pessoa gasta pra envia o dinheiro pro cartâo depois que usa o dinheiro que a pessoa colocou no cartâo tem que pagar a fatura porra a pessoa já gasta dinheiro por isso quando eu fasso uma compra eu prefiro por boleto bancaria que já a compra toda e ja gasto o meu dinheiro eu nâo preciso me preocupar com cartâo de credito

Carlin

Acho que não, a Apple consegue segurar o serviço mesmo estando dentro da sua própria bolha. Um exemplo é o Apple Music onde o maior número de usuários fazem uso do serviço no seus aparelhos Apple, embora exista o app para android! Além do mais a Netflix precisa assegurar a presença do seu serviço nas mais diversas plataformas, a Apple não precisa tornar o Apple TV+ a sua principal fonte de receita, mas sim algo que inicialmente "se pague, e possa vir a gerar algum lucro um dia", a Netflix tem 100% da sua receita advinda de novos usuários.

Fábio Valentim

iCard

Thiago Moskito Antonucci

Nossa, que inovador! Como é mesmo o nome, cartão de quédito? Como é?

Cond Ametista

Vou te dar um exemplo claro a Netflix deu certo pois ela e multiplataforma.
Apple com um serviço desse só nos Iphone, ipad - iphin rsrs da vida ,. humm

Fail em 2 anos , vai sair do ar em menos de 2 anos ok

raphael_silva

Pra quem tem dois carros que juntos dão aprox. 1 milhão de reais e que só usa gasolina podium, eu considero abonado kkk

Exibir mais comentários