Tecnoblog

Facebook deve perder exclusividade em alguns jogos da Libertadores após críticas [atualizado]

O Facebook conseguiu um feito histórico no fim de 2018: a transmissão exclusiva de dezenas de jogos da Copa Libertadores para a América do Sul. A cobertura, que deveria beneficiar torcedores, foi alvo de críticas e, após seis jogos, poderá voltar às mãos de emissoras de TV.

De acordo com o UOL, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) retirará a exclusividade do Facebook nas partidas que acontecem às quintas. A decisão teria sido motivada por questões técnicas e publicitárias, após um retorno negativo quanto à qualidade da transmissão.

Atualizado em 27/03: a Conmebol decidiu manter com o Facebook a exclusividade dos jogos das quintas-feiras, mas cobrou melhorias na transmissão.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Com o fim da exclusividade, Fox Sports e SporTV estariam interessados em dividir a transmissão desses jogos. O primeiro estaria em negociações bem avançadas e aguardando apenas um direcionamento interno para oficializar o acordo, o que pode ocorrer esta semana.

A Globo, proprietária do SporTV, teria chegado a um acordo com o Fox Sports para que os dois canais pudessem transmitir ao menos um jogo cada nas quintas-feiras.

Segundo o UOL, executivos da Globo estão “agradecidos a Deus” por conta da decisão da Conmebol. Eles entendem que, com um jogo a mais nas quintas, o canal poderá vender espaços comerciais que não estavam previstos anteriormente.

Conmebol e Facebook negam mudanças

Ainda que nos bastidores a decisão seja tomada como certa, Conmebol e Facebook garantem que a exclusividade seguirá valendo até 2022. A confederação afirma estar comprometida em levar o futebol a todos os lugares.

“O Facebook, a maior rede social do mundo, tem os direitos exclusivos de transmissão de partidas da Conmebol Libertadores das quintas-feiras até o ano 2022”, informa, em nota, a confederação.

“Estamos felizes em colaborar com o Facebook para alcançar o maior número de torcedores, trabalhando para encontrar oportunidades que facilitem essa transição para um novo modo de viver o futebol na era digital”, continua a Conmebol.

Em nota assinada pelo diretor de parcerias em esportes para a América Latina, Leonardo Lenz Cesar, o Facebook afirma que tem “os direitos exclusivos de transmissão dos jogos das quintas-feiras da Libertadores até 2022”.

“Embora mudanças possam gerar alguma resistência, somos corajosos não apenas pelo número de pessoas assistindo à Libertadores no Facebook Watch – mas pela forma como os torcedores estão se reunindo em nossa plataforma para interagir uns com os outros e participar das transmissões”, continua a comunicado.

“Seguiremos ouvindo o feedback dos fãs e trabalhando de perto com a Conmebol para oferecer uma experiência de assistir aos jogos altamente interativa e social no Facebook Watch. Continuaremos também a explorar novas formas de aumentar o número de pessoas que têm acesso a esse esporte”.

A informação do blog do Eduardo Ohata, no Yahoo, aponta para algo diferente: os executivos da rede social, inclusive os do Brasil, estariam buscando uma emissora de TV para fechar uma parceria pelas transmissões.

Nas duas primeiras rodadas da Libertadores, o Facebook transmitiu seis jogos, incluindo o confronto entre Cruzeiro e Huracán-ARG. Segundo o Olé, a audiência teve pico de apenas 22 mil espectadores simultâneos na Argentina. No Brasil, o número chegou a cerca de 250 mil. O outro jogo de um clube brasileiro foi Athletico Paranaense e Jorge Wilstermann-BOL.

Caso o acordo com Fox Sports e/ou Globo seja confirmado, a Conmebol teria de pagar uma indenização ao Facebook pela perda da exclusividade.

Procurado pelo Tecnoblog, o Fox Sports preferiu não se pronunciar sobre o assunto. Até a publicação do post, não tivemos um retorno do SporTV. O texto será atualizado se a empresa enviar seu posicionamento.