Início » Telecomunicações » Apple TV+ e app Apple TV formam estratégia para concorrer com Netflix

Apple TV+ e app Apple TV formam estratégia para concorrer com Netflix

Apple TV+ será streaming com séries originais; app Apple TV vai reunir conteúdo do Amazon Prime Video e Hulu (não Netflix)

Felipe Ventura Por

A Apple está adotando uma estratégia de duas vertentes para concorrer com a Netflix: ela terá um serviço de streaming com séries originais chamado Apple TV+; e vai atualizar o app Apple TV para reunir conteúdo do Amazon Prime Video e Hulu, além de canais de assinatura como HBO e Showtime através do Apple TV Channels.

O evento da Apple trouxe ao palco diversos atores e diretores famosos que estão criando conteúdo para o Apple TV+. Steven Spielberg apresentou a nova versão de Amazing Stories, série de histórias sobre ficção científica exibida na década de 80; enquanto Reese Whiterspoon, Jennifer Aniston e Steve Carrell trouxeram detalhes sobre The Morning Show, drama sobre os bastidores de um programa matinal.

J.J. Abrams e Sara Bareilles oficializaram a série musical Little Voice, em que uma jovem se encontra como artista e como adulta através da música. Jason Momoa (de Aquaman) e Alfre Woodard falaram sobre See, que ocorre em um futuro no qual as pessoas se tornaram cegas após uma epidemia de vírus.

O comediante Kumail Nanjiani apresentou Little America, antologia que reunirá histórias de imigrantes. E haverá uma série infantil no universo da Vila Sésamo chamada Helpsters. O Apple TV+ também vai incluir conteúdo original com Aaron Paul (de Breaking Bad), Brie Larson (Capitã Marvel), Damien Chazelle (diretor de La La Land), Spike Lee, Sofia Coppola, M. Night Shyamalan, entre muitos outros.

Quanto vai custar o Apple TV+? Em quais países ele estará disponível? A Apple ainda não revela: ela diz que preço e disponibilidade serão divulgados no terceiro trimestre.

App Apple TV é atualizado e chega a mais dispositivos

Sabemos mais detalhes sobre o novo app Apple TV. Seu foco estará em organizar séries, filmes, conteúdo para crianças e esporte ao vivo reunindo os serviços que você já assina. Por exemplo, quem assina Amazon Prime Video verá recomendações de séries como A Maravilhosa Sra. Maisel; quem assina Hulu verá sugestões como The Handmaid’s Tale.

O app Apple TV vai oferecer sugestões de séries e filmes vindos de 150 serviços de streaming; além de serviços que permitem fazer streaming de canais de TV, como PlayStation Vue, DirecTV Now e Canal+. A ausência mais notável é a Netflix, que não participará do aplicativo.

Haverá uma seção separada para filmes, permitindo alugar ou comprar títulos da iTunes Store. A aba Kids reunirá conteúdo voltado para crianças. E a área Esportes vai exibir jogos em transmissão ao vivo (caso o usuário assine um serviço para tanto).

E teremos também os Apple TV Channels: basicamente, será possível assinar serviços como HBO, Showtime e Starz diretamente a partir do app Apple TV. Não será necessário baixar apps adicionais nem criar uma nova conta; a assinatura será cobrada no seu cartão de crédito, e o conteúdo será integrado às sugestões de séries e filmes. Isso estará disponível a partir de maio nos EUA.

O app Apple TV será distribuído para o iPhone, iPad e Apple TV em mais de 100 países através de uma atualização de software em maio. Ele estará disponível nas smart TVs da Samsung no segundo trimestre; chegará ao macOS no terceiro trimestre; e virá futuramente às TVs da LG, Sony e Vizio, além da Amazon Fire TV e Roku.

Além disso, as smart TVs mais recentes da Samsung, LG, Sony e Vizio ganharão suporte a AirPlay 2, permitindo reproduzir conteúdo do iPhone, iPad e Mac.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

fan

Pra quem assina varios separamos sim, mas usando a plataforma da Apple cada um sairia por 9.99.... pra quem assina variar vele a pena...

@BlogDoDourado

Eduardo Braga

É que ele perguntou sobre o Android, achei que tava falando de Android TV, e pelo que vi das anunciadas só a Sony usa.

Paulo Manso

Exatamente! Mesma coisa do YouTube TV e do PlayStation Vue.

Tarcisio Nunes

Pelo q deu pra entender vc pagara o serviço da apple e mais os extras.. acho q saira mais caro

Eduardo Trindadde

Nenhuma novidade nos EUA. O YouTube TV oferece assinatura de canais pagos! A Apple so quer pegar participação (%) de assinaturas de terceiros.

Eduardo Trindadde

A Netflix assim como o Spotify não vai se deixar levar pela habilidade da maçã de cobrar % por serviços assinados na sua plataforma.

Uriel Dos Santos Souza

Apple não é mais uma empresa de tecnologia!
Ta como a MS virando empresa de serviços!

Cond Ametista

Vai morrer em 2 anos ou mais , quer apostar ?

Caleb Enyawbruce

Ué, a matéria cita um monte de marca de TV

Caleb Enyawbruce
“Steven Spielberg apresentou a nova versão de Amazing Stories, série de histórias sobre ficção científica exibida na década de 80”


Ah não!! Não vou assinar esse serviço, mas vou ter que dar um jeito de assistir essa maravilha. Ahhhh!!😬😬😬

Zanac_Compile

Pois é, e mesmo assim Netflix não é ruim aqui

Alessandro

Se eu entendi bem, a Apple chegou na frente. Ela está agregando vários serviços em um só e dando um leve desconto. Se for isso, está faltando se integrar com dispositivos Android e Windows por exemplo.

Felipe Liʍa

O problema e q os servicos de TV tem contratos por paises. Por exemplo sao os acervos da Netflix, Amazon, q e bem diferente dos EUA e Brasil

Zanac_Compile

Acho que não, Apple Music e o iTunes para filmes, tem amplo suporte em português. O aplicativo TV tb tem suporte a serviços do Brasil.

Acho que eles vão lançar algo preparados pra o mundo todo. Nesse negócio!! Pois em outros, realmente a Apple foca só no USA.

Exibir mais comentários