Início » Telecomunicações » Claro prepara suporte à tecnologia eSIM para iPhone XS e mais celulares

Claro prepara suporte à tecnologia eSIM para iPhone XS e mais celulares

Tecnologia de chip embutido no aparelho permite usar duas linhas no iPhone; Claro já fornece eSIM para Apple Watch

Lucas Braga Por

Uma das grandes novidades do iPhone XS, XS Max e XR é o suporte a dois chips, mas de uma forma diferente do que estamos habituados: em vez de uma bandeja com duas entradas de SIM Card, o aparelho conta com um chip integrado não-removível chamado eSIM. A Claro deu indícios de que sua operação com o “e-chip” para celulares está chegando em breve.

A novidade foi apontada pelo MacMagazine: a Claro deve oferecer suporte ao eSIM ainda nesta semana, tanto para iPhones como para celulares Android compatíveis — o Google Pixel 3 é um exemplo.

A operadora já atua com essa tecnologia no Apple Watch com conectividade celular através do Claro Sync, mas o serviço para smartphones ainda não está disponível.

O site da Claro tem uma página dedicada ao eSIM, na qual a operadora chama a tecnologia de e-chip. A empresa cita três principais finalidades:

  • a possibilidade de um mesmo aparelho ter até dois números cadastrados em um único eSIM — sendo um de trabalho e outro pessoal, por exemplo;
  • a possibilidade de diferentes dispositivos compartilharem o mesmo número de celular e pacote de dados, útil para conectar smartwatches;
  • como o eSIM não pode ser removido, a tecnologia facilita a localização do dispositivo em caso de perda ou roubo.

O que falta saber sobre o eSIM na Claro

Ainda não foram divulgados detalhes sobre como a tecnologia vai funcionar; se um cliente precisa ativar numa loja física ou através de um aplicativo, por exemplo.

Também não sabemos se o eSIM ficará restrito a alguma categoria de plano, ou mesmo se haverá cobrança adicional. No Claro Sync, a operadora cobra R$ 29,90 por mês para compartilhar o plano com o Apple Watch, e a contratação só está disponível para clientes Claro Pós Ilimitado.

Seria muito interessante contratar um plano através de aplicativo, por exemplo. Os clientes poderiam ativar uma nova linha e escolher seu plano sem a necessidade de comparecer a uma loja física, nem aguardar a chegada do SIM Card físico para começar a usar o serviço. Várias operadoras no mundo que trabalham com eSIM oferecem essa facilidade.

No ano passado, Vivo e TIM afirmaram que trabalham para disponibilizar a tecnologia, enquanto a Oi diz ainda avaliar a melhor forma de oferecer o eSIM aos clientes.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jorge Luis

E onde eu disse que vc deu a entender isso? Só fiz uma pergunta, rs. Mas o colega Specter aí embaixo já explicou o porque da minha pergunta.

Harry Specter

É que você disse "não temos almoço grátis no Brasil". Pareceu algo regional. Também quero saber qual país - se não o Brasil - que tem almoço grátis rsrs

Leandro Gonçalves

No meu comentário ,onde eu dei a entender que tinha?

Cristina Nascimento

Mas com o tempo não terá flagships no mercado negro pra reparo e venda por causa desse novo método eSim. O roubo vai diminuir exponencialmente.

Fabio Santos

Espero que a claro deixe clientes adaptarem os planos atuais a tecnologia esim e não apenas os novos ou planos caros.
Afinal isto não custa nada a mais no meu ver.
Estou afim de usar meu Tim Beta mais a claro que ando testando.

Franco Luiz

Que vao explorar eu nao tenho duvida , sabe como sao as coisas por aqui ne mas que melhora no quesito segurança melhora.

Ladrao vai roubar sabendo que o aparelho nao vai servir de nada ?? essa e a maior vantagem

Franco Luiz

Acho que so o fato do aparelho pedir senha pra desligar ja faz com que a pessoa tenha tempo suficiente pra rastrear abrir BO e tal ....... o iphone se nao to enganado tem essa funçao de pedir senha pra desligar

Franco Luiz

Concordo e digo mais com certeza tem como fazer isso ate com ele desligado , mas deve ser algo so pra empresas

Jorge Luis

Uma mini bateria poderia manter ele rastreável por meses mesmo com o telefone desligado.

Jorge Luis

Desmontar e vender as peças, principalmente de flagships, que valem muito.

Jorge Luis

Seria legal não ser possível desligar o e-sim, tornando ele rastreável mesmo com o telefone desligado. Uma mini bateria acoplada resolveria.

Jorge Luis

Onde temos almoço grátis?

Azr

"Ficava só ostentando" kkkkkkkk.
Me lembro que eu via mesmo pessoas usando celular na cintura com uma capa de couro, tipo aqueles Nokia tijolão.

Cristina Nascimento

Já eu acho q será rápido, pois o aparelho será rastreado e sem condições de trocar a linha sem as credenciais do dono. Vira peso de papel. O valor do aparelho é ele pegando chip ou pelo menos acessando a net via Wi-Fi. Sem esses dois, não tem serventia, aí vai cair os roubos a celular.

Fábio

Em relação a segurança, dou só alguns meses para aparecer algum aparelho que burlará qualquer entrave de hardware.

Exibir mais comentários