Início » Telecomunicações » Claro e-Chip traz suporte a eSIM de iPhones e celulares com Android

Claro e-Chip traz suporte a eSIM de iPhones e celulares com Android

Claro é primeira operadora brasileira a suportar o eSIM em celulares; e-Chip pode ser adquirido nos canais de atendimento

Felipe Ventura Por

A Claro vai lançar um novo serviço chamado Claro e-Chip nesta sexta-feira (29), tornando-se a primeira operadora brasileira a suportar o eSIM em celulares. Trata-se de uma versão embutida e não-removível do SIM Card, presente nos iPhones mais recentes (XS, XS Max, XR) e em alguns smartphones com Android.

iPhone XS usando eSIM e chip convencional através do DSDS (Dual SIM Dual Standby)

A ativação promete ser simples: você adquire o e-Chip em um dos canais de atendimento da operadora, e recebe um QR Code para baixar no aparelho o perfil de acesso à rede celular.

Você pode solicitar o e-Chip independentemente do plano, seja pré-pago, pós-pago ou controle. Em comunicado, a Claro diz que “a política comercial para ativação do eSIM será a mesma do chip físico”.

O serviço estará disponível a partir de 29 de março nas lojas próprias da Claro, e “em breve” nos outros canais de atendimento da operadora.

iPhone XS e Google Pixel 3 têm eSIM embutido

O eSIM (Embedded SIM) dispensa a necessidade de um chip físico e promete ser mais seguro: como ele não pode ser removido, fica mais fácil localizar o smartphone em caso de perda ou roubo.

O eSIM é embutido nos componentes internos do celular ou smartwatch (foto por Infineon)

A Claro diz que seu serviço e-Chip estará disponível para os aparelhos compatíveis com a tecnologia eSIM. O exemplo mais óbvio está no iPhone XS, XS Max e XR, que possuem uma forma diferente de dual-chip: eles têm bandeja para nano-SIM e um eSIM embutido. Dessa forma, é possível ter duas linhas em um só aparelho.

Alguns celulares Android também adotaram o eSIM, como o Google Pixel 2 e Pixel 3, mas são poucos por enquanto.

“Estamos lançando o serviço e-Chip imediatamente após a funcionalidade estar disponível nos primeiros smartphones compatíveis com a tecnologia no país”, diz Márcio Carvalho, diretor de marketing da Claro Brasil, no comunicado. Os iPhones mais recentes ganharam suporte ao eSIM no país com o iOS 12.2.

A Claro já oferecia suporte ao eSIM embutido no Apple Watch Series 3 e Series 4. A Vivo passou a fazer o mesmo nesta semana; ela contempla também o relógio Samsung Galaxy Watch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce

Sim. Mesmo valor.

Henrique Carioca

Já tem essa opção nos Smarts Samsung desde o Android 7. Ela exige que para desligar, ligar ou colocar em modo avião, seja necessário colocar uma senha master. É a função inicialização segura.

Não é a toa que pra mim, a Samsung Experience e agora a One UI, são as melhores UIs para Android. A MIUI tem excelentes funções mas a cara de copia do iOS, não me convenceram ainda.

Frederico Martins

Alguém sabe (com certeza) se a claro permite só o esim como “chip” principal, ou se apenas oferece o serviço como dependente (estilo Watch).

Alessandro

Chega a ser engraçado, esse não é o mesmo valor de um chip físico? Mas de boas, estava esperando uma mensalidade.

Cristina Nascimento

Se o mané souber entrar no recovery, ou der pra kem saiba, ainda não pode acessar os dados do aparelho, pois o meu tem senha no recovery. Se não souber, ele criptografa tudo. Não lembro, mas axo q o recovery da opção de formatar o aparelho mesmo sem senha. Bom, até lá, o imei estaria bloqueado tb, não teria mta serventia. Nem aparelho pra por peças..

Se vc tem Pie então vc tem uma versao atualizada de segurança tb. Ainda mais com Cerberus , o ladrão nao vai conseguir fazer muita coisa, alem de vender algumas peças. Que nem o seu, o emu tb nao tem muito mercado no BR (tenho um Sony XZ1 Compact)

Caleb Enyawbruce
Filipe Espósito

Sim, pode. O iOS 12 já não exige mais o SIM inserido para ativar na primeira vez (nos iPhones novos, claro). Depois é só ter o QR Code em mãos e configurar direto o eSIM.

Cristina Nascimento

Dificulta bastante. Evita q o cell seja usado com chip, pois é bloqueado pra qqr operadora.

Cristina Nascimento

O meu é um OnePlus 5 e coloquei o Cerberus na raiz do sistema. Pelo q vejo aki, só tenho recebido atualizações da versão do Pie. A última enviada foi 9.0.4 em fevereiro com security patch de janeiro. Ainda não lançaram mais nada. Mas meu cell é importado e não tem tnts assim no mercado negro. E lógico q se me roubarem eu bloqueio o imei tranquilo.

O Security update que digo são os updates mensais que o google manda pras fabricantes. Por isso vale sempre a pena ver se o celular que vc vai comprar possui da fabricante um bom historico de atualização de segurança. Tenho um Xperia XZ1 e ele esta com o pacote de segurança de março de 2019. Ele será um peso de papel se me roubarem. (na verdade vão vender as peças, mas enfim.)
Creio que celulares com root e bootloader bloqueado não recebem esse OTA. Nesse caso recomendo instalarem o Cerberus

Cristina Nascimento

Fico feliz em saber, mas esse security update rola em aparelhos com bootloader desbloqueado e root?

Se o celular estiver com o security update atualizado, o "tecnico" vai ter muito, mas MUITO trabalho em colocar um novo IMEI.

Evertonhxc

Precisa que a apple e a Google coloque a opção de colocar senha onde desabilita a rede de celular, Wi-fi e modo avião. Se possível para desligar o aparelho também. Certeza que iria diminuir os roubos de celulares.

Cristina Nascimento

Brincadeira, né..
Cara, vamos torcer pra essa solução de eSim ser mto bem integrada. A linha fica vinculada ao aparelho até o momento q o dono trocar de aparelho e fazer as devidas configs pra devincular a linha do eSim no aparelho atual. Enquanto não desvicular, não tem como usar o aparelho sem uma outra linha e melhor, o aparelho no momento q liga seria rastreado. Aí sim acaba a folga dos carniças.

Exibir mais comentários