Início » Celular » Samsung Galaxy Tab A 8.0 (2019) é um tablet intermediário com S Pen

Samsung Galaxy Tab A 8.0 (2019) é um tablet intermediário com S Pen

Também chamado de Samsung Galaxy Tab A Plus, tablet traz ainda tela de 8 polegadas, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento

Emerson Alecrim Por

Pouco mais de um mês depois de revelar o Galaxy Tab S5e, a Samsung anuncia mais um tablet: com tela de 8 polegadas, o Galaxy Tab A 8.0 (2019) é bem menos sofisticado que o primeiro modelo, mas traz um conjunto de hardware minimamente decente e é compatível com a S Pen.

Samsung Galaxy Tab A Plus

Até certo ponto, o novo Galaxy Tab A 8.0 (ou Galaxy Tab A Plus) rivaliza com o iPad Mini, assim como pode ser visto como uma opção mais acessível para quem deseja contar com a experiência da S Pen, mas sem pagar o preço de um Galaxy Note atual.

A tela é um painel TFT LCD de 8 polegadas com 1920×1200 pixels, aparentemente, uma resolução com densidade suficiente para garantir uma boa experiência de uso da caneta. Em contrapartida, o aproveitamento do espaço frontal não é dos mais caprichados.

Para dar conta das tarefas, o Galaxy Tab A 8.0 conta com processador octa-core Exynos 7904 de 1,8 GHz — o mesmo chip que equipa o smartphone Samsung Galaxy M20 —, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno expansíveis com microSD de até 512 GB.

Samsung Galaxy Tab A Plus

Embora o Exynos 7904 suporte sensores de até 32 megapixels, o Galaxy Tab A 8.0 traz uma câmera simples de 8 megapixels na traseira, além de outra de 5 megapixels na parte frontal. Já a bateria tem 4.200 mAh e autonomia estimada em até 11 horas na execução de vídeos.

Vale dizer ainda que a S Pen que acompanha o equipamento não é igual à caneta do Galaxy Note 9, portanto, não traz conexão Bluetooth para funcionar como controle remoto ou acionar a câmera, por exemplo. O acessório pode ser guardado em um slot na parte inferior do tablet.

Como dá para perceber, o Galaxy Tab A 8.0 é um dispositivo mid-range, razão pela qual ele não deve custar muito — o preço ainda não foi revelado. Inicialmente, o tablet vai ser comercializado em alguns países da Ásia e Europa.

Por ora, não existe informação sobre disponibilidade no Brasil, mas há boas chances de que isso aconteça: o modelo anterior, também com S Pen, foi lançado por aqui.

Samsung Galaxy Tab A Plus

Samsung Galaxy Tab A 8.0 (2019) — ficha técnica

  • Tela: TFT de 8 polegadas com resolução de 1920×1200 pixels
  • Processador: Samsung octa-core Exynos 7904 de 1,8 GHz
  • RAM: 3 GB
  • Armazenamento: 32 GB (22 GB livres)
  • Bateria: 4.200 mAh
  • Câmera traseira: 8 megapixels
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Sistema operacional: Android 9 Pie
  • Conectividade: USB-C, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11ac, 3G, 4G
  • Dimensões: 201,5 x 122,4 x 8,9 mm
  • Peso: 325 g
  • Outros: S Pen, slot para microSD de até 512 GB

Com informações: PhoneArena.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Celso

Na questão do preço, parece mais negócio avaliar o Tab A 10.1 2016 ou ainda o Tab A 9.7, que embora sejam antigos, não oferecem necessariamente uma experiência tão defasada assim (pelo menos, em termos de software).
E olhe lá!

Celso

É o mesmo mal dos smartphones, e até um pouco pior.
É um dispositivo que já não tem muito o que ficar inventando no hardware.

E quem procura tablets costuma ser muito objetivo, então não costuma receber bem "firulas" que em smartphones ela até acaba relevando.

Celso

Tanto é que ainda não renovou o Tab A 7.0, este sim que está precisando urgentemente de um sucessor.
O Tab A 8.0 ainda estava indo bem com o modelo de 2017, e o modelo de 2015 ainda é uma opção razoável.

Ao menos, o modelo de 2019 resgatou uma característica do modelo de 2015, que foi justamente a S-Pen.

Celso

Galaxy Tab, além de ser preço alto, demora pra desvalorizar, e essa desvalorização nem é tão relevante assim.
E o preço que se paga por um, digamos, "monopólio" da Samsung no ramo de tablets de fabricantes mutinacionais de renome (as BR e as multinacionais desconhecidas não contam).

JOSÉ AUGUSTO

sinceramente, se você pretende comprar um tablet, vá de iPad. É mais caro porém o sistema é otimizado.

Juninho

Tablet muito fraco em tela bateria e armazenamento, claro que a proposta é ser barata mas não foi bem balanceado em especificações que o deixaria interessante, se vier para o nosso mercado vai ser caro e não vai valer a pena

Joseph Arimateias Diniz

Cara, falo por mim.

Fora da literatura de entretenimento quem manda ainda são os PDFs e, dependendo do PDF, menos de 7 polegadas é desconfortável para leitura.

No caso dos Tab da Samsung tem ainda o diferencial da S-pen. Para quem faz leitura ativa é a salvação.

Podem falar o que quiser do Android para tablets mas, para o uso da maioria dos que eu conheço, pagar o preço do iPad é usar pistola para matar barata, não compensa. Melhor esperar passar o lançamento e comprar um tablet Android por um preço justo.

Joseph Arimateias Diniz

"O acessório pode ser guardado em um slot na parte inferior do tablet."

Amém. Para pessoas esquecidas isso vale ouro. Aguardando o de 10 polegadas.

marcos_5000

Queria muito um pra usar na faculdade.
Quase comprei o Tab A 10.1" (2016), pela S-pen, mas acabei deixando pra depois, e hoje não é mais fácil achar, e quando acha, ta preços absurdos.
Infelizmente quando chegar, provavelmente vai vir por um preço muito alto. :/

Keaton

Eu até queria um tablet desses... (alto miope, o tamanho da tela ajuda pacas)

Mas to vendo sair por uns 3k... :I

Renan

Para leitura tablets são ótimos.

Smartphone é muito pequeno e PC não é tão conveniente.

Trovalds

iPad é insuperável em matéria de aplicativos. O Android ainda não se acertou com as telas grandes (maiores que 7").

Eliézer José Lonczynski

Vai sair caro :@

Ciro Moises Seixas Dornelles

Tablets tem seu nicho de pessoas que leem quadrinhos, livros, escritores, desenhistas, jogadores de jogos mobile, até mesmo editores de vídeo e produtores de musicas ainda os usam.

João

Não sei pq as fabricantes ainda inventam de lançar tablets, com celulares cada vez maiores e notebooks cada vez mais portáteis e com tela touch, qual a necessidade de um tablet?

Exibir mais comentários