Início » Internet » Quando a liberdade manda os outros calarem a boca

Quando a liberdade manda os outros calarem a boca

Avatar Por

por Roberto Cassano, diretor de estratégia na Agência Frog

Tadeu Schmidt até tem Twitter, mas quase não usa. A revelação surgiu enquanto o jornalista e apresentador da TV Globo fazia um bico de mestre de cerimônias no TEDxSudeste, no Rio de Janeiro. Bem-humorado, divertido, se encantou com as palestras e conduziu bem o evento. Naquele momento, ele não tinha como imaginar que toda aquela força de mobilização, que no evento se mostrava poderosa para disseminar arte, tecnologia, qualidade de vida e inclusão social, em pouco tempo seria usada para mandá-lo calar a boca.

Tadeu entrou de gaiato numa briga de gigantes: a Seleção Brasileira, a TV Globo (simbolizando toda a força da imprensa) e a “Opinião Pública”, senhora exaltada e volátil. Tudo começou com os ingredientes básicos do viral-que-deu-certo: uma personalidade que todo mundo conhece (graças à mídia de massa), um sentimento extremo em torno dessa celebridade (se for de rejeição, melhor; se for de odiar, melhor em dobro), um Twitter e algumas pessoas criativas, talentosas e com tempo livre. Pronto: nasce um “cala boca Galvão”.

Não faz sentido perder tempo avaliando se o “cala boca Galvão” é uma perda de tempo, é um desperdício de energia em torno de uma causa fútil ou se é uma genial e divertida prova da criatividade brasileira (ou todas as anteriores). Uma das frases que vi flutuando pelo Twitter definia bem o fenômeno: foi a maior piada interna já feita (no caso, interna a um país inteiro).

O Cala Boca é um #CORRÃO em rede nacional. Um fenômeno que saiu da mídia de massa, foi para as internets e voltou para a mídia de massa. E que se beneficiou das regras para determinar o que é tendência no Twitter ou não. E que se realimentou pela velha regra das redes, dos ricos que ficam mais ricos.

Aí sobrou para o Tadeu. Na guerra declarada entre o técnico Dunga e a TV Globo (ou contra a imprensa em geral), ele ficou na linha de tiro. Eleito porta-voz de um editorial da emissora contra o técnico, que havia supostamente ofendido um repórter da casa durante uma coletiva, ele foi alvo de um viral parasita. Virais parasitas são aquelas tréplicas de terremotos sociais. Viraizinhos que surgem pegando carona nos modelos e conteúdos de temas que realmente bombaram. Cala Boca Tadeu. É a revolta da incensurável internet contra a toda-poderosa emissora que quer censurar o técnico que quer censurar jornalista. Quer dizer, uma zona.

Na linha bem brasileira de torcer para o mais fraco, dificilmente a Casa de Galvão Bueno vai contar com alguma simpatia em duelos de Dungas contra Golias. O curioso é que, nos trending topics da vida e do Twitter, as mesmas pessoas que torcem contra a França de Henry comemoram os braços-de-Deus de Luis Fabiano. As mesmas pessoas que mandam o Galvão fechar matraca (mas não mudam de canal), não admitem qualquer tipo de censura ou ataque à liberdade de expressão (no caso, um ataque à “liberdade” de cercear a expressão. Ou vice-versa. Ou sei lá).

Sim, contraditório. Sim, com pesos exagerados para coisas desimportantes. Sim, criativo, divertido, autêntico. Sim, “nós” somos uma força como a imprensa, como a Seleção, como tudo. Sim, a internet é humana. Logo, não espere justiça, não espere coerência, não espere um uso sábio do poder. E não culpe a liberdade.

Essa liberdade – inclusive de mandar os outros calarem a boca – é a magia da internet.

Roberto Cassano | Queria ser jornalista, virou curioso de mídias digitais e não faz ideia do que é hoje. Pelo menos pagam direitinho. Oficialmente é Diretor de Estratégia na Agência Frog. Mantém o perfil @rcassano no Twitter.

Aviso | As opiniões do autor do texto não refletem necessariamente as do Tecnoblog.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe
E não é que é verdade mesmo? quem vai de "CALA A BOCA GALVÃO" e assiste a novela, ou o jornal na globo não merece creditos... o Dunga está corretíssimo em não apresentar EXCLUSIVA a globo. ou fala pra todos ou não fala pra nenhum, dane-se se a globo acha que tem exclusividade, quem manda na concentração do time é ele e se a CBF não gostar que o mande embora. Apoio o OGRO Dunga, arrogante e grosso, porém firme e no meu tempo (tenho 26 anos), é a primeira vez que vejo alguem peitar a "grandiosa globo". Acho que o Dunga entrou no clima do CALA BOCA GALVÃO" e mandou um "CALA BOCA GLOBO!" Foi perfeito e meu voto eh pra ele. grosso e monstro, mas necessário. teve um papel fundamental em toda a campanha quem vem se levantando contra a globo. Ps.: publicidade é uma faca de dois gumes, pode levantar o "produto", mas quando feita para derrubar o "produto" e sendo aceita pela massa, também pode acabar com ele. Abraço a todos, Felipe.
Teo
Que texto... que merda, só faltou dizer que é um defender do Tadeu. Primeiro, que eu gosto de ler blog´s, pois transmite um sentimento de "escrito por mim, minha visão, minha idéia". Aqui o texto até parece escrito por Jornalista da Veja. Não devemos ninguem calar a boca. Seja Tadeu, Seja Galvao, muito menos o Dunga! Não gostam? Desliguem sua TV. Falam, falam, mas na hora de ligar a TV, já ligam na Globo. Na verdade, como é um fiasco essa copa, cheio de zebras, um monte de time ruim, a midia precisa de assunto, então, aparece um assunto e dá certo. Quem ganha? O proprio Galvao que ganha publicidade de graça... O salario dele de mais de milhao de reais por mes, continua lá na conta dele, e vai continuar por anos....
Dorly Neto
Muito interessante, principalmente o final, no tocante às contradições. Eu também não compreendo como essas pessoas se movimentam nessas contradições. Negam o conhecimento histórico e todo o pudor para valorizar o que é ilegal e amoral no presente. Lamentável.
Thássius Veloso
O curioso é que as pessoas assistem ao Galvão só para falar mal dele. Isso eu realmente não entendo.
Thássius Veloso
Cala boca Tomé! :P
Thássius Veloso
Hahaha!
@srpersonna
A globo monopolizou durante décadas a informação no brasil. Temos mais do que direito de mandar ela e todos os seus portavozes calarem a boca depois de mais de 30 anos!
Fabiano
Sem falar que foi a primeira vez que aquele que é dito como o "melhor narrador da tv brasileira" (meu Deus!...) finalmente viu que a coisa não é tão unânime assim! Já estava mesmo na hora de a gente reclamar, falar "olha, esse cara não é tudo isso". Agora, o que eu sinceramente espero é que o "CALA BOCA GALVAO" seja apenas o começo! Que tal o próximo ser "PARA DE ROUBAR, BRASÍLIA" ou "MENOS IMPOSTO, PRO PAÍS CRESCER"?
Tomé de Pádua
muito bom o seu artigo, parabéns!!!!! Ps: cala a boca galvão, tadeu, globo e todos nós.
Caetano Gimenez
Vc disse tudo Pedro!!! Cala boca Galvão!!! E Globo a sua máscara está caindo;
Pedro
Desculpa, andei dando uns valores negativos aos posts de vcs sem querer. No browser do Milestone parece q buga e soh clica em thumb down
@vitprado
Cala boca Veloso =D (quero brincar também)
Rx
falou, falou e não disse nada hein.
Luciano Vieira
Bom, então vamos abreviar a história e eu peço desculpas se por acaso não fui simpático com alguém. Abraços.
Thiago Mobilon
Agora sim você argumentou. Só é uma pena que essa "discussão" esteja rolando aqui, nos comentários do post do Cassano, uma pessoa muito querida entre os editores do TB. Já sobre o seu comentário, você foi preconceituoso. Quis se opor às opiniões do autor do texto só pelo fato de ele trabalhar em uma agência de publicidade. Mas a sua argumentação não fez o menor sentido. O fato de o Cassano trabalhar em uma agência de publicidade não invalida a opinião dele. Pelo contrário, só traz a todos nós do TB as palavras de uma pessoa que possui experiência e conhecimento de causa. Continue argumentando e continue tendo opiniões contrárias às nossas, é isso que enriquece o blog. Só vamos manter um alto nível nas discussões por aqui, ok? E abaixo a alienação. :) Abs
Exibir mais comentários