Início » Celular » Novos AirPods passam por desmonte: mesma bateria, mesma dificuldade de reparo

Novos AirPods passam por desmonte: mesma bateria, mesma dificuldade de reparo

O comentário sobre o possível conserto dos novos AirPods é o mesmo da primeira geração dos fones

Por
25 semanas atrás

O iFixit publicou um artigo detalhando o processo de reparo dos novos AirPods, fones de ouvido da Apple completamente sem fios. De acordo com o processo, o pequeno conjunto de dois fones e um case que serve de bateria é literalmente irreparável pelo usuário e pode ser descartado depois da garantia.

Praticamente pouco mudou na segunda geração dos AirPods, o mesmo vale para a possibilidade de reparo. A primeira geração já recebeu a nota zero do iFixit, que significa que qualquer tentativa de conserto pelo usuário acabará danificando alguma parte do produto. A nota na segunda geração é a mesma: zero.

O relato demonstra que é necessário calor e álcool para desgrudar o adesivo interno, uma espécie de faca ultrassônica para abrir a parte externa sem danificar a bateria de cada fone e paciência para descolar todos os cabos internos. Para abrir o case foi necessária uma pequena morsa (ou torno) para deformar o conjunto e permitir a entrada de uma ferramenta que remove mais cola.

Depois de mais calor e ainda mais cola colocada para fora do case, a bateria foi removida e ela é exatamente a mesma de 398 mAh, com 1,52 Wh que está na geração anterior. Outro ponto que chama atenção é que a placa que controla toda a conexão e os dois fones de ouvido, é revestida em uma espécie de cola – que certamente está lá para ajudar na resistência contra líquidos.

Mesmo conseguindo remover todos os componentes, o site diz que montar novamente é literalmente impossível, já que partes foram danificadas no processo até aqui. Isso significa que: se você não está mais coberto pela garantia da Apple, é melhor jogar fora e comprar outro AirPods.

Com informações: iFixit.

Mais sobre: