Início » Brasil » Senado terá audiência pública para debater se games estimulam violência

Senado terá audiência pública para debater se games estimulam violência

Senado Federal também criou enquetes perguntando se games influenciam no comportamento violento de jovens

Emerson Alecrim Por
33 semanas atrás

A polêmica dos jogos violentos chegou ao Senado. O assunto, que voltou à tona depois do massacre do Suzano, vai ser discutido em uma audiência pública requisitada pelo senador Eduardo Girão (Pode-CE) e aprovada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

Jogando videogame (Por Pixabay)

Não é incomum que, após atos de violência, autoridades apontem os games como possível causa. No caso do massacre de Suzano, uma declaração nesse sentido foi dada pelo vice-presidente da República Hamilton Mourão à imprensa:

"Hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e videogames violentos. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados".

O senador Eduardo Girão tem posição semelhante. Para ele, os jogos eletrônicos podem influenciar no comportamento violento de jovens e crianças:

"É um efeito potencializador, é a cultura da violência em ação. Isso movimenta bilhões de dólares. Esses jogos não têm controle, não têm regulamentação com relação à compra e idade para utilização", disse Girão ao Senado Notícias.

A data da audiência ainda não foi definida, mas, enquanto isso, o Senado Federal criou uma enquete no Facebook e outra no Twitter perguntando se jogos eletrônicos violentos influenciam no comportamento de crianças, adolescentes e jovens:

O assunto também virou pauta aqui no Tecnoblog. Recentemente, publiquei um especial explicando que culpar o videogame por ataques violentos é uma falácia.

Essa discussão também foi tema do Tecnocast 110.

Tecnocast 110 – Jogos de ação estimulam a violência?

Vira e mexe a imprensa dá um jeito de culpar os jogos de ação por conta de algum ato de violência no mundo real. A ladainha é sempre a mesma: jovens estariam cada vez mais violentos, por culpa dos games. Dessa vez a associação foi feita pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, após o massacre de Suzano.

Mas será que existe algum fundo de verdade nesse pensamento? Os jogos de ação podem mesmo deixar os jovens mais violentos? Dá o play e vem com a gente.

Mais sobre: ,