Início » Brasil » Senado terá audiência pública para debater se games estimulam violência

Senado terá audiência pública para debater se games estimulam violência

Senado Federal também criou enquetes perguntando se games influenciam no comportamento violento de jovens

Emerson Alecrim Por

A polêmica dos jogos violentos chegou ao Senado. O assunto, que voltou à tona depois do massacre do Suzano, vai ser discutido em uma audiência pública requisitada pelo senador Eduardo Girão (Pode-CE) e aprovada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

Jogando videogame (Por Pixabay)

Não é incomum que, após atos de violência, autoridades apontem os games como possível causa. No caso do massacre de Suzano, uma declaração nesse sentido foi dada pelo vice-presidente da República Hamilton Mourão à imprensa:

“Hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e videogames violentos. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados”.

O senador Eduardo Girão tem posição semelhante. Para ele, os jogos eletrônicos podem influenciar no comportamento violento de jovens e crianças:

“É um efeito potencializador, é a cultura da violência em ação. Isso movimenta bilhões de dólares. Esses jogos não têm controle, não têm regulamentação com relação à compra e idade para utilização”, disse Girão ao Senado Notícias.

A data da audiência ainda não foi definida, mas, enquanto isso, o Senado Federal criou uma enquete no Facebook e outra no Twitter perguntando se jogos eletrônicos violentos influenciam no comportamento de crianças, adolescentes e jovens:

O assunto também virou pauta aqui no Tecnoblog. Recentemente, publiquei um especial explicando que culpar o videogame por ataques violentos é uma falácia.

Essa discussão também foi tema do Tecnocast 110.

Tecnocast 110 – Jogos de ação estimulam a violência?

Vira e mexe a imprensa dá um jeito de culpar os jogos de ação por conta de algum ato de violência no mundo real. A ladainha é sempre a mesma: jovens estariam cada vez mais violentos, por culpa dos games. Dessa vez a associação foi feita pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, após o massacre de Suzano.

Mas será que existe algum fundo de verdade nesse pensamento? Os jogos de ação podem mesmo deixar os jovens mais violentos? Dá o play e vem com a gente.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Dario lucio

Se fosse a esquerda, com certeza ia querer aprovar isso, não aguentavam nem 5 minutos de tortura na década de 70 e 80!!

Marcos Guilherme

Vivemos em uma sociedade doentia a anos, quase que implacavelmente todo entretenimento hoje (cinema, teatro, literatura, artes, tv) patrocinadas pelos grandes magnatas do lucro são expostas e invadem cada lar no mundo, tendo como alvo o efeito ego de nossas vidas.

Peço que notem o quanto é maligno esse mal e o efeito que causa em nós e em nossas crianças, famílias, amigos e sociedade em geral.

Notem o quanto o cinema, games, tv e seus noticiários mostra a morte de forma conveniente, vingativa e implacável, o quanto é disseminado a revolta, ódio, ressentimentos pelo próximo e todos esses sentimentos que muitas das vezes de forma inconsciente entre na nossa consciência a cada visualização dos mesmos.

O que esperar por tudo isso a não ser os acontecimentos lastimáveis que se nota no dia-a-dia. Culpar os games por isso? Amigos o "pingo no 'i' " não é só nos games, é em toda essa massa de entretenimento proporcionada pelos magnatas do lucro.

Reflitam, despertem sobre isso. Se cada um de nós ao invés de alimentar isso os nega-se de nossas vidas aos poucos nossa sociedade mudaria. Deixo uma frase final para que reflitam, uma de um dos grandes mestres que na terra vieram.

"Cuide da reforma pessoal e a reforma social cuidará de si mesma."
Ramana Maharshi

rapaz

jogos violentos são paz, são amor. https://uploads.disquscdn.c...

Azr

Como eu já disse antes, grande maioria do funk, em nem momento eu disse que todo funk é assim, outros gêneros eu não nego que tem isso sim de letra sexista e coisas do tipo, porém é uma escala definitivamente menor, totalmente o inverso do funk que sua grande maioria não passa de um mar de chorume.

Azr

Musica que só faz apologia a sexo, trata a mulher como objeto sexual e entre outras isso na grande maioria do funk, isso é lixo sim, e tu se não tem capacidade de tirar conclusão por si próprio e precisa de dado científicos pra ter uma simples resposta, sinal que sua é mente é ultra limitada, ou seja, tu é um bobinho que tenta bancar uma de culto.
obs: Eu não gosto de sertanejo mas eu não considero um lixo, porque a musica não é lixo.
E passar bem.

Azr

Quem falou em gosto musical ?, letra é um lixo sim na grande maioria dos funk, acredito que deve chegar a uns 90% ou mais, agora tenta achar rock com letra porcaria a level de funk, é difícil de se achar, pra isso não precisa de pesquisa de estatuto de pesquisa, a pessoa pode pesquisar por conta própria e vai chegar nessa conclusão.

Azr

Só sei que na grande maioria o funk é um lixo, já o rock a minoria é porcaria a level de funk, questão de letra musical.

Azr

Engraçado, mas eu não vejo bandido rockeiro rs

MD

Não se esqueça do lixo do rock que em suas letras trazem sexismo, apologia a uso de drogas e alguns até satanismo, tanto quanto o funk...

prarepensar

Pois é ... um país governo por um incompetente só pode dar nisso.

Fabio Santos

O que a atual gestão com 3 meses tem haver com anos de marxismo cultural, aonde cria se tudo para desconcertar a família do ativismo maluco as doutrinações de que socialismo vale mais que aprender matemática.
Você diz que o governo é feito pelo Twitter você já se informou de verdade ou está sendo bombardeado pelo que a mídia te informa?
Você perdeu seus direitos, exército está nas ruas, mulheres estão

Fabio Santos

Falta de estrutura familiar que causa os problemas, venho de uma geração aonde games violentos fizeram se presente e nem por isto eu e amigos saímos matando pessoas por ai.

JK

Porque eles não jogavam futebol (socialmente retraídos) e absolutamente todo mundo come arroz com feijão, mas nem todo mundo, em especial quem assiste esses telejornais podres jogam video game.

DanielBastos

Não, mas eles jogavam live de War.

DanielBastos

Já foi RPG, gibi, Rock....
A lista é. Longa meu caro. É só a desculpa da vez.

Exibir mais comentários