Início » Internet » Facebook apaga posts importantes de Mark Zuckerberg e culpa “erros técnicos”

Facebook apaga posts importantes de Mark Zuckerberg e culpa “erros técnicos”

Posts antigos do CEO foram removidos, incluindo anúncio da aquisição do Instagram e todas as publicações de 2007 e 2008

Por
25 semanas atrás

Diversos posts antigos de Mark Zuckerberg foram permanentemente apagados do Facebook, incluindo o anúncio da aquisição do Instagram em 2012 e todas as publicações de 2007 e 2008. A rede social diz que eles foram removidos “erroneamente devido a erros técnicos”, e que não serão restaurados.

Zuckerberg tenso

Um porta-voz do Facebook diz ao Business Insider: “há alguns anos, alguns posts de Mark foram deletados erroneamente devido a erros técnicos”. Isso inclui todas as publicações de Zuckerberg feitas em 2007 e 2008, confirma a rede social.

Esses posts não voltarão ao ar: “o trabalho necessário para restaurá-los seria extenso e não teria garantia de ser bem-sucedido, então não o fizemos”, explica o porta-voz. Ele diz que nem o Facebook sabe quantos posts do CEO foram deletados no total.

Post sobre Instagram “independente” foi apagado

Um dos posts removidos foi o anúncio de que o Facebook comprou o Instagram por US$ 1 bilhão em 2012. “Estamos comprometidos em construir o Instagram e fazê-lo crescer de forma independente”, escreveu Zuckerberg na época.

Desde então, o CEO voltou atrás nessa promessa: ele exerceu mais controle sobre o Instagram, levando seus cofundadores a saírem da empresa em 2018. Zuckerberg também planeja integrar as mensagens do Direct ao Facebook Messenger e WhatsApp.

Os posts deletados ainda podem ser encontrados de outra forma, seja no Facebook Newsroom, no Internet Archive ou em outros sites. No entanto, esta é uma falha de transparência num momento em que o Facebook segue em escrutínio por suas práticas envolvendo segurança e privacidade.

Em 2018, descobriu-se que Zuckerberg e alguns diretores do Facebook conseguiam apagar mensagens já enviadas do Messenger, fazendo-as desaparecer da caixa de entrada dos destinatários. Este ano, o Messenger liberou para todos os usuários o recurso de desfazer envio.

Com informações: Business Insider.

Mais sobre: ,