Início » Brasil » Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Google e Facebook confirmam a reunião com governo, mas afirmam que ainda não chegaram a uma parceria

Victor Hugo Silva Por

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta terça-feira (2) que Google e Facebook estão dispostos a estabelecer uma parceria em torno de um sistema de busca de crianças desaparecidas. Ela não explicou como as empresas podem contribuir, mas afirmou que o governo quer aproveitar um sistema usado na localização de veículos roubados.

O Sinal (Sistema Nacional de Alarmes), como é conhecido, repassa registros de roubos aos policiais que estão realizando abordagens nas estradas. A proposta, segundo Damares, é adaptar o sistema para criar uma base integrada de desaparecidos. "Policiais de todo o país podem ser imediatamente alertados quando sumir uma criança", afirmou Damares em seu perfil oficial no Twitter.

O ministério afirmou ao Tecnoblog que, caso a viabilidade técnica seja confirmada, o sistema será usado no alerta à população e às autoridades para facilitar as buscas. "As reuniões sobre o tema ocorrem a partir desta semana. Mais detalhes serão divulgados oportunamente", diz a nota.

Damares afirmou ter conversado com as empresas sobre o assunto.

A informação obtida pelo Tecnoblog é de que houve reunião entre o Google e secretários de Damares para discutir pautas em comum sobre segurança digital. No entanto, não houve a realização de um acordo oficial. "Mantemos o diálogo aberto com diversos setores sobre nossas ferramentas e iniciativas que têm potencial de contribuir para o país nesta área", diz a empresa em comunicado. "No momento não temos nada para anunciar."

O Facebook seguiu a mesma linha e afirmou que não tem novidades para revelar. "Procuramos dialogar frequentemente com diferentes autoridades governamentais, organizações da sociedade civil e acadêmicos para apresentar os recursos e programas que criamos para garantir a segurança da nossa comunidade", afirmou a rede social.

Com informações: R7.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Celestino
Isso que ia falar. Qual projeto o ministerio já fez?
phsodre
O fato dela fazer alguma coisa boa (no caso esta, que é um exemplo), não dá o direito a ela de ficar falando besteira e se metendo desnecessariamente na vida das pessoas, ou em como elas devem se comportar ou vestir. Pra te falar a vdd, esse é o primeiro projeto sério e realmente útil que vejo esse Ministério divulgar!
Rodrigo Dias Javornik
Para pra pensar no que você falou e tu vai mudar de opinião sozinho
Cristina Nascimento
Obrigada pelo esclarecimento.
Ganbah
Ele está se referindo à versão da Damares de que a menina foi salva de sua tribo onde seria morta pelos seus parentes. História totalmente confiável, assim como holandeses que masturbam bebês e deuses em goiabeiras.
Cristina Nascimento
Desculpa, eu não entendi pq o comentário dela foi ruim, perdoe minha ignorancia, poderia me explicar, por gentileza?
Rodrigo Dias Javornik
Esse negócio de 48h não existe. A busca deve ser iniciada imediatamente após notificação aos órgãos competentes. Se algum policial pede que você espere 48h, ele não está seguindo a lei.http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11259.htm
Kodos Otros
Apesar de vir dessa jumenta, não vi como algo negativo não. Mas nunca se sabe, em que estudar mais a fundo as reais intenções.
Franco Luiz
Muita gnt reclama dela mas a Damares ta fazendo só coisas boas , so o pessoal do mimimi e justiceiro social que fica enxendo o saco .....Se incomoda esse tipo de gnt é pq o caminho ta certo continua assim Damares
Peterson Alves
Sempre tem oa retardados dos comentários.
Julian Leno
O bom mesmo é deixar a criança ser enterrada viva né?
Mickão
Sem sentido? Se for algo bem integrado e coordenado acredito que as redes sociais podem contribuir sim, e muito, nesse tipo de assunto.
LENES GOREMARÃES
Isso inclui as crianças roubadas de tribos indígenas?
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Imagino algo assim:Os pais fazem a denúncia do desaparecimento, a polícia passa para o facebook a foto da criança, compartilham isso somente para usuários da região, assim seria mais rápido encontrar qualquer pessoa inclusive idosos.O problema é que até onde eu lembro precisa esperar 48h para poder dar parte do desaparecimento, isso para uma criança pode ser tempo demais.
Vindo dessa anta, realmente é algo surpreendente
Omar
Teve uma pequena índia que desapareceu de uma aldeia indigena e apareceu na casa da ministra da goiabeira.
Silvio Ney
De uma forma muito simples e rápida que pensei: Uma criança desaparece no Brasil e em poucas horas está em outro país da America do Sul ou outro continente, se possível. Os pais já denunciaram o desaparecimento e fotos da criança foram upadas pro sistema do Facebook/Google etc a fim de reconhecimento facial.Em um outro país ou continente até os "novos pais" muito felizes com sua "nova criança" comemoram e em algum dia postam fotos dela nas redes sociais. O Facebook consegue detectar um rosto mesmo com alguns anos de diferença, "predizendo" como o rosto será em alguns anos, por exemplo. O sistema alerta sobre a criança e tudo se resolve.Mas sim, não faz sentido pra você.
Silvio Ney
tão sem sentido?
JK
por que?
Junior Sousa
Se for algo nos moldes do Alerta AMBER, será muito bem vindo mesmo.
Leumas Ninguém
Enfim uma coisa boa do governo
Panino, o Moço
A parceria ainda está na fase de se discutir sua viabilidade e já encontramos uma criança "perdida", que maravilha não?
leoleonardo85
Isso é algo tão sem sentido que nem vale virar notícia