Início » Brasil » Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Google e Facebook confirmam a reunião com governo, mas afirmam que ainda não chegaram a uma parceria

Victor Hugo Silva Por

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta terça-feira (2) que Google e Facebook estão dispostos a estabelecer uma parceria em torno de um sistema de busca de crianças desaparecidas. Ela não explicou como as empresas podem contribuir, mas afirmou que o governo quer aproveitar um sistema usado na localização de veículos roubados.

O Sinal (Sistema Nacional de Alarmes), como é conhecido, repassa registros de roubos aos policiais que estão realizando abordagens nas estradas. A proposta, segundo Damares, é adaptar o sistema para criar uma base integrada de desaparecidos. “Policiais de todo o país podem ser imediatamente alertados quando sumir uma criança”, afirmou Damares em seu perfil oficial no Twitter.

O ministério afirmou ao Tecnoblog que, caso a viabilidade técnica seja confirmada, o sistema será usado no alerta à população e às autoridades para facilitar as buscas. “As reuniões sobre o tema ocorrem a partir desta semana. Mais detalhes serão divulgados oportunamente”, diz a nota.

Damares afirmou ter conversado com as empresas sobre o assunto.

A informação obtida pelo Tecnoblog é de que houve reunião entre o Google e secretários de Damares para discutir pautas em comum sobre segurança digital. No entanto, não houve a realização de um acordo oficial. “Mantemos o diálogo aberto com diversos setores sobre nossas ferramentas e iniciativas que têm potencial de contribuir para o país nesta área”, diz a empresa em comunicado. “No momento não temos nada para anunciar.”

O Facebook seguiu a mesma linha e afirmou que não tem novidades para revelar. “Procuramos dialogar frequentemente com diferentes autoridades governamentais, organizações da sociedade civil e acadêmicos para apresentar os recursos e programas que criamos para garantir a segurança da nossa comunidade”, afirmou a rede social.

Com informações: R7.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Celestino

Isso que ia falar. Qual projeto o ministerio já fez?

phsodre

O fato dela fazer alguma coisa boa (no caso esta, que é um exemplo), não dá o direito a ela de ficar falando besteira e se metendo desnecessariamente na vida das pessoas, ou em como elas devem se comportar ou vestir. Pra te falar a vdd, esse é o primeiro projeto sério e realmente útil que vejo esse Ministério divulgar!

Rodrigo Dias Javornik

Para pra pensar no que você falou e tu vai mudar de opinião sozinho

Cristina Nascimento

Obrigada pelo esclarecimento.

Ganbah

Ele está se referindo à versão da Damares de que a menina foi salva de sua tribo onde seria morta pelos seus parentes. História totalmente confiável, assim como holandeses que masturbam bebês e deuses em goiabeiras.

Cristina Nascimento

Desculpa, eu não entendi pq o comentário dela foi ruim, perdoe minha ignorancia, poderia me explicar, por gentileza?

Rodrigo Dias Javornik

Esse negócio de 48h não existe. A busca deve ser iniciada imediatamente após notificação aos órgãos competentes. Se algum policial pede que você espere 48h, ele não está seguindo a lei.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11259.htm

Kodos Otros

Apesar de vir dessa jumenta, não vi como algo negativo não. Mas nunca se sabe, em que estudar mais a fundo as reais intenções.

Franco Luiz

Muita gnt reclama dela mas a Damares ta fazendo só coisas boas , so o pessoal do mimimi e justiceiro social que fica enxendo o saco .....

Se incomoda esse tipo de gnt é pq o caminho ta certo continua assim Damares

Peterson Alves

Sempre tem oa retardados dos comentários.

Julian Leno

O bom mesmo é deixar a criança ser enterrada viva né?

Mickão

Sem sentido? Se for algo bem integrado e coordenado acredito que as redes sociais podem contribuir sim, e muito, nesse tipo de assunto.

LENES GOREMARÃES

Isso inclui as crianças roubadas de tribos indígenas?

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Imagino algo assim:

Os pais fazem a denúncia do desaparecimento, a polícia passa para o facebook a foto da criança, compartilham isso somente para usuários da região, assim seria mais rápido encontrar qualquer pessoa inclusive idosos.

O problema é que até onde eu lembro precisa esperar 48h para poder dar parte do desaparecimento, isso para uma criança pode ser tempo demais.

Vindo dessa anta, realmente é algo surpreendente

Exibir mais comentários