Início » Brasil » Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Governo busca parceria com Google e Facebook para encontrar crianças desaparecidas

Google e Facebook confirmam a reunião com governo, mas afirmam que ainda não chegaram a uma parceria

Por
28 semanas atrás

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta terça-feira (2) que Google e Facebook estão dispostos a estabelecer uma parceria em torno de um sistema de busca de crianças desaparecidas. Ela não explicou como as empresas podem contribuir, mas afirmou que o governo quer aproveitar um sistema usado na localização de veículos roubados.

O Sinal (Sistema Nacional de Alarmes), como é conhecido, repassa registros de roubos aos policiais que estão realizando abordagens nas estradas. A proposta, segundo Damares, é adaptar o sistema para criar uma base integrada de desaparecidos. “Policiais de todo o país podem ser imediatamente alertados quando sumir uma criança”, afirmou Damares em seu perfil oficial no Twitter.

O ministério afirmou ao Tecnoblog que, caso a viabilidade técnica seja confirmada, o sistema será usado no alerta à população e às autoridades para facilitar as buscas. “As reuniões sobre o tema ocorrem a partir desta semana. Mais detalhes serão divulgados oportunamente”, diz a nota.

Damares afirmou ter conversado com as empresas sobre o assunto.

A informação obtida pelo Tecnoblog é de que houve reunião entre o Google e secretários de Damares para discutir pautas em comum sobre segurança digital. No entanto, não houve a realização de um acordo oficial. “Mantemos o diálogo aberto com diversos setores sobre nossas ferramentas e iniciativas que têm potencial de contribuir para o país nesta área”, diz a empresa em comunicado. “No momento não temos nada para anunciar.”

O Facebook seguiu a mesma linha e afirmou que não tem novidades para revelar. “Procuramos dialogar frequentemente com diferentes autoridades governamentais, organizações da sociedade civil e acadêmicos para apresentar os recursos e programas que criamos para garantir a segurança da nossa comunidade”, afirmou a rede social.

Com informações: R7.

Mais sobre: , ,