Início » Celular » Facebook pediu senha de e-mail para alguns novos usuários

Facebook pediu senha de e-mail para alguns novos usuários

A medida era uma alternativa ao envio de códigos por SMS e e-mail, mas foi desabilitada pelo Facebook

Por
28 semanas atrás

O Facebook não está em seus melhores dias quando o assunto é privacidade. Porém, por algum motivo, a empresa acreditou que seria uma boa ideia pedir a senha do e-mail de quem cria uma conta nova. A prática foi observada no domingo (31) por um usuário no Twitter e confirmada pela companhia.

Segundo o Engadget, o Facebook afirma que a solicitação foi feita a usuários de desktops que criaram uma conta usando e-mails que não suportem OAuth. Trata-se de um protocolo que permite liberar informações de suas contas a terceiros sem conceder a senha.

Facebook pediu senha de e-mail para alguns de seus novos usuários

O padrão é usado em sites e aplicativos que usam o login via Facebook ou Google, por exemplo. Em sua tela de cadastro, o Facebook informava que, para continuar usando o serviço, “você precisará confirmar seu endereço de e-mail”.

Em teoria, ao inserir a senha do e-mail, a plataforma tentava se conectar ao endereço informado para confirmar sua identidade. Mas, por que não usar apenas meios convencionais, como um código enviado por SMS ou um link direcionado ao e-mail?

Ao The Daily Beast, um porta-voz do Facebook admitiu que a empresa errou ao pedir a senha do e-mail dos usuários. “Entendemos que a opção de confirmação de senha não é a melhor maneira de fazer isso, por isso vamos parar de oferecê-la”, afirmou.

A empresa não revelou o número exato de usuários que viram a solicitação da senha do e-mail, mas afirmou que ela apareceu para um grupo pequeno de pessoas. O porta-voz garantiu que nenhuma senha foi armazenada.

De qualquer forma, este é mais um caso que põe em dúvida a preocupação do Facebook em garantir a privacidade dos usuários. Em março, Mark Zuckerberg publicou um longo texto em sua página para anunciar que a empresa se concentraria especialmente nesse tema.

O anúncio serviu apenas para confirmar os planos de integrar as mensagens de WhatsApp, Instagram e Messenger. Isso porque dias depois veio a público a prática da empresa de armazenar “centenas de milhões” de senhas em texto puro.

Nesta quinta-feira (4), duas bases de dados foram descobertas, sendo que uma delas reunia mais de 540 milhões de registros de contas da rede social. Para quem acha impossível o Facebook ter um ano pior que o de 2018, ainda temos alguns meses pela frente…

Mais sobre: