Início » Internet » Microsoft inicia teste público do navegador Edge com base do Chrome

Microsoft inicia teste público do navegador Edge com base do Chrome

Saiba como baixar e testar o Microsoft Edge com Chromium no Windows 10; ele também estará disponível no Windows 7 e macOS

Por
20 semanas atrás

O teste público do novo Microsoft Edge começou nesta segunda-feira (8): o navegador tem uma interface diferente por utilizar a mesma base do Google Chrome. Ele está disponível para download no Windows 10, e versões futuras serão compatíveis com o Windows 7, 8.1 e macOS. Alguns recursos ainda estão faltando, como sincronização completa com a nuvem, mas virão nas próximas semanas.

O visual do novo Edge é parecido com o Chrome, mas a experiência tem algumas diferenças. Você pode instalar o navegador acessando este link. Ele faz login automaticamente com sua conta da Microsoft (se você estiver logado no Windows 10). Há a opção de importar seus dados do Chrome, Edge, Internet Explorer e Firefox; também é possível começar do zero.

Você será convidado a escolher entre três modos para a nova guia: “inspirational”, em que o plano de fundo traz a imagem do dia do Bing; “informational”, que destaca o feed do Microsoft Notícias; e “focused”, só com a barra de busca e os sites fixados. Em todos os casos, você pode rolar para baixo e encontrar o feed de notícias.

Seu perfil de usuário fica ao lado da barra de endereços, assim como o botão de feedback para enviar sugestões e críticas à Microsoft. Aí também ficam os ícones das extensões instaladas: é possível instalá-las na Microsoft Store e na Chrome Web Store (ativando a opção “Permitir extensões de outras lojas”).

Microsoft Edge ganhará dark mode e modo de leitura

As configurações e o menu principal têm um visual mais próximo do Windows 10, em vez do design usado pelo Google. Por enquanto, a interface está disponível apenas em inglês.

O mecanismo padrão de busca é o Bing, claro, mas você pode alterá-lo para o Google nas configurações. Ele usa o serviço Microsoft SmartScreen para bloquear sites que distribuem malware; e tem suporte aos sistemas de DRM Microsoft PlayReady e WideVine.

Esta é apenas a primeira versão pública do Edge, por isso algumas partes do navegador ainda não funcionam. Por exemplo, ele sincroniza apenas seus favoritos através da nuvem; histórico, extensões e senhas serão contemplados no futuro. A função “Cast media to device” ainda não permite transmitir uma aba para outro dispositivo (como o Chromecast); e o corretor ortográfico está inativo.

A Microsoft promete mais recursos nas próximas semanas: modo escuro; rolagem suave; tradução de sites; modo de leitura (remove distrações na página); melhorias de acessibilidade (modos de alto contraste, suporte a Narrador); entre outros.

Microsoft Edge tem canais Canary e Dev (Beta em breve)

Você pode testar o novo navegador através do Edge Insider. Existem três canais: o Canary, com atualizações quase diárias; o Dev, atualizado semanalmente e mais estável; e o Beta, atualizado a cada seis semanas, que será liberado em breve.

Por enquanto, o novo Edge está disponível apenas para Windows 10, mas ele também chegará ao Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e macOS.

Joe Belfiore, vice-presidente corporativo do Windows, diz que o Edge baseado no Chromium vai “criar uma compatibilidade maior na web para nossos clientes, e menos fragmentação para todos os desenvolvedores web”. A Microsoft está fazendo contribuições para este projeto de código aberto nas áreas de acessibilidade, toque, ARM64, entre outros.

Com informações: Microsoft, Ars Technica.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.