Início » Celular » Snapdragon 730G tem GPU mais potente para smartphones gamers

Snapdragon 730G tem GPU mais potente para smartphones gamers

Qualcomm revela Snapdragon 665 e 730 como novos chips para celulares intermediários premium

Paulo Higa Por

A Qualcomm anunciou nesta terça-feira (9) três novos chips para celulares do segmento intermediário premium. O Snapdragon 730 traz recursos que só estavam disponíveis na série 8, como Wi-Fi 6, modem 4G de 800 Mb/s e captura de vídeo em 4K HDR com desfoque de fundo. Também haverá uma versão específica para gamers, o Snapdragon 730G, além de um modelo menos potente que entra no lugar do Snapdragon 660.

Qualcomm Snapdragon 665, 730 e 730G

Snapdragon 730 e 730G compartilham mesma base, mas um deles tem GPU melhor

O Snapdragon 730 é o novo integrante daquela família que tenta suprir a lacuna entre a série 6 (para intermediários) e 8 (para topos de linha). Ele entra no lugar do Snapdragon 710, que até o momento não apareceu em nenhum celular vendido oficialmente no Brasil. Aqui, a ideia é começar a trazer recursos que só existiam nos modelos ultracaros para os aparelhos com preços mais digeríveis.

A Qualcomm colocou um processador de sinal de imagem (ISP) melhor, o Spectra 350, que consegue lidar com filmagem em 4K HDR no modo retrato, um recurso exclusivo do Snapdragon 855 até então. Ele salva no formato HEIF (que ocupa até 60% menos espaço), tem aceleração por hardware para aplicações de visão computacional e suporta os novos sensores de câmera de 48 megapixels.

Qualcomm Snapdragon 730 - Câmera com modo noturno

Quanto à conectividade, o Snapdragon 730 traz o modem Snapdragon X15, com velocidades de download de até 800 megabits por segundo com três agregações de portadora (se a rede da sua operadora suportar). O upload chega a 150 Mb/s. No Wi-Fi, a novidade é o suporte ao 802.11ax (agora conhecido como Wi-Fi 6), cujos roteadores devem começar a baratear este ano.

Nas especificações, estamos falando de uma CPU octa-core com núcleos Kryo 470 de até 2,2 GHz e fabricação em 8 nanômetros, além de uma GPU Adreno 618, que suporta HDR10, games com a API Vulkan 1.1 e telas Full HD+ com resolução de até 2520x1080 pixels.

Mas os celulares gamers devem adotar outro chip semelhante: o Snapdragon 730G. Você verá as mesmas especificações do Snapdragon 730 (inclusive a GPU Adreno 618, que sofreu overclock aqui), mas há otimizações para o público que gosta de jogar no smartphone. Ainda não vimos benchmarks do chip gráfico, mas a Qualcomm fala em 15% mais desempenho em comparação com o Snapdragon 730.

O desempenho gráfico mais alto do Snapdragon 730G permite que os celulares equipados com esse chip possuam telas de resolução mais alta (até 3360x1440 pixels). Ele também faz parte do Snapdragon Elite Gaming, um programa que a Qualcomm criou em conjunto com desenvolvedores para otimizar os jogos, com APIs mais eficientes e recursos como extensões anti-trapaça e gerenciamento de latência.

Snapdragon 665 é uma evolução para as novas câmeras de celulares

Tivemos o Snapdragon 630, que foi sucedido pelo Snapdragon 636. Depois do Snapdragon 660, a Qualcomm está lançando o Snapdragon 66… 5, claro. O novo chip traz melhorias para as câmeras dos celulares intermediários premium, aqueles que normalmente são lançados no Brasil por R$ 2 mil ou um pouco mais do que isso.

O Snapdragon 665 tem um motor de inteligência artificial que dá suporte a recursos como desbloqueio facial 3D, detecção de objetos e novas possibilidades em fotografia, como modo noturno e modo retrato com otimização por hardware (mas só em fotos; a filmagem com fundo desfocado continua restrita ao Snapdragon 730 e Snapdragon 855).

Qualcomm Snapdragon 665 - Design de referência / câmera

O ISP Spectra 165 é mais simples que o Spectra 350 do Snapdragon 730, mas já tem capacidade de analisar as cenas em tempo real para ativar o HDR e ajustar a saturação, o contraste e outros detalhes da foto automaticamente, sem que o usuário precise intervir. Os celulares poderão ter sensores de até 48 megapixels e câmeras triplas, com latência zero, foco automático híbrido e zoom óptico de 5x (yay!).

O chip se conecta a redes 4G de até 600 Mb/s (com até três agregações de portadora) e Wi-Fi 5 (802.11ac), inclusive com suporte ao protocolo de segurança WPA3. Ele tem uma CPU octa-core Kryo 260 (até 2,0 GHz) com fabricação em 11 nanômetros e GPU Adreno 610 para lidar com telas de até 2520x1080 pixels.

Qualcomm Snapdragon 665, 730 e 730G

Junto com o Snapdragon 730 e 730G, o Snapdragon 665 aparecerá dentro dos primeiros smartphones na metade de 2019. A Qualcomm ainda não revela oficialmente quais fabricantes utilizarão o novo chip — mas é bem provável que vejamos o 730 (e principalmente o 730G) nas marcas chinesas primeiro.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lisa8076

lооkіng fоr а gіrl fоr оne nіght? cаsuаl sex here!fuck me tоnіght hаndsоme!

Franco Luiz

Fica estranho mas sao jogos " de verdade" entao se vc quer chamar um aparelho de aparelho gamer , nos apresente jogos de verdade tipo o switch

Cameron Poe

exatamente, fora nomenclatura. ideal mesmo era seguir a linha 4xx/6xx/7xx/8xx e pronto, simplificava tudo, mas pessoal insiste em dificultar (igual a sammy agora com a linha A sendo nova linha de entrada)

Fabio Santos

Como se no mundo game tivesse mercado pra este diferencial, um detalhe que muitos dizem, smartphones chegaram aos gráficos do PS4, Xbox One, sim claro, porém estes consoles evoluem na média com sete anos a dez anos e quando vier os seus sucessores estarão novamente bem à frente de tudo que temos em smartphones, nos quais levará mais tempo e anos pra alcançar.
Uma pequena comparação de como algumas inovações levam anos pra aprimorar a empresa que trabalho está fechando um computador quântico com a IBM a duas semanas fomos conhecer suas aplicações para área médica é algo surreal, hoje nosso plano nos Eua trabalha com processos próximos dos 86% no servidor tradicional, com um computador quântico isto vai cair pra menos de 0,5% do limite diário.
Algumas tecnologias adormecem mais quando voltam vem com tudo deixando, outras que encostaram bem distante.

Fabio Santos

Gostava quando a diferença não era gritante, hoje se criou vários intermediários, muitas vezes como o Snap 660 que não chega a preço justo em países como o Brasil (quando chega).
Fazendo na real mais viável pegar um top de linha do ano anterior, no qual traz muitas vezes mais benefícios que o intermediário da atualidade.
Alguns dizem ser mais viável ter muitas opções no mercado, porém isto confunde o povo e parece criar valores desproporcionais até pra distanciar top de linha de outros sem contar que hoje começam a existir os supers top de linha, este mercado tá maior bagunça.

Credulos

Finalmente algo para realmente diferenciar de um top de linha normal,pois ate hoje as propostas de smartphone gamer só eram no visual externo, e acessórios.

João

Ah, mas cara, esse tipo de jogo fica estranho em Mobile, jogos da nintendo até vai pq são bem simples na grande maioria, fora que o cara não ia poder aproveitar toda a experiencia do jogo em uma tela de 5 quase 6 polegadas

Franco Luiz

Acho que vc n entendeu ...... Eu falei jogos Exclusivos em AAA com hardware feito para jogos , se for um jogo feito com uma complexidade alta um snapdragon nao vai rodar , Eu n to falando de joguinho portado como o GTA SA q vamos combinar é um jogo de ps2 com reduçao de de fov entre outros recursos pra rodar em celular

João

E precisa de um smartphone gamer pra isso? Smartphone gamer nada mais é do que um celular com hardware premium e design ruim cara kkkk. Se os usuários pedirem ou tiver um mercado pra isso as empresas lançam pro mobile, GTA San Andreas saiu assim, PUBG, fora esses outros jogos grandes.

Franco Luiz

Sim depende mas com pressão das fabricantes isso sai, começa com jogos exclusivos aaa e logo as coisas mudam

Franco Luiz

Exatamente isso e hardware feito para isso e não hardware de celular comum...

Nvidia tegra era ótimo para jogos e se n me engano o switch usa ele , cara falta muita coisa e o principal são jogos de verdade e não jogo de celular

João

Isso depende dos desenvolvedores, não das fabricantes de celular com ledzinha gamer

JK

Ai já depende das desenvolvedoras.

P. Herrera

Isso é só marketing para pegar os trouxas. Coloque a palavra gamer e cobre o dobro. Kkkkk
Qualquer iPhone novo ou Android topo de linha é um smart ''gamer'' sem precisar ser brega ao extremo(design meh, cheio de LEDs RGB e tals, do jeito q esse público gosta).

uB.

E não pode esquecer de um smartphone com beleza questionável!

Exibir mais comentários