Início » Legislação » Julian Assange é preso em Londres após Equador revogar asilo

Julian Assange é preso em Londres após Equador revogar asilo

Fundador da Wikileaks, Julian Assange foi preso depois de passar sete anos na embaixada do Equador em Londres

Emerson Alecrim Por

Julian Assange, fundador da Wikileaks, foi preso nesta quinta-feira (11) pelo Serviço de Polícia Metropolitana de Londres. Ele estava vivendo na embaixada do Equador em Londres desde junho de 2012 para evitar a sua extradição, mas teve o seu asilo diplomático revogado pelo presidente equatoriano Lenín Moreno.

Julian Assange

Julian Assange

Em comunicado, a polícia informou que foi convidada pelo embaixador do Equador a comparecer à embaixada para deter Assange por conta do anulamento do asilo. As autoridades britânicas disseram ainda que ele foi preso em cumprimento a um mandado expedido pelo Tribunal de Magistrados de Westminster em 2012.

Nas primeiras horas desta quinta-feira, Lenín Moreno divulgou um vídeo no Twitter explicando as razões para a revogação do asilo. Na gravação, o presidente afirma que Assange teve condutas desrespeitosas, violou normas, interferiu em assuntos de estado e que, concomitante a isso, a Wikileaks fez ameaças ao seu governo.

Ainda no vídeo, Moreno afirma ter solicitado ao Reino Unido a garantia de que Julian Assange não será extraditado a um país onde possa sofrer tortura ou pena de morte, condição com a qual o governo britânico teria concordado em manifestação por escrito.

Hoje com 47 anos, Julian Assange se refugiou na embaixada do Equador em Londres em junho de 2012 para escapar do pedido de extradição da Suécia, que o acusava de delitos sexuais — essa investigação já foi arquivada. Dois meses depois, o então presidente equatoriano Rafael Correa concedeu a ele asilo diplomático.

Desde então, Assange não saiu da embaixada. Ele dizia não fazê-lo por medo de ser extraditado à Suécia e, posteriormente, ao Estados Unidos, onde seria julgado por ter exposto numerosos documentos secretos do governo americano, como estes que evidenciam o poder de espionagem da CIA.

Porém, as relações entre Equador e Assange começaram a esfriar em 2017, quando Lenín Moreno assumiu a presidência do país. O que vinha acontecendo dentro da embaixada nos últimos meses não está claro, mas fala-se, por exemplo, que Assange foi acusado de descumprir condições do asilo, uma delas, a de não se envolver em assuntos políticos.

Também via Twitter, o ex-presidente do Equador Rafael Correa criticou duramente o atual presidente por conta da decisão: “Lenín Moreno, nefasto presidente do Equador, demonstrou a sua miséria humana ao entregar Julian Assange à polícia britânica. Isso põe a via de Assange em perigo e humilha o Equador”.

Já a Wikileaks publicou um tweet dizendo que Assange “não saiu andando da embaixada”, uma forma de afirmar que ele foi retirado do local contra a sua vontade. De fato, o vídeo mais acima mostra que Julian Assange foi praticamente arrastado pelos policiais.

Alan Duncan, ministro de Estado para a Europa e Américas, agradeceu ao Equador pela revogação do asilo e informou que “Assange irá enfrentar a justiça da maneira correta no Reino Unido”.

Não está descartada a possibilidade de ele ser enviado aos Estados Unidos, até porque a Scotland Yard confirmou que a prisão teve como base um pedido de extradição do governo americano.

Com informações: El País, BBC, TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Carvalho

O "Mas e o Aécio.....?" normalmente é uma mudança de assunto, e isso normalmente é ruim, pois é uma fuga de um debate importante. Mas se você prestar atenção eu não mudei o assunto, você o fez. o Assunto era "Julian Assange é preso no Reino Unido", você mudou o assunto pra nossos péssimos exemplos tupiniquins e eu continuei.

Lucas Carvalho

Você fez sua critica e eu fiz a minha, segue o jogo, uma coisa não anula a outra

Lucas Carvalho

-Então pq sempre que se fala do atual presidente, vem um bando comentar do outro que tá preso?
-Só respondo por mim, beleza?

Lucas Carvalho

isso é chamado de "outro lado", acho que você ficou muito nervosinho porque eu falei do cara.

Lucas Carvalho

porque você acha isso?

Lucas Carvalho

-Ter um agora protetor e amigo de milícia tá tudo bem?
-Não

Fabio Santos

As pessoas querem sua privacidade preservada, porém um país também quer sua inteligência preservada, seja qual for a nação está faz espionagem, você acha que os Ditadores não fazem isto com Brasil, EUA, Reino Unido?
No meu ver ele foi dado como um herói por revelar algo de uma nação capitalista e focar Eua como alvo principal, porém se ele tivesse focado Rússia, Coreia do Norte, Cuba entre outros de esquerda agora muitos estariam felizes ainda mais aqui aonde as pessoas podem citar tudo sobre progressista mais falou em conservadorismo nossa vão e caem matando.

Gragas

bom,se aplicarem a pena de morte vai dar uma repercussão negativa imensa,provavelmente vão matar por baixo dos panos mesmo.

Leandro Nascimento

Tudo isso cheira só uma coisa: motherfucking money!

Trovalds

Pelo tamanho da repercussão que o caso dele vai ter sim. Mas a pena máxima seria essa.

Dificilmente resulta em morte. no caso de assange é ultra improvável. Nao sabemos ao menos se ele será extraditado ou nao.

hipocrisia e defesa de interesses. Foda se os EUA.

Lucas Carvalho

os EUA condenam Assange e ao mesmo tempo condenam a Huwaei, como podemos chamar isso?

Matheus Gonçalves

Vi correndo, achei que fosse o David Letterman aposentado.

https://uploads.disquscdn.c...

Trovalds

Bom, até onde sei condenação por traição nos EUA é morte. Mas vai passar muita água embaixo da ponte até ele ser julgado e condenado. Fora que mesmo se a pena capital for aplicada, ele até morre mas a ideia que ele plantou não.

Exibir mais comentários