Início » Brasil » Governo vai unificar portais em domínio gov.br e centralizar aplicativos

Governo vai unificar portais em domínio gov.br e centralizar aplicativos

Por exemplo, endereço do Min. da Economia seria migrado de economia.gov.br para gov.br/economia; promessa é reduzir custos

Felipe Ventura Por

Um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro estabelece que todos os canais online do governo serão centralizados no domínio gov.br: por exemplo, o endereço do Ministério da Economia seria migrado de economia.gov.br para gov.br/economia. A publicação de aplicativos na App Store e Google Play também será centralizada. A promessa é de reduzir custos.

Bandeira do Brasil

Luiz Felipe Monteiro, secretário de governo digital, diz ao Convergência Digital que atualmente existem "mais de 1,3 mil sites gov.br, mais de 100 aplicativos de governo e já mais de uma dezena de chatbots". A ideia é realizar uma "consolidação de canais tendo como foco a estratégia de um governo único para um cidadão único". A Casa Civil estima que os custos de comunicação digital cairão de R$ 140 milhões para 30 milhões ao ano.

De acordo com o decreto, será obrigatório usar o domínio raiz "gov.br" acrescido de "/" nos novos endereços. Ou seja, se você quiser acessar o site da Anatel, terá que digitar gov.br/anatel em vez de anatel.gov.br. Todos os órgãos da administração pública federal terão que seguir esse modelo até o final de 2020.

A partir de julho, será proibido registrar novos domínios terminando em ".gov.br". E até dezembro de 2020, todos os órgãos do governo deverão migrar seus respectivos sites para o domínio gov.br. Os endereços antigos podem ser desativados, dando erro 404, ou podem redirecionar para o portal único.

Secretaria vai centralizar publicação de apps do governo

Quanto aos aplicativos de celular, o registro em lojas como App Store e Google Play ficará a cargo da Secretaria de Governo Digital, que faz parte da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, subordinada ao Ministério da Economia.

Ou seja, a publicação de aplicativos será centralizada em uma só entidade. Atualmente, cada área do governo federal pode colocar seus apps nas lojas. Pior: eles são pouco utilizados, e a média de downloads é de 60 mil. Monteiro diz que serão mantidos apenas os apps com mais usuários.

O objetivo do portal gov.br é unificar os canais digitais "dos órgãos e das entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo federal". O decreto foi publicado no Diário Oficial da União.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

antonio ivan
MDS 140 milhões por ano em comunicação digital? Pra todo lado tem muita gastança. Como vai ser o portal da saude
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
é o inverso, vão gastar mais 110 milhões contratando uma empresa de alguém para poder migrar tudo.tem que ser do inverso quando for ler isso.
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
tipo uma CPI para ver de quem é a empresa que desenvolveu?tipo o exame de simulador de direção que só serve pra aumentar o preço final á quem quer tirar uma carteira de motorista?hm.... já tem laranja demais nesse governo, vamos precisar de uma cesta maior se for pra colocar mais laranja.
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
o que importa é fingir que tá fazendo algo, tá funcionando há mais de 100 dias então...
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
não tem como cara, mesmo centralizado o número de servidores é o mesmo (ou até mais).
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
sim, mas existe um nível de indicados que precisa se ter (são chamados em casos de "emergência"), tenho um professor que foi DAS e só chamam os nomealdos quando a coisa fica feia, fora isso nada muda.e o projeto também não muda nada como o Paulo disse, as equipes vão continuar na mesma com o mesmo número de indicados também. só é mais prático ao usuário final, o gasto pode até crescer para colocarem indicados para migrar o sistema (ou licitação superfaturada para alguma empresa fantasma de algum político...)
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
se você só vê os relançes e fala que estão desgastando o governo, tenho um spoiler: ele mesmo esta desgastando o seu governo, tá arrumando briga com o próprio partido e outra, o cara é e sempre foi um oportunista de meia tigela igual o poste do presidiário, até a marina valia mais que esses 2 pacotes de estrume. https://media1.giphy.com/me...agora ele ser oportunista e aprovar uma medida que faz bem á todos o que tem que se reclamar? que antes ficar dependente de um sistema feito com o bumbum era bacana?
Antony
Silvio Ney
Você é incapaz de raciocinar quando você tem partido de estimação.
Silvio Ney
A despesa disso não é apenas com domínio... de forma resumida e que eu me lembre:- dominio- servidores- certificados- muitos servidores (mais mão de obra)
Silvio Ney
Exato... a despesa com dominio é irrisória. Talvez seja por conta da hospedagem, custo com servidores.Provavelmente vão tentar manter tudo unificado em um servidor apenas e separar tudo por VMs ou Containers ou como queiram chamar e por aí vai.
Vampiro Cabra Macho
E o governo está certo centralizando tudo para o Serpro gerenciar.
Vampiro Cabra Macho
Tá certo. Tem que organizar essa bagunça mesmo.
SR 71 Pássaro Preto
...
Paulo Pilotti Duarte
Você não disse coisa com coisa nesse comentário.
Alexandre Duarte
Gostaria muito de saber como o governo pretende economizar R$ 110 milhoes com o que parece ser uma simples mudanca de DNS.
Eric Viana
Existe um detalhe que ninguém falou aqui. Se são funcionários públicos concursados não podem ser demitidos assim como é feito numa redução de custos operacionais do mercado. Logo as equipes (concursadas) vão continuar existindo.
Felipe Silva
E pra isso precisa quebrar todos os links que apontam para sites do governo? Não poderiam unificar mantendo os domínios atuais?
Felipe Silva
Tu pode tranquilamente ter centenas de domínios apontando pro mesmo servidor, não precisa excluir os domínios para unificar os servidores e equipes de manutenção.
gabriel
Todas as universidades possuem domínio próprio (normalmente são simplesmente .br, sem o gov)
gabriel
De fato, não passa de um mito.
gabriel
o "mesmo design", no caso, é aquela identidade visual baseada em um Pacman tupiniquim. Vai ficar lindo. Vai sim.Aliás: https://arquiteturaemnotas....
gabriel
"Ou seja, a publicação de aplicativos será centralizada em uma só entidade."vai dar super certo issovai sim
Thiago Pereira
Tava demorando para aparecer alguém com um comentário assim. Lamentável
phsodre
Mas ele não presta mesmo, nem como pessoa, nem como governante. Mas de fato é uma proposta muito boa e que eu super apoio, não só pela questão econômica da coisa, mas tbm pela ajuda que pode gerar para o usuário médio identificar o que procura e até o que não procura mas tem alguma curiosidade, tendo em vista que estará tudo ao alcance de poucos cliques. Acho que é uma ótima saída, e se é bom não tem pq eu ficar contra!
Gustavo Saez
Concordo com você, um exemplo q ta na moda e ninguém sabe o que é “qr code” pra tudo. Mas ninguém sabe ler rsrs tem que ter uma placa dizendo pra scanear e tudo mais... essa é a ideia do meu podcast. Passar essas infos pra todo mundo. Porque é osso hahahah
Qohen Leth
Uma causas do desconhecimento é a falta de educação digital dos brasileiros.Brasileiro é o tipo de pessoa que tem um celular de último tipo e ainda pergunta onde fica tal endereço... mesmo qualquer celular e computador tendo acesso à GPS, Google Maps e coisas assim.Pode ter certeza: a maioria dos brasileiros utiliza o celular só para navegar, Twitter, Facebook e "ZAPZAP".
Qohen Leth
Pessoas doentes são assim. De ambos os lados.
Qohen Leth
Porque cada maldito ministério é um feudo de informações!Além disto, cada ministério tem seu orçamento e decide como usar.O Brasil deveria ter um ministério ou empresa única que gerenciasse todos os dados e o desenvolvimento dos aplicativos.E, os outros ministérios, só consumiriam os dados desta empresa.Mas, infelizmente, aqui cada um quer ser dono de algo, quer "manter sua sardinha".Então, para o Ministério da Justiça acessar dados de Pessoa Física e Jurídica, tem que fazer um acordo com o Ministério da Fazenda.Para o Ministério da Fazenda acessar dados de imóveis rurais, tem que fazer acordo com o INCRA... e assim vai.
Carol00y
Who want to see my nudes?
fan
Partimos do pressuposto que sim, mas ia que entra o nosso papel de cidadão que é cobrar pra que Oq foi dito, seja de fato feito. Acho que ficar de indisposição cm o atual governo não vai ajudar em nada a sairmos da crise. E aparentemente as pessoas estão mais preocupadas em ferrar cm o governo do que em colaborar pra um ambiente político saudável e estável.
fan
Antes esse governo que o os anteriores, prq se o Brasil está nessa merda não é prq o Bolsonaro (do qual eu descordo em muito de alguns posicionamentos dele) assumiu a 3 meses. Se estamos com 13 mi de desempregados, figurando entre os países que mais investe em educação e obtém apenas 6% de retorno com bilhões que são gastos (orçamento esse que é maior que muito país evoluído), figurando na penúltima posição de mais de 100 países em ranking de liberdade econômica ... e segurança a gente nem tem...
Paulo Pilotti Duarte
A questão é que não é tido que vai ocorrer centralização de equipes. O que é dito é que os domínios vão ser centralizados e, até onde me consta, isso não implica em centralizar equipes. O mesmo para os aplicativos.
Caio Henrique
Let's Encrypt é gratuito e certificado de um só domínio é barato.
Internet
O da Let's Encrypt é grátis
Gabs
Já entrou em https://gov.br para ver?Provavelmente vai ficar em algo do tipo brasil.gov.br
Gabs
Por mais que o domínio n seja comprado, cada domínio precisa de hospedagem, e precisa de softwares pagos para publicar, para garantir segurança, entre outras coisas.
Tiago Celestino
O Lets Encrypt ñ é “free”?
Burnerman_X
Isso vai dar uma bagunça nos emails...
Burnerman_X
E isso aumenta gastos. Esses certificados não são nada baratos.
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Realmente, nunca entendi pq criar apps para carteira de identidade, motorista, cpf, título de eleitor...Poderiam até mesmo investigar esses contratos para desenvolvimento desses apps, avaliar se tinha necessidade e se não tinha punir os responsáveis.
Ticano
Eles estão migrando tudo para o Serpro, finalmente.
Felipe Silva
Poderiam unificar tudo no mesmo servidor e manter os domínios como estão, já que os domínios são baratos, não representam um grande gasto.O que me parece é que querem quebrar todos os links antigos para ficar mais difícil de se obter informação antiga, e certo que muitas informações do governo vão sumir nossa migração.
Keaton
Unico contra nisso é que para tirar tudo do ar, precisa derrubar apenas um dominio. :IQuero nem ver.Outra coisa é se eles não atualizarem os servidores... ai sim vai ser lindo tudo fora do ar por excesso de uso em certas datas...
Betty2215
If you Want Private Videos
SiouxBR
Paulo, atualmente cada ministério, estatal, agência reguladora, etc, tem equipe de segurança própria para cuidar dos servidores web do seu órgão e gasta uma quantia absurda de dinheiro com hardware e software de segurança/gerenciamento.Quando é tirada das mãos dessa equipe essa tarefa e centralizada em um local, com ferramentas automatizadas e equipe técnica de alto nível, se reduz consideravelmente a quantidade de pessoas necessárias para esse gerenciamento (se você centralizar 100 órgãos em um local não terá que ter uma equipe cuja soma seja a mesma desses 100 órgãos, por exemplo).Cinco anos atrás eu trabalhei em uma empresa que fazia exatamente isso: absorvia toda a parte de gerenciamento e segurança de rede/banco de dados de grandes empresas (e alguns órgãos públicos).Essa empresa tinha o estado da arte em hardware/software de gerenciamento/segurança, além de funcionários altamente especializados/certificados.Os custos para uma única empresa manter algo parecido seria proibitivo para grande parte dos contratantes desse serviço, mas ela conseguia manter essa infra com um preço interessante justamente por "ratear" as despesas com dezenas de clientes.Outro exemplo: atualmente trabalho em um banco que a cerca de 15 anos atrás centralizou dentro de uma companhia telefônica todos os seus firewalls e servidores (rede, banco de dados e apps) que antes eram distribuídos por vários CPD's.Os custos tanto de pessoal como de equipamentos foram reduzidos consideravelmente (alguns milhões de Reais por ano). Até o momento tem sido um ótimo negócio tanto financeiramente quanto em termos de segurança e compliance.
biscoitao
E ainda assim não vai funcionar direito, vai ter muito bug e ficar 10h por dia fora do ar
biscoitao
Provavelmente o custo para reduzir custo vai ser de 1 trilhão para implementar e aumento de 500 milhões por mês a mais para manter
Paulo Pilotti Duarte
E essas equipes vão continuar existindo, ou você acha que vai ser possível reduzir as equipes de maneira significativa apenas por estarem dentro do mesmo domínio?É bem possível que, inclusive, precisem de aditivos no orçamento de cada órgão para suprir o retrabalho de migração, nova identidade gráfica (presumindo que se siga uma nova IG), migração de banco e outros problemas que possam surgir.Sem o governo apontar exatamente onde vai ter economia, eu só consigo pensar que é propaganda pro povo aplaudir e achar que o governo está fazendo algo relevante.
Paulo Pilotti Duarte
Sim. É bem possível que gere mais gastos.
Paulo Pilotti Duarte
Seu não discordo de nada, a questão é que sem apresentar ONDE vai ser a economia de fato, não tem porque acreditar nas contas que eles apresentam (isso quando apresentam conta). Ainda mais nesse governo que tende a exagerar nas suas economias como forma de propaganda.
Paulo Pilotti Duarte
Mais acima já foi solucionada a questão de custo por domínio. Eles são grátis ou um preço simbólico. Não é daí que vem a economia.
Internet
Hahaha, tenho notado que vários sites do governo têm migrado para outras Autoridades Certificadoras (ACs) como a Let’s Encrypt por exemplo, em vez de usar a AC Raiz do próprio governo (é a AC do governo que causa o aviso de certificado não confiável).
André
Com certeza, dá sim. Apenas o pessoal do Registro.br tem de ajustar removendo o `.gov.br` de categoria, e aceitá-lo como um domínio de fato. Nisso, onde este domínio for apontado, dá pra fazer a config que julgarem necessária.
kadu
Se o governo disse, então é verdade.
Susan742
I am very hot sexy girl, now me totally naked any one see & fuck me
Internet
Bom, para um site de governo eu acho que o design foi bem assertivo, não estou dizendo que é bonito ou não, só que o site é simples, sem muitas distrações como imagem e ícones, dando foco ao conteúdo, diferente de muitos sites do governo brasileiro.Quando disse com um mesmo design, não quis dizer necessariamente com o mesmo design do site do governo britânico, e sim um design padrão para todos os sites do governo federal.
Internet
Ok, mas não entendi o problema de os serviços estarem no domínio service.gov.uk.O decreto não diz que nunca mais poderá haver subdomínios no gov.br, só que a partir de 2021 os sites dos órgãos públicos do governo federal deverão estar no domínio gov.br, acrescido da barra e do “detalhamento” (ex: gov.br/anatel em vez de anatel.gov.br). Basicamente a mesma proposta do gov.uk, onde os sites dos órgãos públicos do governo (HM Government) ficam em www.gov.uk/government/organisations/ (ex: www.gov.uk/government/organisations/driver-and-vehicle-licensing-agency)Como a Driver & Vehicle Licensing Agency (DVLA) também tem um sistema complexo, os serviços podem ser acessados tanto pelo domínio service.gov.uk (para o serviço Vehicle Tax, por exemplo) quanto pelo domínio motoring.dvla.gov.uk (para emissão de carteiras de motorista)Não sei se isso (o domínio próprio da agência DVLA) seria uma exceção ou se os sistemas ainda não foram migrados (como você pode ver o sistema Vehicle Tax ainda está em beta).Isso poderia acontecer também com o sistema da Anatel. Por ser complexo, o governo poderia simplesmente adicionar uma exceção a agência, mantendo o sistema em anatel.gov.br e o site da agência em gov.br/anatel, como um ponto central para acesso às informações institucionais, noticias e serviços da agência, já que exceções são previstas no decreto. Quando alguém acessasse algum serviço, simplesmente seria redirecionado para o domínio do sistema da agência.Ainda sobre as exceções, o governo poderia adicionar um subdomínio para os serviços prestados pelos órgãos públicos (ex: <servico|agencia>.servicos.gov.br como acontece no gov.uk, se isso fosse mais fácil do ponto de vista técnico ou decorrente de uma limitação técnica.Também outro ponto onde a proposta dos dois sites se encontra é em relação ao corte de custos: de acordo com o governo britânico, o site de domínio único custou quase cinco vezes menos que os sites anteriores. Enquanto os sites anteriores custaram aproximadamente 21,4 milhões de libras esterlinas em 2010-11, o site gov.uk custou aproximadamente 4.6 milhões em 2011-12 (fonte: https://www.computerworlduk... )
Tiago Vidal de Souza
Será que finalmente eles terão um certificado https valido, pqp.
SiouxBR
Segundo um professor da faculdade que por acaso também era chefe de segurança de um ministério, cada um desses órgãos tem equipe própria de segurança, gasta milhões de Reais por ano em firewalls e outros appliances para impedir invasões.Pode até não ocorrer redução grande nos custos de desenvolvimento/programação, mas a simples centralização da infra de segurança irá praticamente gerar a economia citada na matéria...
Lucas Ribeiro
Não daria para cadastrar subdomínios no .gov.br?Tudo ficaria esteticamente igual.
Marcos
Sim, na teoria é isso de centralizar a informação em um único local. Eu entendi isso. Porém estou me referindo a quantidade de dominios. Os sistemas propriamente dito ficam em outros subdomínios.Mas entrando nos links do site vi estes (que são os sistemas do governo uk), por exemplo:https://www.access.service....https://www.findapprentices...https://vehicletax.service....https://register.ofqual.gov.ukCreio que fizeram isso para apontar o subdomínio para diferentes sistemas/servidores. Mas usam o subdomínio *.service.gov.br, isso faz com que o custo caia, pois a criação de um subdomínio é gratuita e também um único certificado digital (https) pode ser utilizado.Trazendo para a realidade do br, a anatel por exemplo, ela tem um sistema bem complexo que fica no subdomínio dela e apontando para os servidores dela.https://sistemas.anatel.gov...Assim sendo, é necessário mesmo assim que o governo tenha outros subdomínios para apontar para outros sistemas/servidores. Se a ideia é diminuir domínios, o ideal é fazer igual ao gov.uk, criar um domínio raiz (service.gov.uk) e difundir para os sistemas e também diminuir o custo com certificado digital.Mas enfim, isso é só uma obervação técnica. Seria ótimo o governo "copiar" essa ideia do gov.uk, tudo padronizado em um único local.
uB.
Na boa, esta daí é uma organização pra inglês ver.Vai centralizar tudo no gov.br, mas e daí? Cada serviço continuará com suas regras, bases, bancos e etc.Ou seja, na prática n vai economizar e nem unificar nada!A parte de apps por exemplo, vai combinar essas coisas independentes ao invés de fazer um único app bem feito pra tudo: título CPF, carteira, declaração e etc...
pedrowillyam
Pode ser (e eu acredito que seja e muito) funcional, mas o design desse site é tão feio. :\Enfim, beleza não põe mesa.
Cassio
Boa! Só falta explicar melhor como realmente os custos vão diminuir. Fica a dica para o Tecnoblog tentar entrevistar, mesmo que via texto o secretário de Governo Digital!!
Meiksonq
aheuahee
Zé Colmedia
Deixa o mago trabalhar. Alguém conhece esse meme? Kkkk
Zé Colmedia
Pode ser o inverso se olharmos por outra ótica.
Zé Colmedia
MDS 140 milhões por ano em comunicação digital? Pra todo lado tem muita gastança. Parece que esse quadro tá mudando.
Baidu feat MC Brinquedo
Mas meu partido é o Brasil!Não pera... Isso é lema de um candidato.
Internet
Eu acho que tem a ver com o que o @Knevitzdoug disse. Aqui nos comentários postaram que os domínios .gov.br são isentos de anuidade.Acho também que pode ter a ver com a infraestrutura. Se considerarmos que cada domínio tenha pelo menos um servidor próprio, é possível que centralizando tudo num único domínio dê para enxugar um pouco a infraestrutura e usar menos servidores.
Corvo
"...atualmente existem “mais de 1,3 mil sites gov.br..." cada domínio custa $$$ todo ano, só nisso já da uma bela economia.
Gian Luigi
veja "x" subtítulo completo, todos os filmes disponíveis !!aqui: gogoseries1.blogspot.com
Gian Luigi
veja " Shazam " subtítulo completo, todos os filmes disponíveis !!aqui: gogoseries1.blogspot.com
fan
Bom, não sou eu que está dizendo que vai haver economia, è o próprio governo, então, sim a economia existe e é bem grande. Oq eu fiz foi apontar de onde eu acho que vai vir essa economia... E vc tem pleno direito de descordar.
ochateador
Apenas palpitando (embora não conheça muito a fundo o asssunto).anatel.gov.br = usar servidor de hospedagem diferente de gov.br.gov.br/anatel = usa o mesmo servidor de hospedagem (e a mesma instalação) que o gov.br.
Mario Bros
O .br é do governo. Cara, não viaja ou vou começar a achar que isso é de proposito pra tumultuar...
Keaton
Governo centralizando o vazamento de dados em um único endereço. Muito bom. huehuehue
Internet
gov.uk (styled on the site as GOV.UK) is a United Kingdom public sector information website, created by the Government Digital Service to provide a single point of access to HM Government services. [...
Cristiano Cruz
exato, só vejo retrabalho..
Paulo Pilotti Duarte
Não vai reduzir gasto nenhum com pessoal. Os programadores, designers e todo mundo de TI vai continuar no mesmo lugar porque não existe economia ao apenas mudar de domínio internamente. E os aplicativos também vão continuar tendo a sua equipe especializada.Facilita, talvez, na hora de saber sobre os sites ou algo do tipo, claro. Seria bom também uniformizar a identidade gráfica e fazer um "catálogo" desses serviços que fosse de fácil consulta. Mas economia? Não vejo onde.
Meiksonq
Você não pode fazer isso, no art 21.456 inciso XX parágrafo único, quadra 12 do código de conduta da internet diz que o usuário deve amar ou odiar o governo e seus representantes não havendo a possibilidade de existir um meio termo.
Marcos
Boa sorte para o sysadmin aí
Marcos
Este site aí é apenas uma pagina de help.Os serviços estão diretamente ligados em subdominios ex: https://vehicletax.service....
Leandro Alves
Então .br é um TLD e .gov. é um DPN (categoria de dominio)
fan
Acredito que essa economia se deva ao enxugamento de pessoal. Se antes vc precisava de uma equipe pra cada domínio (ou o nome Que for), agora vc centraliza os gastos em uma única equipe, responsável por tudo.Particularmente gosto muito da ideia de vc poder procurar tudo que precisa em um só lugar, facilita muito... inclusive tem muitos apps do governo que poderiam ser unificados...Essa também è uma ótima oportunidade pra revisar contratos de prestação de serviços etc...
Leandro
E como vai ficar https://gov.br/anatel ?O que eu sabia é que o TLD é .br e não gov.br...
Jeziel Moura
Eu sei o que é CDN. Acredito que o principal motivo da mudança é exatamente o que eu lhe falei, hoje cada site é independente, cada um pode ser feito usando tecnologias diferentes, versões de bibliotecas diferentes e até mesmo servidores diferentes, cada um tem sua equipe de desenvolvimento. A ideia de criar um só site, é que apenas uma equipe trabalhe nele, utilizando uma única plataforma.
Leandro Alves
gov.br não é um dominio, é um TLD, igual ao .com.br .blog.br, etc.
Leandro
Como isso vai reduzir custos na casa de milhões?O domínio já não é um só? https://gov.br?https://anatel.gov.br não é sub domínio de https://gov.br?Se eu tenho meu domínio https://zedascouves.com eu posso criar o subdomínio que quiser...
Baidu feat MC Brinquedo
Quando acerta eu parabenizo,quando erra eu taco o pau.Não importa o partido ou a bandeira, não sou de direita ou de esquerda, sou brasileiro e pago meus impostos certinhos!
Internet
Se ficar igual ao do governo do Reino Unido (tudo no mesmo domínio com um mesmo design) minhas preces serão atendidas \o/
Gustave Dupré
Correndo o risco de ser leviano, mas o domínio é basicamente um apontamento. O órgão detentor do tipo gTLD que paga as taxas, roteadores e etc..., no caso do ".gov.br" o domínio é o ".br". Ele já se pagou a muito tempo, algumas pessoas até acreditam que tem esquema ai, vide o artigo da fapesp.
Uriel Dos Santos Souza
Ta loquiando! Tudo pode ficar no mesmo lugar mesmo com subdominios diferentes!Usando bibliotecas do mesmo ponto. A gente chama de CDN isso ;)
Uriel Dos Santos Souza
Nenhuma! Da pra por um CMS(gerenciador de conteúdo) em nome.gov.... Ou gov/nomeNão muda nada da realidade!
Uriel Dos Santos Souza
nada ver
Gustave Dupré
Me corrija se estiver errado, mas o dominio .br é do tipo gTLD (generic top-level domain) e country-code cujo o dono é CGI que é basicamente, uma entidade do governo. O dominio ".gov.br" foi determinado pelo CGI que somente entidades civis ou seja o governo pode registrar.A Resolução CGI.br/RES/2017/031 determina que os domínios sob a raiz ".gov.br" são isentos de pagamento.Então o custo teórico é zero. Na pratica, o custo é subsidiado pela receitas obtidas das vendas de domínio ".br". De qualquer forma deve ser trocado, trocado mesmo, tipo uns 30 centavos somados todos os domínio do governo.Deve ser por outro motivo, talvez vão unificar as hospedagens (não sei se é separado)Source:https://bv.fapesp.br/namidia/noticia/4547/grana-registro-br/https://www.iana.org/domains/root/dbhttps://www.governodigital.gov.br/transformacao/compras/orientacoes/dominios
Douglas B
Eu não gosto da pessoa Bolsonaro, mas admito que estou gostando de várias decisões que ele está tomando, como essa. Galera já tá passando dos limites, já tá fazendo de tudo pro Brasil ir pra merda só pra "provar" que o cara "não presta". Daqui a pouco essa galera desgasta tanto o governo com essas atitudes que vai ficar realmente inviável o cara mudar alguma coisa. Foi eleito, deixa as coisas fluírem poha, para de atrasar mais ainda o país.
ditom
Isso não vai trazer uma vulnerabilidade maior? Se cair o domínio principal, caem todos os demais serviços. No modo antigo, o problema ficava para um só órgão...
Yam Barros
Eu acho que o Governo Federal não tem competência pra determinar que Estados e Municípios façam o mesmo. Com relação aos e-mails eu imagino que não se enquadram neste decreto.
Exibir mais comentários