Início » Aplicativos e Software » Sony lança aplicativo de táxi para concorrer com Uber no Japão

Sony lança aplicativo de táxi para concorrer com Uber no Japão

S.Ride funciona apenas em Tóquio e tem frota inicial de 10 mil carros; Japão proíbe viagens compartilhadas por app

Lucas Lima Por

Em parceria com cinco companhias de táxi, a Sony lançou nesta terça-feira (16) o S.Ride em Tóquio, para competir com a Uber e a JapanTaxi, sendo essa segunda a mais forte no Japão. O serviço aceita pagamentos via dinheiro, cartão de crédito e QR Code. Aplicativos de compartilhamento de viagem são proibidos no país, daí a necessidade de fazer parceria com táxis.

s ride é lançado pela sony para concorrer com uber

O S.Ride — dito “simple, smart and speedy” (simples, inteligente e rápido) — opera com inteligência artificial para prever os locais com mais demanda de táxis ao longo do dia, de acordo com a empresa. A frota inicial é de 10 mil carros, que atenderão apenas em Tóquio, por enquanto. A JapanTaxi tem cerca de 60 mil táxis, mas que funcionam em todo o país, não só em Tóquio.

Além da Sony, o S.Ride pertence a um aglomerado de mais seis empresas chamado Minna no Taxi (Táxi Para Todos) Corporation, formado também pela Daiwa e a Kokusai, duas das maiores operadoras de táxi em Tóquio. Um porta-voz da empresa disse ao CNET que a Sony não tem intenções de expandir o serviço para fora do país.

Japão proíbe serviços de compartilhamento de viagens

Vale lembrar que o Japão proíbe serviços de compartilhamento de viagens como conhecemos. A Uber, por exemplo, teve que formar parcerias com empresas de táxi para operar no país. A grande potência nesse tipo de atividade é JapanTaxi: ela recebeu um investimento de cerca de US$ 20 milhões para crescer no país, vindo da empresa de telecomunicações NTT Docomo.

Outra empresa de telecomunicações japonesa, a Softbank Group, também anunciou um acordo com a chinesa Didi Chuxing (dona da 99) para lançar um aplicativo de táxi no Japão. As Olimpíadas de 2020 ocorrerão em Tóquio, e a concentração de turistas na cidade será um belo atrativo para essas empresas.

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Epic Mac Fadden - ODZ -

Então, o que não entendo é se o 99 cobra taxa também - já que taxistas pagam pra prefeitura pra trabalhar também - cobram menos do cliente final.

Mas acho que quanto mais variedade, melhor.

Highlander

Estou a me referir sobre TAXAS para uso de App, mas taxistas têm isenção em algumas taxas sim, na compra do veículo IOF, IPI, ISS, ICMS, 70% de desconto IPVA (GNV)...

Epic Mac Fadden - ODZ -

Eitaporra.... de onde você tá vindo??? Quantos profiles você tem?

"os taxistas não pagam taxas para terceiros"

Pra prefeitura não pagam inscrição? Taxas, renovações e o escambau?
INSS não é recolhido?
Sei que o motorista de Uber recebe um terço do valor cobrado e tem de se virar com previdência e afins.

O 99 aqui é mais barato também, mas creio que cobram menos do que o Uber do motorista - que no final possa sair tudo a mesma coisa, afinal quem se ferra sempre é a base da cadeia alimentar.

E entra naquilo que falei sobre branding - a marca se tornou "confiável", estável. Eu mesmo só tomo Uber por isso.

Highlander

Aqui no Rio já tem um app de táxi e já fiz um teste, sai mais barato que o Uber porque os taxistas não pagam taxas para terceiros e mesmo assim o Uber continua reinando!

Barbara8956

I am very hot sexy girl, now me totally naked any one see & fuck me

Epic Mac Fadden - ODZ -

A mesma que tem no resto mundo. Mas se der certo lá, por quê não em outros lugares? Em São Paulo querem regulamentar o Uber (e em parte o faz) de uma maneira semelhante.

Mas seria o primeiro aplicativo a "dar certo" lá no Japão, pois não confiam em Uber mas confiam em Sony.

A questão de branding poderá se tornar padrão fora da mesma maneira, se a (por exemplo) Coca Cola enveredar pelo ramo, Pirelli, Shell ou mesmo a Microsoft. Veja a tentativa da Apple com carros autônomos, e o sucesso da Tesla com o mesmo.

É um modelo de negócios arriscado, mas uma marca conhecida pode fazer isso se tornar viável.

Jairo ☠️

Sony diversificando isto é otimo

Highlander

Qual relevância disso aqui no Brasil?

Epic Mac Fadden - ODZ -

Imagino que o grau de polidez e eficiência seja espetacular perto dos outros serviços pelo mundo.

Mas também há a questão de parâmetros dos motoristas - principalmente idade - pois o Japão é um país com um grande número de idosos, o que poderia ajudar a previdência a não entrar em colapso. Nisso há também a questão de quão aptos estes estariam para dirigir.

Acho que quebrar o modelo engessado dos táxis é um avanço econômico quanto social, só vejo vantagens na big picture.

Epic Mac Fadden - ODZ -

Didi Ca-xing

$$$$

...desculpe, não agüentei....