Início » Celular » Apple se junta a empresários que doarão para reforma da Notre-Dame

Apple se junta a empresários que doarão para reforma da Notre-Dame

Doações à catedral ultrapassam os 700 milhões de euros; captura 3D da igreja pode ajudar reconstrução

Por
18 semanas atrás

Por meio do Twitter, Tim Cook informou que a Apple doará para a reforma da catedral de Notre-Dame de Paris, que pegou fogo nesta segunda-feira (15). Junto à Apple, outras empresas, milionários franceses e até uma cidade húngara doaram para a causa da igreja 856 anos, símbolo histórico da França.

A súplica veio do presidente francês, Emmanuel Macron: ele prometeu reconstruir o monumento, que recebia cerca de 35 mil pessoas por dia, em cinco anos. Ainda não é certo o valor total da reforma, mas especialistas afirmam que isso poderá custar centenas de milhões de euros por vários anos ou até décadas.

Doações ultrapassam os 700 milhões de euros

As doações ultrapassaram a marca de 700 milhões de euros para a reforma da Notre-Dame; a maior parte do montante vem de grandes companhias franceses e bilionários do ranking de pessoas mais ricas do mundo.

A família Bettencourt Meyers, sócia da empresa de cosméticos L’Oreal, anunciou a doação de 200 milhões de euros. Bernard Arnault, responsável pelo conglomerado de moda LVMH (Louis Vuitton Moet Hennessy) e o terceiro homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 90 bilhões, também prometeu 200 milhões de euros.

François-Henri Pinault, responsável pela Kering, holding especializada em artigos de luxo como a Gucci, e seu pai François Pinault doaram mais 100 milhões de euros, por meio empresa de investimento deles, a Artemis. François Pinault é a 23ª pessoa mais rica do mundo, com algo em torno de US$ 37 bilhões.

Foto por Decaseconds/Flickr

Notre-Dame de Paris em 2018

O presidente executivo da petroleira francesa Total, Patrick Pouyanné, também anunciou a ajuda de 100 milhões de euros. Outros 50 milhões de euros foram anunciados pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo. A região de Ile-de-France, dos arredores de Paris, prometeu dez milhões de euros. Mais 10 milhões de euros vieram da holding familiar controlada por Martin e Oliver Bouygues.

Marc Ladreit de Lacharrière, da holding francesa Fimalac, disse que doará 10 milhões de euros “para a reconstrução da flecha”. Cinco milhões de euros serão doados pelo banco Crédit Agricole. Outro banco é o BNP Paribas, que contribuirá com 20 milhões de euros.

Além da França, 10 milhões de euros virão de Szeged, cidade da Hungria que teve ajuda de Paris para se reconstruir de uma inundação ocorrida há 140 anos. Outras pessoas interessadas podem doar pela organização sem fins lucrativos Fondation du Patrimoine, que já arrecadou dois milhões de euros para a causa.

Câmeras 3D e Assassin’s Creed podem ajudar

captura 3d notre dame

Um vídeo de 2015 mostra que dois professores, Andrew Tallon e Paul Blaer, capturaram todo o interior da Catedral de Notre-Dame, com um dispositivo chamado Leica ScanStation C10, que tem câmeras de ação e disparo a laser, capaz de gerar arquivos 3D dos quais podem ser visualizados de várias maneiras — inclusive para impressões 3D de peça por peça da igreja.

Na imagem acima, o círculo preto é o ponto que o dispositivo está posicionado e aparece quando você olha para baixo a partir da imagem esférica, veja quão intenso foi o mapeamento da catedral por Tallon. No site MappingGothic.org é possível ver mais imagens esféricas capturadas por Tallon.

mapeamento 3d da notre dame

Outro vídeo de 2014, com duração de 13 minutos, mostra a exploração de Notre-Dame por meio do jogo Assassin’s Creed Unity, durante a Revolução Francesa, feita pelo jogador DKCGamerGirl. Talvez essa não seja uma das melhores maneiras de relembrar todos os detalhes do monumento, mas pode confortar aqueles (me coloco aqui) que nunca pisaram na catedral… antes do incêndio.

Com informações: G1, UOL, Estado de Minas e SlashGear.

Mais sobre: , , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.