Início » Aplicativos e Software » Microsoft cancela projeto do Windows 10 que trazia abas ao Explorador de Arquivos

Microsoft cancela projeto do Windows 10 que trazia abas ao Explorador de Arquivos

Microsoft preparava "sets" para Windows 10, que permitia reunir aplicativos diferentes em abas de uma só janela

Por
22 semanas atrás

A Microsoft estava preparando um recurso para o Windows 10 que permitiria reunir aplicativos diferentes em uma só janela, colocando abas até mesmo no Windows Explorer. Ele se chamava “sets” e chegou a ser testado por usuários do programa Insider, mas nunca foi lançado. A empresa desistiu dessa ideia, que dependia do navegador Edge para funcionar.

Fontes dizem à Mary Jo Foley, do ZDNet, que a Microsoft abandonou planos para implementar os sets no Windows 10. Os usuários ficaram confusos com esse recurso, e a aceitação em geral não foi boa. Isso também exigiria “muito trabalho extra” da equipe de engenharia do Office para funcionar com o Word e PowerPoint.

Rich Turner, gerente sênior de programas na Microsoft, corrobora essa informação: ele diz no Twitter que “a experiência de abas fornecida pelo Shell [do Windows 10] morreu”.

Os sets eram basicamente uma extensão do Edge para todos os aplicativos no Windows 10. No entanto, a Microsoft decidiu refazer seu navegador com base no Chromium. Ela teve que escolher se iria refazer integrá-lo novamente aos Sets, explica Foley, o que levaria bastante tempo; isso ajudou a “matar” o recurso de vez.

Os Sets foram anunciados pela primeira vez no final de 2017. Inicialmente, eles apareciam somente em aplicativos universais (UWP), como o Email, Calendário e OneNote, além do próprio Edge. Pouco tempo depois, ele já funcionava com alguns programas Win32 tradicionais: era possível usar abas no Explorador de Arquivos, Bloco de Notas, Prompt de Comando e PowerShell.

O Windows Explorer parecia pronto para ganhar abas: ele tinha um comando “Abrir nova guia” acessível pelo atalho de teclado Ctrl + T, além da opção “Abrir em nova guia” ao clicar com o botão direito em uma pasta.

Tudo isso acabou. Mas ainda há alguma esperança: o PowerShell deve ganhar suporte a abas pois isso “tem alta prioridade na nossa lista de tarefas”, escreve Rich Turner no Twitter. O Windows 10 não vai mais implementar guias em todo aplicativo, mas o recurso ainda poderia ser adotado individualmente. Será que o Explorador de Arquivos vai ganhar isso no futuro?

Mais sobre: , ,