Início » Ciência » Implante transforma atividade cerebral em fala sintetizada

Implante transforma atividade cerebral em fala sintetizada

Resultados ainda apresentam algumas falhas, mas o avanço é bastante importante

Por
21 semanas atrás

Cientistas da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos, conseguiram criar um dispositivo que é capaz de identificar os sinais cerebrais utilizados durante a fala, para criar uma voz sintética. A ideia pode permitir que pessoas com severas limitações na voz possam voltar a falar.

Em um paper publicado na revista Nature, o neurocirurgião da universidade, Edward Chang, diz que este é o primeiro estudo que demonstra a capacidade de gerar frases inteiras, com base na atividade cerebral. O estudo não utiliza uma máquina que lê o pensamento de quem quer falar, mas identifica cada atividade cerebral que a pessoa emite quando tenta falar. As atividades são relacionadas com o movimento de partes da boca e laringe, por exemplo.

Na prática ainda estamos distantes desse futuro, mas o estudo utilizou tecnologia que já existe e pode ser aplicada. O problema é que a coleta de dados do cérebro vai depender da lesão que removeu a fala, além de ser bastante invasiva – o que abre outros riscos.

O projeto envolveu pacientes que já contam com eletrodos inseridos no cérebro para outro procedimento médico. Os pesquisadores então pediram para que os pacientes lessem frases em voz alta, para mapear a atividade cerebral que acontece.

O vídeo com a demonstração feita mostra que o sintetizador ainda erra em algumas palavras, mas já é um avanço considerável quando comparado ao que é utilizado até o momento.

Com informações: TechCrunch.

Mais sobre: , ,