Início » Brasil » Correios criticam plano de privatização: “será uma perda para o país”

Correios criticam plano de privatização: “será uma perda para o país”

Correios são contra "privatização pura e simples" e listam casos anteriores da Alemanha, Argentina e Portugal

Felipe Ventura Por

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira (25) que deu sinal verde para avaliar a privatização dos Correios, e a estatal se pronunciou pela primeira vez sobre o assunto: ela é obviamente contra a venda da ECT, dizendo que isso “será uma perda tanto para o país quanto para a sociedade”. A empresa também lembra que outros países de grande extensão territorial mantêm o serviço postal nas mãos do governo.

Foto por Antonio Thomás Koenigkam Oliveira Follow/Flickr

Em seu blog oficial, os Correios dizem que “a privatização pura e simples do correio brasileiro será uma perda tanto para o país quanto para a sociedade”. Ela lembra que o Estado mantém a exclusividade postal — isto é, de entrega de cartas — em países de tamanho comparável ao do Brasil, como EUA, Austrália, China, Canadá e Rússia.

Os exemplos da Alemanha, Argentina e Portugal

A iniciativa privada atua no serviço postal em alguns países “de dimensões reduzidas”, afirma a estatal. Ela menciona o exemplo da Alemanha, que privatizou o correio em 1995, mas que manteve participação do governo: 20% do Deutsche Post atualmente são de propriedade do banco de desenvolvimento KfW (equivalente alemão ao BNDES).

Lá, existe uma lei que obriga a entrega de cartas em todos os lugares da Alemanha. 93% das correspondências chegam ao destino dentro de um dia. O Deutsche Post adquiriu o controle da americana DHL em 2001 e se tornou a maior empresa do mundo em logística postal.

Os Correios também mencionam a privatização ocorrida na Argentina. Em 1997, em meio a acusações de corrupção, o Correo Argentino passou para as mãos do Grupo Macri, liderado por Franco Macri (pai do atual presidente Mauricio Macri). O contrato previa uma concessão de 30 anos.

A qualidade do serviço permaneceu a mesma, porém os preços aumentaram consideravelmente, segundo os economistas Werner Baer e Gabriel Montes-Rojas. Além disso, o Grupo Macri deveria pagar uma taxa anual ao governo pela concessão, mas ficou inadimplente a partir de 1999. Em 2003, o Estado cancelou o contrato e reassumiu o controle da entrega de cartas.

Há ainda o caso de Portugal, que privatizou a CTT (Correios, Telégrafos e Telefones) em 2014. A empresa viu seus lucros caírem desde então, e passou por uma reestruturação que deixou 33 municípios do país sem agência — ou 11% do total. Partidos de oposição querem que a renacionalização do correio entre na pauta das eleições legislativas deste ano.

Correios defendem serviço de entrega de encomendas

Vale lembrar que os Correios têm monopólio apenas para a entrega de cartas no Brasil, não para o envio de encomendas — setor em que ela concorre com Total Express, DirectLog, Transfolha, FedEx, entre outras.

A estatal alega que entrega 99% das encomendas “dentro do prazo contratado”, índice superior “aos de operadores postais privados mundialmente conhecidos”. Além disso, o número de reclamações sobre objetos nacionais e internacionais caiu 72% no primeiro trimestre de 2019, se comparado ao mesmo período do ano passado.

No entanto, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) descobriu que a estatal adotou práticas anticompetitivas contra empresas de envio de encomendas. Ela teve que pagar multa de R$ 21,9 milhões e adotar medidas de compliance para que isso não aconteça de novo.

Bolsonaro diz que, para defender a privatização dos Correios, vai “rememorar para o povo o fundo de pensão, que a empresa foi o foco de corrupção com o mensalão”. A empresa reconhece que protagonizou diversos escândalos no passado, mas “tais casos foram esclarecidos à época e hoje a empresa é referência em governança entre as estatais”.

O comunicado dos Correios é uma resposta a um artigo de Luan Sperandio na Gazeta do Povo, que lista quatro motivos pelos quais o governo deveria privatizar a estatal.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bucetildes Pilot

Felipe, você copiou todas as falas do Raphael 😂😂😂

Vinicius

Provavelmente é da Gretchen!

Mirage TF

Correios e caixa tem serviços sociais, já o resto é inútil já que nem isso tem.

Mirage TF

Algumas estatais não tem que dar lucro, servem para fornecer serviço social, já outras realmente não servem pra nada.

Mirage TF

Pode muito bem ter concorrência sem privatização, se outros países se mantém assim aqui também deve se exibir que funcione

Mirage TF

Não, a modernização veio com a concorrência, se existisse apenas uma e privada até hoje seria do mesmo jeito que era. E mesmo privatizando ainda sim não é nada boa comparado com de outros países onde realmente se importam em fornecer um bom serviço.

Mirage TF

Não, a modernização veio com a concorrência, se tivesse só uma e privada ainda seria do mesmo jeito até hj

Mirage TF

Evolução tecnológica não é magia.

Mirage TF

Se acha q tá alto agora espera privatizar e eles cobrar mais ainda com a desculpa dos impostos.

None

Não vai adiantar poh4 nenhuma, sinceramente.
Hoje os correios são obrigados por lei a entregarem em todo canto do Brasil, eles praticamente não pagam impostos e usam outros serviços do estado muitas vezes. Ou seja, quando privatizar, muitos lugares vão ficar sem entrega e o preço vai subir. Isso é fato, empresa privada precisa lucrar se não quebra, não vai ter o estado pra dar a mão 🤚e segurar dívidas de anos e anos e anos.

Abre a poh4 do mercado, olha o tanto de imposto que uma empresa em crescimento tem que pagar. Os caras pagam o salário de cada funcionário pro governo. Pra quê?? Dinheiro chega lá e vai pro c# de algum político. Tem tanto imposto que nem dá pra decorar as siglas. Que diga o PT que estuprou os Correios e os brasileiros nem se lembram mais, continuem gritando que o lul4 é seu Deus aí.

Mercado livre ngm quer, aí fica essa put4ria de empresa fazendo acordo de baixo dos panos com o governo, ou formam cartéis como as de telefonia. Brasil só sabe criar reguladoras pra regular preço to topo e fechar o mercado, e ainda por cima, são corruptos, fazem aquela vista grossa daora e fazem de tudo pro consumidor ter um car4lhao de burocracia pra reivindicar seus direitos.
O circo tá armado, e adivinha quem é o palhaço? 🤡

Do jeito que o mercado está, que nós estamos, privatizar não vai adiantar poh4 nenhuma.

hamster

Pois é. Os carteiros são guerreiros. Porém, pra cada carteiro tem tres nego no ar condicionado fazendo nada e ganhando mais.

andersonlealsouza

Pessoal tá malhando os funcionários dos Correios, também fui muito prejudicado pelo péssimo serviço, mas o único que não culpo é o carteiro, temos que culpar a péssima gestão. A fala do peso carregado é exatamente isso...

hamster

O que mais tem hoje é banco sem tarifa. Todos privados.

Paulo Neto

Os doutores em economia e gestão da caixa de comentários entraram no poder, vamos ver quanto tempo o país dura até entrar em um total colapso e virar a Venezuela que eles tanto falam kkk

🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Mas a maioria das pessoas nem sabe o que é Banco Original.

Exibir mais comentários