Início » Celular » LG G8 ThinQ fica atrás do Galaxy S9+ e iPhone X em teste de câmera do DxOMark

LG G8 ThinQ fica atrás do Galaxy S9+ e iPhone X em teste de câmera do DxOMark

Câmera traseira tripla do LG G8 ThinQ foi considerada pior que a de celulares de gerações anteriores

Por
24 semanas atrás

A nova geração do celular premium da LG atende pelo nome de G8 ThinQ. Ele ainda não foi lançado no mercado brasileiro, mas o DxOMark já fez sua tradicional análise da câmera do produto. E os resultados não são nada bons para a fabricante coreana: o lançamento conquistou 96 pontos, abaixo de smartphones de gerações passadas, como o Samsung Galaxy S9+ e o iPhone X.

LG G8 ThinQ

Houve um avanço considerável em relação ao G7 ThinQ, lançado em 2018, que obteve 83 pontos no DxOMark — ainda assim, ele tinha um desempenho em fotografia bem abaixo do que se esperaria de um topo de linha; trata-se de uma pontuação pior que a do iPhone 7, anunciado pela Apple em 2016. No caso do novo G8 ThinQ, o laboratório considerou a câmera apenas como “competente”.

O LG G8 ThinQ tem câmera traseira tripla. O sensor principal é de 12 megapixels e possui lente com abertura de f/1,5 e estabilização óptica de imagem. Ele é complementado por uma câmera ultrawide de 16 megapixels (f/1,9) e uma telefoto de 12 megapixels (f/2,4) com zoom equivalente a 2x. As imagens são processadas por um Snapdragon 855 e exibidas em uma tela OLED de 6,1 polegadas com resolução de 3120×1440 pixels.

De acordo com o DxOMark, o G8 ThinQ tem um “desempenho sólido sem se destacar o suficiente para se juntar a líderes como o Huawei P30 Pro, o Samsung Galaxy S10+ e o Apple iPhone XS Max no topo da nossa tabela”. O G8 ThinQ conseguiu um ponto a mais em relação ao V40 ThinQ devido às melhorias no foco automático, nível de ruído e efeito de desfoque (bokeh).

E o que há de errado na câmera da LG? O G8 ThinQ tem um “sistema de foco automático rápido e preciso, e um nível de ruído controlado”, além de uma “renderização de cores normalmente boa em ambientes externos e internos”. No entanto, “há muitos artefatos visíveis em imagens, e isso derruba sua pontuação”, segundo o laboratório.

O flagship da LG conseguiu se dar bem em fotos contra a luz. No exemplo acima, o iPhone XS Max e o Galaxy S10+ deixaram o sujeito subexposto, enquanto o G8 ThinQ conseguiu mantê-lo visível sem estourar o fundo. Ainda assim, o alcance dinâmico da câmera continua atrás dos rivais, removendo detalhes em áreas de sombra e estourando regiões iluminadas. Além disso, o bokeh se mostrou falho, desfocando áreas indevidas.

Com 96 pontos, o LG G8 ThinQ ficou em 21º lugar no ranking de câmeras do DxOMark, atrás de modelos mais antigos, como Xiaomi Mi 8 (99) e Google Pixel 2 (98). A lista é atualmente liderada por Huawei P30 Pro (112), Samsung Galaxy S10 5G (112), Huawei Mate 20 Pro (109), Huawei P20 Pro (109) e Samsung Galaxy S10+ (109).

A versão do G8 ThinQ testada pelo DxOMark é, teoricamente, a melhor oferecida pela LG, com câmera traseira tripla. Em alguns mercados, a fabricante lançará uma versão com duas câmeras, sem a lente telefoto com zoom óptico de 2x. O smartphone já foi homologado na Anatel, mas ainda não tem data de lançamento ou preço definido no Brasil.

Mais sobre: ,