Início » Cultura » Cópia pirata de Vingadores: Ultimato é transmitida em TV a cabo nas Filipinas

Cópia pirata de Vingadores: Ultimato é transmitida em TV a cabo nas Filipinas

Vingadores: Ultimato foi exibido em dois canais nas Filipinas sem autorização da Marvel; filme foi gravado em sala de cinema

Por
24 semanas atrás

Vingadores: Ultimato vem quebrando recordes de bilheteria no cinema, porém teve uma estreia antecipada — e imprevista — na TV a cabo: o filme foi exibido em dois canais nas Filipinas sem autorização da Marvel. Trata-se de uma versão “cam”, cópia pirata gravada em uma sala de exibição. O governo filipino está cobrando explicações, e uma empresa de cinemas ameaça entrar com processo judicial.

A sala de cinema Teatro de Dapitan é a única autorizada a exibir Vingadores: Ultimato na província de Zamboanga del Norte. Ela diz que a Orient Cable, uma operadora local de TV a cabo, transmitiu o filme em dois canais diferentes um dia após sua estreia em 25 de abril.

Outras pessoas também notaram isso: imagens da transmissão circularam no Facebook e Reddit. A usuária do Twitter @blanchnovax compartilhou uma foto de sua TV que mostra uma cena com a personagem Nebula e o texto “Avengers Endgame” na parte superior.

“O vídeo foi gravado dentro do cinema, você não consegue ouvir claramente o diálogo dos atores e também pode ouvir as reações dos telespectadores”, disse @blanchnovax ao Yahoo Philippines. “Também dá para ver algumas pessoas caminhando na frente da tela do cinema.”

Canal retirou Ultimato e exibiu outro filme pirata

Pior: depois que os advogados do Teatro de Dapitan foram à polícia para registrar o incidente, a Orient Cable parou de exibir Ultimato e o substituiu por outro filme mais antigo e também pirateado — trata-se de Capitão Barbell, herói filipino inspirado no Superman, Shazam e Capitão América.

O OMB (Optical Media Board), órgão vinculado ao presidente das Filipinas que regula a distribuição de mídia, ordenou nesta quinta-feira (2) que a Orient Cable explique por que não deveria ser acusada de pirataria. Ela pode levar multa equivalente a R$ 115 mil, e seus executivos podem ser condenados a até seis anos de prisão.

“Definitivamente vamos processar a Orient Cable”, disse o advogado que representa o Teatro de Dapitan à Philippine News Agency.

A sala de cinema também usou sua página no Facebook para lembrar que existe legislação proibindo a gravação de filmes no cinema: “qualquer um que for pego violando esta lei será tratado de acordo”.

A Orient Cable não quis comentar o assunto.

We always take such issues very seriously. Anyone caught violating the said law will be dealt with accordingly and in serious manner.#NoToPiracy #PiracyIsStealing #StealingIsACrime

Posted by Teatro De Dapitan on Thursday, April 25, 2019

Com informações: PNA, CNN Philippines, Yahoo Philippines.