Início » Jogos » Xbox Live ganha padrões de comunidade com o que você pode (ou não) fazer

Xbox Live ganha padrões de comunidade com o que você pode (ou não) fazer

Padrões da Comunidade para Xbox Live têm 10 diretrizes para o que usuários devem (ou não) fazer sobre assédio, spam e fraudes

Felipe Ventura Por

No ano passado, a Microsoft adotou novos termos de uso para o Windows, Skype e Xbox que proíbem “linguajar ofensivo”. Agora, a empresa está lançando os Padrões da Comunidade para o Xbox Live, com 10 diretrizes para o que os usuários devem (ou não) fazer: isso significa evitar assédio, spam, fraudes e violações de direitos autorais.

controle xbox mão / pexels

Microsoft condena assédio e spam no Xbox Live

Uma das seções mais interessantes nos Padrões da Comunidade é “saiba a diferença entre conversa fiada e assédio”. A Microsoft explica que algumas expressões são aceitáveis, como “isso foi péssimo”, “você ganhou mas joga mal”, “e eu achando que você estava no meu nível”. O jogador vai longe demais se disser “KYS” (sigla para “se mata” em inglês), “saia do meu país” ou insultos racistas.

Uma das 10 diretrizes é “obedeça a lei”: ou seja, é proibido sugerir automutilação para outros jogadores (caso do “KYS”), criar clubes sobre consumo ilegal de drogas, ou usar a bandeira de uma organização terrorista como foto de grupo.

Outra diretriz é “faça sua parte para manter todos seguros”. A Microsoft recomenda não ameaçar alguém com agressão física depois de um jogo intenso, enviar mensagens para outros jogadores com insultos homofóbicos, nem fazer clubes com base no ódio étnico.

O Xbox Live não permite spam: isso inclui oferecer prêmios em troca de seguidores, usar brindes frequentes para aumentar as curtidas no feed, ou exigir que alguém “adicione” ou “siga” você ou outro jogador.

A Microsoft também menciona fraudes: não é permitido vender sua gamertag, deixar que outra pessoa acesse sua conta do Xbox, ou comprar jogos de revendedores não-autorizados. Além disso, é proibido usar mods que não sejam explicitamente suportados pelo desenvolvedor do jogo; ganhar vantagens indevidas através de software especializado; ou duplicar itens in-game através de exploits.

Ao Ars Technica, a Microsoft explica que “os Padrões da Comunidade para Xbox, lançados em 30 de abril, tornam mais fácil entender qual tipo de comportamento é aceitável no Xbox Live e o que não é, e como contribuir positivamente para a comunidade global do Xbox para garantir que ela seja segura, acolhedora e inclusiva para todos”.

A lista completa com os Padrões da Comunidade ainda não está disponível em português.

Com informações: Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Baio-kun

O triste é uma lista de senso comum ter que existir em pleno 2019

Keaton

Não sei quanto ao XBox, mas em outros jogos/etc, uma explicação frequente é que é para evitar scam... o que acontece muito e dá dor de cabeça pros suporte. Com essa proibição se tu resolver fazer isso e acontecer algo errado, você se ferra sozinho. Afinal agora está expressamente proibida tal ato.

Keaton

"A Microsoft recomenda não ameaçar alguém com agressão física depois de um jogo intenso, enviar mensagens para outros jogadores com insultos homofóbicos, nem fazer clubes com base no ódio étnico."

Nessa parte é que eu finjo surpresa... imagina a Microsoftrecomendando tal coisa... ai sim eu estaria surpreso.

Esse guia é mais uma lista de senso comum.

Lord Cheetos

"não é permitido vender sua gamertag, deixar que outra pessoa acesse sua conta do Xbox" oxi, por que não? O que tem de errado em vender uma gamertag ou uma conta?

Diego

Quando coisas inócuas como n00b Git good e memes começarem a ser banidos talvez você entenda o que tem de errado

João

A medida é legal, mas na minha opinião vão censurar muito mais do que deveria, vários memes e expressões também vão ser bloqueadas e de pouco a pouco vão engessando cada vez mais o que podemos e não podemos falar nos jogos.

Antony

Estou tentando entender o erro da empresa em tentar tornar o ambiente online mais saudável. Se tivesse um filho pequeno, por exemplo, nunca deixaria entrar online devido ao alto grau de insultos, palavrões, racismo e tudo que tem de pior.
Falo muito palavrão, mas não saio por ai mandando alguém que eu não conheço à merda ou xingando a mãe

Antony

Fat Thor seria expulso

Diego

Microsoft publicou uma lista de "ofensas permitidas" e eu achando que a Sony que era patética.

Diego

Sony e Microsoft também na disputa de qual empresa é a mais patética

João

Ctz que vão proibir memes como o "Honk honk" também e classificar eles como assédio ou sabe se lá o que