Início » Negócios » Mercado Livre sai do prejuízo após cobrar taxa fixa dos vendedores

Mercado Livre sai do prejuízo após cobrar taxa fixa dos vendedores

Vendedores no Mercado Livre pagam taxa fixa de R$ 5 para pedidos abaixo de R$ 120; frete grátis é aplicado com menos frequência

Felipe Ventura Por

O Mercado Livre foi uma empresa lucrativa por muitos anos, mas teve prejuízo milionário em 2018 e tomou algumas medidas para reverter isso: vendedores passaram a arcar com uma taxa fixa de R$ 5 para pedidos abaixo de R$ 120; anúncios de produtos abaixo de R$ 6 foram removidos; e o frete grátis passou a ser aplicado com menos frequência.

As medidas parecem estar surtindo efeito: o Mercado Livre teve lucro líquido de US$ 15,4 milhões no primeiro trimestre de 2019, contra o prejuízo de US$ 25,4 milhões no mesmo período do ano passado. O faturamento em dólar aumentou quase 50% nesse período, considerando todas as atividades da empresa (marketplace e Mercado Pago).

Só a receita do marketplace disparou 80% em um ano. O número de vendedores caiu para 4,2 milhões no trimestre (eram 5 milhões no mesmo período do ano passado), mas o número de compradores subiu para 18,8 milhões (antes eram 17 milhões).

Desde julho, o Mercado Livre cobra uma taxa de R$ 5 por unidade em pedidos abaixo de R$ 120, independente da reputação do vendedor. Isso se junta à comissão de 11% no caso de um anúncio Clássico, e 16% em anúncios Premium. Além disso, produtos abaixo de R$ 6 foram removidos da plataforma.

O Mercado Livre também passou a oferecer frete grátis com menos frequência. O resultado financeiro mostra que os custos com envio gratuito no Brasil diminuíram quase 40% no trimestre, chegando a US$ 56,2 milhões. “Revisamos nossa política de dar frete grátis indiscriminado”, diz Stelleo Tolda, vice-presidente executivo do Mercado Livre para América Latina, à Reuters.

Mercado Pago enfrenta concorrência das maquininhas

O Mercado Pago também segue firme, com crescimento de 22,4% em relação ao ano anterior na receita em dólar. Para Tolda, a fintech está pronta para enfrentar a concorrência mais acirrada no mercado brasileiro de pagamentos.

Recentemente, a Rede zerou a taxa de antecipação de recebíveis para lojistas que recebem pagamentos à vista no cartão de crédito. Isso significa que a maquininha do Itaú Unibanco vai depositar o dinheiro em até dois dias sem cobrar a mais por isso. A medida foi tão agressiva que derrubou as ações de concorrentes como Cielo e Stone; e motivou uma investigação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

O Mercado Pago permite receber o dinheiro no mesmo dia com custo de 4,99%; se o vendedor esperar 14 dias, a taxa cai para 4,49%. Esses valores podem ser reduzidos no futuro: “a capitalização nos permite ser mais agressivos”, disse Tolda. A fintech recebeu em março um investimento de US$ 750 milhões do PayPal.

Com informações: Mercado Livre, Reuters.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Celio Azevedo

Mercado Livre e Correios nunca mais!

Willyans Ida

E vendedor como eu que tenho 8 anos de conta, todas qualificações 100% positivas e muito bem comentadas pelos contradores, tenho centenas de vendas, tenho a pior qualificação possivel do site, pois vendo produtos personalizados que nao é possivel enviar no dia e se vc nao envia no dia eles te consideram a pior especie de vendedor que existe na terra.

Baio-kun

Logistica? Atendimento ao cliente? Já usou ML?

gbitte

Mercado livre não é um site, é uma empresa. Hospedar videos é brincadeira perto de logística , segurança e atendimento a cliente.

Baio-kun

Ok, anulou um dos meus pontos, mas e os outros?

Nioshi
Baio-kun

Isso é uma piada né? Uma pessoa que não sabe usar letras maiúsculas, vírgulas, que usa 'tu' ao invés de 'você' e que usa 'certo' ao invés de 'correto' quer corrigir o meu texto? Patético...

E o meu ponto é que como o custo deles é menor e eles tem um grande fluxo de vendas(e sugam o máximo que conseguem dos vendedores) a empresa deveria ter lucro.

johndoe1981

Eu também tenho visto bastante produto a preços interessantes lá, e com frete até justo pro fim do mundo onde moro.

Nioshi

1º tu fala para mim voltar a escola e tu nem consegue escrever um texto certo,mas ok.
2º não entendi onde tu quer chegar, como se ela fosse obrigada a ganhar lucro porquê só tem texto e imagens no site deles, sendo que a prestação de serviço dela não fica apenas no site, mas enfim, passar bem.

Baio-kun

Tem que voltar pra escola, faltaram algumas aulas de interpretação textual. Os exemplos que dei(hospedagem de vídeo e acervo de anúncios), são o contraponto, de que existem empresas com esse tipo de serviço que tem lucro, enquanto o ML, mesmo sem ter esse tipo de serviço, apenas tendo que hostear texto e imagens(ignorando custos de desenvolvimento) não consegue ter lucro.

Nioshi

tbm to gostando do marketplace da amazon, tem produtos que estão bem em conta comparado a outras lojas

Nioshi

tu ta querendo dizer que o custo do ML é só em hospedagem do site? lul

Matheus Nieuwenhoff

Só estão botando cada vez mais nas costas dos pequenos e médios vendedores, engessado os preços e dando benefícios para lojas grandes. Quem pesquisa hoje, dificilmente tem referencial o ML como antigamente era.
Péssimo lugar pra vender: muitos golpes com pouco suporte deles, altos prejuízos, INVASAO de contas a rodo.. ou seja, quem vende e pesquisa, evita alocar muito capital lá e quem compra, não tem mais a plataforma como referencial. Vamos ver até quando eles seguem nessa sacanagem

Adriana De Lima

Estamos torcendo pelo Magalu, pois atualmente é o marketplace que mais respeita o vendedor.

Adriana De Lima

Vamos a algumas observações: 1) Isso prejudicou os vendedores que vendem produto com ticket baixo. 2) A medida encareceu os produtos para os compradores. 3) O número de vendedores caiu e vai continuar caindo porque a cada dia surge uma péssima novidade que ferra os vendedores. Todos estão migrando para marketplaces que mostram mais respeito ao vendedor. 4) O artigo esqueceu de citar que a quantidade de compradores golpistas aumentou muito por causa da proteção que o ML tem dado a eles. 5) O frete está superfaturado, especialmente nas devoluções agilizadas, que carinhosamente chamamos de devoluções malditas.

Exibir mais comentários