Início » Brasil » Bolsonaro diz que não vai regulamentar redes sociais e imprensa

Bolsonaro diz que não vai regulamentar redes sociais e imprensa

Bolsonaro negou plano após o humorista Danilo Gentili compartilhar trecho de entrevista realizada em abril com um ministro

Victor Hugo Silva Por

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (5) que não deseja realizar uma regulamentação da mídia. A declaração também abrange as redes sociais, ferramentas muito usadas na campanha que o levou ao Palácio do Planalto.

“Em meu governo a chama da democracia será mantida sem qualquer regulamentação da mídia, aí incluída as sociais”, afirmou Bolsonaro por meio de sua conta no Twitter. “Quem achar o contrário, recomendo o estágio na Coreia do Norte ou Cuba”.

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR - 02/05/2019)

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR – 02/05/2019)

A publicação foi feita 51 minutos após o humorista Danilo Gentili resgatar uma fala do ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, sobre o assunto. A declaração foi concedida à rádio Jovem Pan no início de abril.

Gentili compartilhou um vídeo em que Santos Cruz sugere melhorar a legislação brasileira em torno das redes sociais. O humorista questionou, então, se o governo estaria planejando aprovar leis de controle de mídia.

Na entrevista, Santos Cruz tratava da expectativa dos brasileiros com o governo de Bolsonaro e afirmou que as mídias sociais podem “ajudar e, às vezes, tumultuar” – o vídeo completo pode ser assistido neste link e a fala do ministro começa em 2min09.

“As distorções e os grupos radicais, sejam eles de uma ponta ou de outra, da ponta leste ou da ponta oeste, isso aí tem que ser tomado muito cuidado, tem que ser disciplinado. A própria legislação tem de ser melhorada”, afirmou Santos Cruz.

Após a resposta de Bolsonaro, seus apoiadores, como os filhos Carlos e Eduardo, também se mostraram contrários a uma eventual regulamentação. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, apoiou o presidente.

Segundo a Folha de S.Paulo, Santos Cruz teve uma reunião de última hora com Bolsonaro no domingo. A conversa durou cerca de uma hora e meia, mas o assunto não foi revelado à imprensa.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jordan Pablo

Fez porém sempre investiu em educação, olha a quantidade de programas e universidades criadas nos governos petistas, os IFs sao exemplos disso

zoiuduu .

mita mais que tá pouco

Jordan Pablo

kakakakkaak como melhor que vc pode ter certeza

Jordan Pablo

Vamos ver se vcs pensarão assim daqui a 4 anos

Jordan Pablo

Se ele tivesse falado toda a merda que faria ninguém votaria nele

Jordan Pablo

As coisas so tendem a piorar com esse DESgoverno

Baio-kun

Já estamos no fundo do poço, e ao invés de tentar sair do poço o brasileiro prefere se degladiar pra decidir quem vai começar a cavar ainda mais pra baixo.

Fabio Santos

bem Os liberais do Brasil ao menos os sensatos estão do lado de Bolsonaro, os positivistas que estão tentando tumultuar com a mídia afim de derrubar liberais e conservadores.
E não me venha que Amoedo é direita.
Você tem que comer muita farinha pra achar isto.

JK

Não é só a esquerda que não apoia os malabarismos da presid"anta" que temos agora, Dilma 2.0

Fabio Santos

Como toda esquerda ama, usufruindo do capitalismo selvagem kkk.

JK

Estão em nova iorque
https://www1.folha.uol.com....

Jordan Pablo

Eles sao cegos, quando estiverem no fundo do poço sera tarde

Jordan Pablo

Cumprindo tudo, ou seja NADA ja que fugiu de todos os debates kakakak

JK

Concordo. Porém um erro não justifica outro. Pagar mais pra emissoras que não tem metade da audiência da principal é mau uso do já mau usado dinheiro publico que é empregado no marketing pra TV aberta.

Jordan Pablo

Concordo

Exibir mais comentários