Início » Negócios » Amazon troca humanos por máquinas que empacotam pedidos

Amazon troca humanos por máquinas que empacotam pedidos

Máquina CartonWrap escaneia itens na esteira para inseri-los em caixas de papelão até cinco vezes mais rápido que um humano

Felipe Ventura Por
26 semanas atrás

A Amazon está substituindo funcionários por máquinas para empacotar pedidos: a tecnologia escaneia itens de uma esteira e os insere em caixas de papelão automaticamente, a uma velocidade até cinco vezes maior que de um humano. A ideia é aumentar a eficiência e reduzir custos, requalificando alguns dos empregados para trabalhos mais técnicos.

As máquinas empacotadoras se chamam CartonWrap e são feitas pela empresa italiana CMC. Elas têm capacidade para 600 a 700 pedidos por hora, ou até cinco vezes a taxa de um empacotador humano. Segundo a Reuters, a Amazon vem testando essa tecnologia há alguns anos em armazéns nos EUA e na Europa.

As máquinas não substituem totalmente os humanos: um funcionário coloca os pedidos em uma correia transportadora, e a CartonWrap monta a caixa de papelão ao redor dos itens, fecha as abas com cola quente, e aplica o rótulo de identificação. É preciso ter alguém para inserir papelão e cola na empacotadora, e um técnico para resolver eventuais falhas.

A Amazon estaria planejando colocar duas unidades da CartonWrap em 55 armazéns nos EUA, substituindo até 1.300 funcionários. Cada unidade dessa máquina empacotadora custa US$ 1 milhão, segundo as fontes da Reuters.

Foto por Christoph Scholz/Flickr

Amazon planeja remanejar alguns funcionários

O que acontecerá com as pessoas que forem substituídas por máquinas empacotadoras? A ideia da Amazon é uma espécie de "seleção natural": ela não pretende demitir funcionários porque eles normalmente deixam o emprego por conta própria depois de algum tempo, já que embalar vários pedidos por minuto ao longo de 10 horas é bem cansativo. A empresa deixaria de repor essas vagas, e treinaria os empregados restantes para assumir cargos mais técnicos.

"Estamos testando essa nova tecnologia com o objetivo de aumentar a segurança, acelerar os prazos de entrega e adicionar eficiência em toda a nossa rede", diz a Amazon em comunicado. "Esperamos que a economia de eficiência seja reinvestida em novos serviços para os clientes, onde novos empregos continuarão a ser criados."

A Amazon não é a única empresa que usa a CartonWrap: o Walmart adotou essa máquina empacotadora há mais de 3 anos em vários locais dos EUA, assim como a gigante do e-commerce chinês JD.com e a americana Shutterfly, que vende álbuns de fotos.

O objetivo da Amazon é automatizar ainda mais o empacotamento. Ela vem testando a tecnologia de empresas como a Soft Robotics, que fornece mãos robóticas para manipular itens delicados sem quebrá-los — e sem depender de humanos.

No entanto, um executivo da Amazon diz à Reuters que a tecnologia ainda não está pronta para a automação total: deve demorar ao menos 10 anos até que uma máquina consiga processar completamente um pedido dentro de um armazém.

Vídeo demonstra solução Superpick da Soft Robotics:

Mais sobre: ,