Início » Brasil » São Paulo proíbe patinete elétrico na calçada e obriga uso de capacete

São Paulo proíbe patinete elétrico na calçada e obriga uso de capacete

O descumprimento das novas regras para os patinetes elétricos poderá levar a multas de até R$ 20 mil

Por
18 semanas atrás

Os usuários que circulam com patinetes elétricos em São Paulo deverão seguir novas regras. As medidas foram apresentadas para evitar acidentes à medida em que os veículos se tornam populares em algumas regiões da cidade.

A Prefeitura deverá publicar ainda nesta segunda-feira (13) o documento com as exigências. Ele proíbe a circulação dos patinetes elétricos nas calçadas e torna o o uso do capacete obrigatório. Os veículos só poderão ser usados em ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas e ruas com limites de velocidade de 40 km/h.

Prefeitura de São Paulo anuncia regras para uso de patinetes elétricos

Para reduzir riscos, a cidade permitirá que os equipamentos circulem com velocidade de até 20 km/h. O descumprimento das regras poderá levar a multas entre R$ 100 e R$ 20 mil, de acordo com a gravidade da infração.

A penalização, no entanto, será aplicada somente daqui a 15 dias. Nesse intervalo, CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e GCM (Guarda Civil Metropolitana) ficarão responsáveis por orientar pessoas sobre as novas regras.

“As multas são aplicadas em cima das empresas que detêm os patinetes, da mesma forma que a gente multa uma empresa locadora de veículos. Depois a locadora, a dona do patinete, pode passar essa multa para o usuário”, afirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB) à TV Globo.

As regras funcionarão de maneira provisória nos próximos três meses. Após esse período, a Prefeitura de São Paulo se reunirá com empresas que alugam patinetes elétricos para definir regras mais detalhadas e, então, iniciar uma fiscalização mais rigorosa.

Com informações: G1.