Início » Carro » Empresa de Elon Musk fará túneis de transporte em Las Vegas por US$ 48,7 milhões

Empresa de Elon Musk fará túneis de transporte em Las Vegas por US$ 48,7 milhões

Boring Company, de Elon Musk, vai construir sistema subterrâneo LVCC Loop até 2021; túneis terão carros elétricos Model X modificados

Felipe Ventura Por

A Boring Company, startup de Elon Musk no setor de transporte, conseguiu um contrato de US$ 48,7 milhões para construir um sistema subterrâneo chamado LVCC Loop: ele ficará abaixo do Las Vegas Convention Center, onde ocorre anualmente a feira CES. Os passageiros poderão ser levados em um carro elétrico Model X modificado que acomodaria até 16 pessoas.

O CEO Elon Musk diz que a Boring Company começará as escavações em dois meses, com a meta de encerrar essa primeira fase até o final de 2019. O túnel deve estar pronto até janeiro de 2021, a tempo da CES.

Serão três túneis: um deles servirá para pedestres irem andando entre um pavilhão e outro; os outros dois vão acomodar os veículos. A Boring Company propõe usar um Model X modificado que possa acomodar até 16 pessoas sentadas, em pé ou em cadeira de rodas. O contrato menciona “veículos elétricos autônomos”: a ideia é que eles não tenham motorista, liberando mais espaço para passageiros.

Haverá pelo menos três estações subterrâneas para embarque e desembarque de passageiros; cada uma delas terá elevador e escada rolante para facilitar o acesso. A Boring Company tem algumas propostas de trajeto, e uma delas menciona cinco estações para conectar os pavilhões Norte, Central, Sul e Novo (expansão que ficará pronta até 2021).

Os túneis devem ter “menos de uma milha” (1,6 km). A Boring Company diz que o LVCC Loop poderia, futuramente, ser expandido para chegar ao centro de Las Vegas, aos cassinos da cidade e ao aeroporto internacional.

Boring Company receberá dinheiro após cumprir metas

O projeto da Boring Company ganhou a licitação de Las Vegas devido ao custo: a proposta concorrente envolvia um trem suspenso de US$ 215 milhões, que sairia quatro vezes mais caro.

No entanto, a empresa de Elon Musk não vai receber os US$ 48,7 milhões de uma só vez. Serão US$ 900 mil iniciais pelo planejamento; depois disso, ela precisará atender a uma série de condições, como:

  • US$ 2,2 milhões após escavar o primeiro poço;
  • US$ 7,15 milhões após escavar os túneis para os carros;
  • US$ 1 milhão após o túnel de pedestres ficar pronto;
  • US$ 6,2 milhões após escavar as estações.

Esses são apenas alguns exemplos; o contrato lista todas as etapas de construção do LVCC Loop e os valores que serão pagos à Boring Company em cada uma delas. A LVCVA (Las Vegas Convention and Visitors Authority) deve desembolsar US$ 1,2 milhão em 2019, mais US$ 15 milhões em 2020, e os US$ 32,47 milhões restantes em 2021.

Isso não é tudo: os pagamentos finais só serão feitos se a Boring Company comprovar que seu túnel consegue transportar 4.400 passageiros por hora todo dia. Caso o sistema não forneça essa capacidade durante os primeiros 18 meses de operação, a empresa terá que pagar multa de US$ 300 mil por incidente, até um total de US$ 4,5 milhões.

Este é o primeiro contrato comercial da Boring Company. Em dezembro, ela demonstrou seu primeiro túnel de testes para carros.

Boring Company mostra possível expansão do LVCC Loop para mais lugares de Las Vegas:

Com informações: TechCrunch, Mashable.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvio Ney

Não é tão bem assim também... Sem exageros

Lord Cheetos

Não, pode ser de outro estado, ou cidade, depende da interpretação do juiz, se ele achar que o preço está abaixo do mercado local é dumping.

Silvio Ney

Se a empresa fosse de outro país

Lord Cheetos

Chamar de "análise técnica" não faz realmente existir uma "análise técnica".
Quando a justiça decidiu que a Gradiente não podia usar a marca IPHONE mesmo tendo criado antes da Apple, os contratos da Petrobrás para os amigos do rei ou as inspeções nas barragens da mineradora Vale, todas passaram por "análises técnicas" super rigorosas.

Lord Cheetos

O que é "abaixo do valor de mercado"? Quem decide isso?
Quem decide que é "pra quebrar a concorrência"? Uns políticos/juízes?
"dentro do mesmo segmento" qual? O de transporte ou construção de túneis?

A empresa que cobraria US$ 215 mi poderia alegar isso ai, talvez oferecer uns 5 mi pra melhorar a visão de alguns políticos/juízes pra eles enxergarem o dumping.

resumindo: Dumping é arbitrário, duas pessoas podem ver e não ver Dumping no mesmo exemplo.

Leandro Nascimento

A prova de que a inovação não custa tão caro...

Lord Cheetos

Seria considerado dumping.

Silvio Ney

Fico imaginando a cara dos empresários concorrentes dele, tanto com a tecnologia quanto com o preço...

Fosse no Brasil isso seria "antiético" oferecer um preço tão abaixo dos demais