Tecnoblog

Xiaomi Redmi 7A traz bateria de 4.000 mAh e preço baixo

A Xiaomi está lançando um novo celular através de sua submarca independente: o Redmi 7A tem processador Snapdragon 439, bateria generosa de 4.000 mAh e nanorrevestimento para proteção contra água. Ele custa o equivalente a R$ 320 em seu modelo mais barato.

O Redmi 7A possui tela de 5,45 polegadas com resolução HD+ e proporção 18:9. Não há notch aqui, mas as bordas são bem generosas na parte superior e inferior; teve espaço até para colocar a marca Redmi no queixo (isso te assusta, Motorola?).

Por dentro, temos o processador octa-core Snapdragon 439 de 1,95 GHz. Este modelo foi anunciado há quase um ano pela Qualcomm, mas está presente em poucos celulares: a maioria corresponde a celulares básicos da chinesa Vivo; há também o Nokia 4.2.

O Redmi 7A estará disponível em duas combinações de RAM e armazenamento: 2 GB + 16 GB ou 3 GB + 32 GB. Ambas terão suporte a cartão microSD de até 256 GB. A bateria de 4.000 mAh tem suporte a carregamento de 10 W.

A câmera traseira é modesta, dado que este é um modelo de entrada: são 13 megapixels auxiliados por alguns recursos de inteligência artificial, como embelezamento e desfoque de fundo. A câmera frontal de 5 MP tem algo chamado “AI Face Unlock” para biometria por desbloqueio facial, tentando compensar a ausência de um leitor de digitais.

O aparelho roda Android 9 Pie com MIUI 10. E seu corpo de policarbonato traz nanorrevestimento P2i para resistência a respingos; além disso, a bandeja do chip, porta microUSB e entrada 3,5 mm para fone de ouvido são protegidos com borracha para que a água não entre facilmente.

O Redmi 7A será vendido nas cores preto e azul. A Xiaomi divulgou os preços em 28 de maio, no evento para anunciar o Redmi K20 e Redmi K20 Pro; estes são os valores:

Xiaomi Redmi 7A – ficha técnica:

Com informações: Gizmochina, GSMArena. Atualizado em 28/05 com preços.