Início » Computador » Desmanche do MacBook Pro revela que novo teclado borboleta tem poucas mudanças

Desmanche do MacBook Pro revela que novo teclado borboleta tem poucas mudanças

Teclado borboleta de quarta geração promete resolver falhas causadas por acúmulo de detritos sob as teclas

Paulo Higa Por

Já estamos na quarta geração do teclado borboleta nos MacBooks. Lançado em 2015, ele prometia ser mais silencioso, confortável e preciso que o mecanismo tesoura — mas acabou sendo alvo de processos judiciais e programas de reparo por parar de funcionar com o acúmulo de poeira sob as teclas. Será que a Apple finalmente consertou o teclado? Talvez, mas um desmanche do iFixit mostra que pouca coisa mudou.

Teclado do novo MacBook Pro (Foto: iFixit)

Teclado do novo MacBook Pro (Foto: iFixit)

O novo teclado borboleta, que acompanha os MacBooks Pro lançados na terça-feira (21), tem melhorias internas que podem “reduzir substancialmente” problemas como duplo pressionamento ou falta de resposta das teclas. A Apple não detalhou quais mudanças teriam sido feitas, limitando-se a dizer apenas que há um “novo material” no mecanismo para melhorar a confiabilidade do teclado.

Pois bem: o iFixit desmontou o novo MacBook Pro de 15 polegadas para ver como ficou o teclado. Ele continua com a membrana que a Apple incluiu na terceira geração para protegê-lo contra poeira, mas traz mudanças nos materiais de um interruptor metálico e uma capa que cobre o mecanismo de pressionamento da tecla.

Peça do teclado do MacBook Pro

A foto acima mostra as capas que ficam sobre a membrana de proteção das teclas, com o modelo de 2018 à esquerda e o novo à direita. O iFixit utilizou espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (!) para descobrir qual é o tal material: antes, tínhamos um polímero mais complexo, uma espécie de poliacetileno com grupos laterais de uretano aromático; agora, temos… nylon.

Outra mudança foi no interruptor metálico que envia o comando elétrico para representar um pressionamento de tecla. Ele é “tipo uma tampa de geléia muito pequena ou tampa de suco: você pressiona para baixo e ela volta para cima”, segundo o iFixit. Uma tecla para de funcionar ou opera incorretamente caso esse interruptor esteja rachado ou deformado, ou se as pontas dele estiverem quebradas ou dobradas.

Peça do teclado do MacBook Pro (Foto: iFixit)

O acabamento do interruptor pode ser sido alterado, provavelmente com um novo tratamento térmico — seria necessário um equipamento mais sofisticado para detalhar com certeza o que mudou. Fatores como corrosão, calor prolongado ou umidade podem danificar o componente, então é provável que as melhorias da Apple tenham vindo nesse sentido.

Como a Apple não explica o que fez para melhorar o teclado, é difícil entender o teor das modificações — só conseguimos descobrir a função da membrana contra poeira do teclado borboleta de terceira geração porque um documento interno da Apple vazou, por exemplo. Na verdade, é possível que “vários fatores estejam contribuindo para as falhas, o que pode explicar por que a Apple está tendo tanta dificuldade para resolver o problema”, de acordo com o iFixit.

Enquanto a Apple faz mistério, a empresa abriu um programa de reparo de teclados problemáticos de MacBooks. Ele garante o conserto gratuito em centros autorizados, inclusive para notebooks fora da garantia. Até mesmo os novos MacBooks com teclado borboleta de quarta geração estão cobertos pelo programa (!) — mas espero que eles não precisem disso, porque já deu, né.

Mais sobre: , , ,