Início » Celular » 26% dos iPhones quebram com dois anos de uso

26% dos iPhones quebram com dois anos de uso

Por
9 anos atrás

De acordo com um levantamento realizado pela empresa de serviços de assistência técnica Square Trade, 25,6% dos donos de iPhones enfrentam defeitos ou quebras em seus aparelhos durante seus dois primeiros anos de uso, marca considerada “excelente” pelos pesquisadores. Há um ano, este índice era de 31%.

A companhia examinou cerca de 25 mil pedidos de reparos realizados em aparelhos comprados a partir de 2008 e os números mostram que os índices melhoraram sensivelmente desde a chegada do modelo 3GS ao mercado.

“Em seus 12 primeiros meses de uso, os 3GS em média apresentam 20% menos problemas do que o 3G, principalmente por conta de melhorias em seu sistema de touchscreen”, aponta o relatório, que também aponta que o 3GS é mais “durão” que seus ancestrais: “A taxa de acidentes também caiu de 22% para 18% nos novos modelos, o que mostra que a Apple realizou mudanças no 3GS que o tornaram mais resistente a impactos e menos sujeito a falhas”, finaliza. Já iPhones com três anos de vida apresentam taxas de defeitos entre 35% e 40%.

Entre as fontes de dores de cabeça mais comuns no modelo 3G se destacam o sistema de reconhecimento de toques de sua tela seguidos de longe por defeitos nos botões, recarregador de energia e bateria. Apesar da melhor qualidade geral, o 3GS padece de defeitos semelhantes mas com menor intensidade, apesar de seus problemas no abastecimento de energia e bateria serem alvos de preocupação.