Início » Computador » Xiaomi RedmiBook 14 oferece até 8 GB de RAM e preço acessível

Xiaomi RedmiBook 14 oferece até 8 GB de RAM e preço acessível

O RedmiBook 14 será liberado em pré-venda na China em 1º de junho pelo equivalente a R$ 2.330

Victor Hugo Silva Por

Além de anunciar seus novos smartphones, a Redmi, marca independente da Xiaomi, apresentou seu primeiro notebook. Com preço acessível, o RedmiBook 14 tem tela de 14 polegadas com resolução Full HD, bordas finas, de 5,75 mm, e aproveitamento de 81,2%.

O aparelho será liberado em pré-venda na China em 1º de junho com preço inicial em 3.999 iuanes (cerca de R$ 2.330). Há duas opções de processador: Intel Core i7 8565U ou Intel Core i5 8265U. Ele tem GPU Nvidia GeForce MX250, 4 GB ou 8 GB de RAM e armazenamento SSD de 256GB ou 512 GB.

Xiaomi RedmiBook 14

O notebook tem entrada para fone de ouvido e portas HDMI e USB comum, mas não conta, porém, com porta USB-C. Ele pesa 1,5 kg e possui 1,79 cm de espessura. Estes são os preços anunciados para o RedmiBook 14:

  • Intel Core i5, 4 GB de RAM e 256 GB de armazenamento: 3.999 iuanes (R$ 2.330);
  • Intel Core i5, 4 GB de RAM e 512 GB de armazenamento: 4.299 iuanes (R$ 2.500);
  • Intel Core i7, 8 GB de RAM e 512 GB de armazenamento: 4.999 iuanes (R$ 2.910).

A Redmi afirma que a bateria dura até 7 horas enquanto o notebook reproduz vídeos na internet. Caso os arquivos estejam armazenados localmente, o tempo pode chegar a 10 horas. A fabricante diz, ainda, que é preciso apenas de 35 minutos para ir de zero a 50% de bateria.

Apesar de não fazer parte da linha da Xiaomi, o RedmiBook 14 se comunica com a pulseira inteligente Mi Band 3 para agilizar o desbloqueio da tela. Segundo a fabricante, o Smart Unlock 2.0 dá acesso ao sistema em apenas 1,2 segundo.

Xiaomi RedmiBook 14

Com informações: Android Authority, Gizmochina, Windows Central.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Theo Queiroz

Mas aí vc "cai" no problema que eu mencionei no meu comentário. O consumidor comum não sabe o que é Avel. Ela é uma marca mais conhecida no meio tecnológico mesmo. Por isso a pessoa preferiu Positivo, que é uma marca mais conhecida.

Love

Eu fiz minha tia comprar um note pra ela 5 anos atrás da positivo tbm, com um hardware muuito bom, e tinha deixado claro na época que só a marca que não era "conhecida" e tá aí até hoje, funcionando que é uma blz.

Franco Luiz

rapaz nesse quesito eu discordo , atualmente no mundo notebook e pc a galera ta sabendo comprar ... tao focando mais no hardware do que na marca , Eu mesmo conheço gnt que comprou um positivo pq tinha i7 + 8de ram ao inves de um avel com Pentium + 4gb.

Embora seja positivo o hardware de longe era superior , entao nessa de notebook a galera ate que compra bem

João

Desde que não comprem Positivo tá tranquilo.

Keaton

Espero que esse produto encalhe nos estoques estrangeiros... ai temos uma chance de conseguir comprar um quando eles resolverem desovar os encalhados no Brasil...

Antony

Realmente passou despercebido, obrigado!

Adriano De Lima

Vivemos num momento tão imediatista que não há espaço para a devida interpretação. Veja que escrevi sobre o Real voltar aos US$0.50 . Hoje o Real vale US$0.25 !
Ficou claro o texto agora?

Jairo ☠️

Tem um.monte de" mulas " que cruzam a ponte e entregam no hotel , e com certeza ele em breve estará disponível nas stores de CDL

Yago G. Oliveira

Bonito viu..

Theo Queiroz

Acho que não faria tanto assim. Por 1900 reais vc tem notebooks de marcas "conhecidas" a venda por aqui. O consumidor médio, que não entende de informática, não sabe o que é Xiaomi. Vai preferir Samsung ou Lenovo.

Fábio Prates Rocha

Se pelo menos os paraguaios facilitarem a vinda para Ciud Del Este.

Fábio Prates Rocha

Xiaomi bem poderia trazer sua linha de notebook para o Brasil. Pelo menos influenciaria os paraguaios a revender por lá... pq aqui seria no minimo preços absurdos para nossos padrões.

Antony

Real nunca esteve próximo dos 50 centavos, mas oscilou muito tempo próximo dos R$1 no primeiro mandato do FHC. O segundo mandato descambou tudo, teve alta histórica um pouco antes do Lula assumir, e estabilizou próximo dos R$2 por muito tempo.
Mas o poder da bancada de fazendeiros tem muito a ver com isso que estamos vivendo mesmo, conforme vc citou

Jairo ☠️

Ansioso para a DL trazer para cá ,.só.para dar risada do preço , sairá no mínimo o mesmo preço de um.mac book

Jairo ☠️

Eu paguei a taxa de 60% do valor da compra mais 15 dos correios.

Exibir mais comentários