Início » Computador » Intel Honeycomb Glacier é um notebook com duas telas e ajuste de altura

Intel Honeycomb Glacier é um notebook com duas telas e ajuste de altura

Protótipo e voltado ao segmento gamer, Honeycomb Glacier se desdobra em três partes

Emerson Alecrim Por

Imagine que você tem um notebook de duas telas. Imagine agora que, mesmo com a tela secundária, o equipamento conta com teclado físico. É uma ideia difícil de assimilar só com a imaginação, mas ela existe: essa é a proposta do laptop gamer Honeycomb Glacier, protótipo que a Intel levou para a Computex 2019.

Intel Honeycomb Glacier (Foto: Vjeran Pavic / The Verge)

Intel Honeycomb Glacier (Foto: Vjeran Pavic / The Verge)

A ideia não é inédita. Para citar exemplos recentes, a Asus apresentou no começo da semana o ZenBook Duo e o ZenBook Pro Duo, dois notebooks que também trazem duas telas, com a inferior dividindo espaço com o teclado físico.

Mas o que chama atenção no Honeycomb Glacier é que a segunda tela pode ser inclinada, assim, ela não precisa ficar o tempo todo alinhada com o teclado. É como se, em vez de duas partes, o notebook se desdobrasse em três.

O que torna essa ideia interessante é que ela permite que a tela principal tenha ajuste de altura, de modo que você possa deixá-la no nível dos olhos, observe:

Essa tela é um painel full HD de 15,6 polegadas. Já a tela secundária tem 12,3 polegadas e 1920x720 pixels, mas, por dividir a base inferior do notebook com o teclado, tem um formato retangular mais avantajado.

Como o campo de visão da tela secundária é mais limitado, a sua experiência de uso não é equivalente a de um computador com dois monitores. Apesar disso, ela pode ser útil para comparar informações, acessar menus adicionais de editores de imagens ou dar acesso a recursos de jogos, por exemplo.

Relembrando, o protótipo é um notebook gamer. Não por acaso, o Honeycomb Glacier exibido pela Intel na Computex possui processador Core i9 com TDP de 45 W (provavelmente, é um Core i9-9980H de nona geração) e GPU Nvidia GeForce GTX 1070.

Repare ainda que a tela secundária toma o espaço que é habitualmente usado para posicionar o touchpad. A solução adotada aqui foi a de colocar esse componente à direita do teclado.

Outro detalhe interessante: o laptop foi equipado com uma câmera de rastreamento ocular da Tobii. Com essa tecnologia, o usuário pode mudar automaticamente de tela para acessar determinados recursos, basta olhar para ela.

Embora tenha aparência de produto bem-acabado, o Intel Honeycomb Glacier é um apenas um conceito e, portanto, tem chances praticamente nulas de chegar ao mercado.

De todo modo, a ideia pode servir de inspiração para outras empresas e, assim, fazer o ZenBook Duo e o ZenBook Pro Duo terem concorrentes.

Com informações: The Verge, CNET, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcelo Soares
Onegai teacher
Keaton
( ͡° ͜ʖ ͡°)
nice guy
No video do The Verge eles informam que esse protótipo foi construído com peças já existentes, essa tela secundária foi adaptada de acessório automotivo. É só uma prova de conceito que se vier pro mercado não vem pelas mãos da Intel.https://www.youtube.com/wat...
tuneman
Nem nos piores pesadelos.
Franco Luiz
A ideia é legal mas essa borda gigante entre as telas prejudicou legal
LekyChan
Desenhos japoneses fazendo escola, este é de 2002 https://uploads.disquscdn.c...
Trovalds
Estragou por jogar o trackpad pra lateral do teclado. Acaba com a ergonomia. Pra tela auxiliar até vejo alguma utilidade como jogar um preview de renderização ou algo do tipo.
Cazalbé
Mas que marmota!
Buldego
Que doido.