Início » Brasil » Gol começa a usar reconhecimento facial no embarque de passageiros

Gol começa a usar reconhecimento facial no embarque de passageiros

Sistema de reconhecimento facial da Gol está em teste no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro

Emerson Alecrim Por
27 semanas atrás

A Gol Linhas Aéreas colocou em operação um serviço de embarque de passageiros que funciona com reconhecimento facial. Por ora, o novo sistema está disponível apenas no portão B 34 do setor de voos domésticos do Aeroporto do Galeão (RIOgaleão), no Rio de Janeiro.

Executivos da Gol na apresentação do embarque biométrico

O sistema foi desenvolvido pela Gollabs — laboratório de inovação da Gol — com base em uma tecnologia da FullFace Biometric Solutions. Com ele, o passageiro não precisa se apresentar no portão de embarque com o cartão de embarque impresso ou na tela do celular.

É necessário apenas se posicionar em frente ao totem de reconhecimento facial. O sistema comparará a imagem capturada com a foto existente no cadastro do usuário.

Como o sistema começou a ser testado agora, um funcionário fica responsável por capturar a foto de cada passageiro na área de embarque usando um tablet e a inserir no cadastro. Esse processo precisa ser feito apenas uma vez.

O objetivo é otimizar o procedimento de embarque. A Gol afirma que o sistema faz o reconhecimento facial com base em 1024 pontos da face e, de modo geral, leva menos de um segundo para concluir a tarefa. A precisão chega a 98%, complementa a empresa.

Se a Gol obtiver os resultados esperados — a previsão é a de que os testes durem 15 dias —, o sistema deverá ser disponibilizado gradativamente em outros aeroportos atendidos pela companhia.

Boeing 737 Max 8 da Gol em evento de apresentação

Note que o sistema dispensa o passageiro de apresentar o cartão de embarque apenas no procedimento para ingressar no avião. O cartão é exigido para acesso à área de embarque. Além disso, um documento de identificação (como RG ou passaporte) continua sendo necessário para a entrada na aeronave.

Ainda de acordo com a Gol, os dados capturados são criptografados e usados unicamente para o procedimento de embarque. A empresa lembra ainda que esse não é o seu primeiro sistema de reconhecimento facial: uma tecnologia do tipo existe há algum tempo na função Selfie Check-in nos aplicativos da Gol.

Com informações: O Globo, Folha de S.Paulo.

Mais sobre: ,