Já pensou em ter um smartphone com GPU Radeon? Essa ideia não está longe da realidade: nesta segunda-feira (3), a Samsung anunciou um acordo de licenciamento com a AMD para levar a tecnologia gráfica da linha Radeon ao seus celulares.

De longo prazo, a parceria girará em torno da RDNA (Radeon DNA), arquitetura de núcleo que será a base das placas de vídeo da família Radeon Navi. Uma delas foi anunciada na semana passada, durante a Computex 2019: a AMD Radeon RX 5700.

Os detalhes sobre essa nova arquitetura ainda não foram liberados, mas sabe-se que ela permitirá que a GPU tenha até 25% desempenho gráfico “clock a clock” na comparação com as atuais placas de vídeo Vega.

Samsung Galaxy S10+

Samsung Galaxy S10+

Em nota, a Samsung declarou apenas que a parceria com a AMD permitirá o lançamento de produtos gráficos e soluções inovadoras para o segmento móvel. É de se presumir, no entanto, que a arquitetura RDNA será integrada aos chips mais avançados da família Exynos.

Não está claro quando os primeiros chips da Samsung com gráficos Radeon serão lançados. Por ora, as duas empresas revelaram apenas as principais condições do acordo.

Uma delas confirma que a AMD licenciará à Samsung o desenvolvimento de unidades gráficas baseadas na arquitetura RDNA para implementação em smartphones, tablets e, eventualmente, outros dispositivos.

Por sua vez, a Samsung se compromete a pagar royalties e taxas de licenciamento à AMD, como não poderia deixar de ser.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

AndPeroty

Note 7 a lenda esta de volta!

Mickão

Isso quer dizer que no futuro a Samsung pode finalmente deixar de lado aquela zica de Mali pra ter GPU da AMD? Se for, acho bacana demais e tomara que dê certo.

José Vieira

A tecnologia já existia antes da AMD adquirir a ATI, (desde 2002, a AMD comprou a ATI em 2009), inclusive a QUALCOMM já fazia uso deste SOC desde 2006...

uB.

Por isto falei num cenário otimista. :)

Pq é óbvio q a Intel n vai ficar parada assistindo sua derrota, né?

Comentário Mil Grau℗

Vai demorar horrores pra AMD tentar encostar na Intel, o valor de mercado da azul é estratosférico e ela ainda mantém uma hegemonia em servidores que não sejam daqueles mto tops onde só a Via ou a IBM mandam.

A Intel pode estar que nem uma barata tonta em desktops, mas ela está investindo em outros setores justamente pra não ser dependente desse setor e faz certo.

Comentário Mil Grau℗

Sim, eu sei dessa história, ela vendeu pra Qualcomm.

comi seu cu

Cada dia mais perto do filme *Jogador 1*

Vitor Hugo

Nunca foram. Foram da ATI, mas isso ainda antes da AMD comprá-la.

José Vieira

Pior é se aparecer #atifans kkkkkkkkkkkkkkk

José Vieira

Tu tá perto dos 40, tenho certeza... kkkkkkkkkk... Só os micreiros velhos lembram da nada saudosa ATI IMAGEON, rs...

José Vieira

Na verdade, não foi bem a AMD que investiu no mobile, quem fez isso foi a Qualcomm quando licenciou a tecnologia desenvolvida pela ATI, ainda em 2006, antes mesmo da AMD comprar a ATI em 2009.

José Vieira

Eita, enfim os gráficos dos Exynos vão parar de apanhar da velha ATI?

EXPLICO:

--> Senta que lá vem história:

Em 2009, a AMD adquiriu a Imageon ATI (alguém lembra a maravilha que era? #sqn - principalmente para quem trabalhava com linux), que em 2006 havia licenciado a sua tecnologia system-on-a-chip (SoC) para QUALCOMM. Essa linha de processadores Imageon ATI (a avó das modernas AGPUs) foi introduzida em 2002 para trazer gráficos integrados para dispositivos portáteis, celulares e PCs tablet, na época se a ATI não estivesse tão ruim das pernas não teria vendido.

Quando a AMD comprou a ATI, a QUALCOMM por motivos comerciais (a ATI não tinha uma reputação muito boa no varejo, rs...) e legais (com uma nova dona os rumos dos projetos da QUALCOMM poderiam sofrer atrasos ou impedimentos), renomeou a Tecnologia para ADRENO, que nada mais é que um anagrama para RADEON.

O resto todo mundo com até 15 anos já sabe, rs... A velha ATI criou as bases para o nascimento dos monstrinhos que equipam os processadores snapdragon, que só são superados, em termos, pelas POWER VR da Apple. Sabe o que pior para a ATI: vendeu barato.

E quem diria, cansada de apanhar, a Samsung resolveu copiar; só que dessa vez... PAGANDO,

uB.

Hahaha! É capaz q tem gente dizendo isso mesmo.

Num cenário otimista pra AMD, o máximo q vai acontecer é no médio prazo encostar na Intel se a Intel n reagir nos próximos anos. Já que a Intel tá totalmente perdida no mobile e esta é uma área que só tá crescendo.

No longo prazo pode ser que a AMD ultrapasse a Intel, mas temos muitas variáveis pra isto ocorrer.

De qualquer forma, n creio que a Intel irá falir assim de repente, falta muito pra isso acontecer.

Saotome Ranma

Intel: Vamos lançar GPUs desktop ano que vem...

AMD: Perai, deixa eu ver um negocio ali com a Samsung...

disqus_nhv9pIWJvO

Essa GPU já existiu pelas mãos da AMD, e hoje se chama Adreno, utilizada nos SOCs Snapdragons

Exibir mais comentários