Início » Aplicativos e Software » iOS 13 traz modo escuro, desempenho e privacidade para iPhone

iOS 13 traz modo escuro, desempenho e privacidade para iPhone

Apple anuncia iOS 13 com novidades para a Câmera, Fotos, Lembretes, Siri Mapas e Mensagens no iPhone

Por
03/06/2019 às 16h34

A Apple anunciou oficialmente nesta segunda-feira (3) o iOS 13, sistema operacional voltado para iPhones, com diversas novidades: ele finalmente oferece um modo escuro, promete maior desempenho para abrir apps e desbloquear via Face ID, e traz novidades para a Câmera, Fotos, Lembretes, Mapas, Mensagens e outros. A Siri ganhou uma voz mais natural, e o Sign in with Apple permite se cadastrar sem usar sua conta do Google ou Facebook. Confira abaixo as principais mudanças.

Vale notar que estas mudanças valem especialmente para o iPhone. O iPad está recebendo uma nova variante do sistema chamada iPadOS com outras novidades exclusivas para tablets.

Modo escuro (dark mode)

Sim, ele chegou: o modo escuro está presente no iOS 13 e em seus apps pré-instalados como Calendário, Música, Mensagens, Lembretes, entre outros. As notificações ganham um fundo levemente escuro, assim como o menu multitarefa e os quatro apps na parte inferior da tela inicial.

iOS 13 modo escuro

Maior desempenho

A Apple promete que o desbloqueio via Face ID será 30% mais rápido no iOS 13 que na versão anterior. Ele deve abrir apps até duas vezes mais rápido.

Além disso, as atualizações vão consumir menos largura de banda: elas serão até 50% menores no caso do iOS em si, e até 60% mais compactas no caso de aplicativos.

Câmera

A câmera do iOS 13 traz um novo modo de iluminação de retrato chamado High-Key Mono para fotos preto-e-branco. Também é possível aumentar o brilho do rosto, como se você estivesse aproximando a luz da pessoa em um estúdio fotográfico.

Fotos

O app Fotos ajuda a organizar a bagunça dos seus arquivos. Há três novas visualizações nas abas Dias, Meses e Anos que escondem imagens duplicadas, prints e fotos de recibos para mostrar o que importa.

Além disso, o Fotos traz uma experiência diferente para editar imagens, com controles rápidos para saturação, brilho, contraste e temperatura.

E finalmente é possível editar vídeos: você pode girá-los, aplicar filtros e inserir efeitos.

Aplicativos (Lembretes, Teclado, Mail, Safari)

Reunimos a seguir as principais novidades em apps nativos:

  • o Lembretes ganhou uma nova interface e ficou mais poderoso: por exemplo, você pode marcar uma pessoa em um lembrete, e surgirá um aviso quando você conversar com ela através do Mensagens;

  • o Apple Music agora mostra a letra de música sincronizada com a música;
  • o Telefone permite mandar chamadas de números desconhecidos direto para o correio de voz;
  • o Mail permite formatar e-mails com diversas opções, semelhante à experiência de desktop, e traz suporte a diferentes fontes;
  • o Notas ganhou suporte a pastas compartilhadas com seus contatos;
  • o Safari traz uma opção para mudar o tamanho da fonte em sites;
  • o Saúde permite acompanhar o ciclo menstrual.

Privacidade

A Apple continua usando a privacidade como diferencial em relação ao Android e aos serviços do Google. Por isso, o iOS 13 traz a opção “permitir só uma vez” para informar sua localização a um app: se ele quiser acesso de novo, terá que pedir mais uma vez. O iOS 13 também avisa sobre rastreamento em segundo plano, incluindo Wi-Fi e Bluetooth.

E há uma nova forma de fazer login chamada Sign in with Apple, que promete mais privacidade que o login do Google ou Facebook. O aplicativo recebe uma quantidade menor de dados sobre você, e o usuário escolhe até mesmo se vai compartilhar o endereço de e-mail real ou um endereço descartável criado pela Apple.

O HomeKit Secure Video promete mais privacidade para câmeras de segurança: a análise das imagens é feita localmente, em um iPhone ou iPad, e só as informações são enviadas para a nuvem — não o vídeo em si.

Teremos também roteadores HomeKit que prometem maior segurança para a rede doméstica: mesmo que um dispositivo seja hackeado, o invasor não conseguirá acessar dados dos outros gadgets conectados. Linksys e Eero lançarão modelos compatíveis.

Siri

A assistente Siri ganhou uma voz mais natural totalmente gerada por software graças à inteligência artificial (Neural TTS); a melhora na cadência da fala é notável em frases longas.

Ela recebeu outras novidades em diferentes dispositivos. No iPhone e iPad, o Atalhos da Siri será um app padrão no iOS 13, e vai sugerir sequências de ações que você pode criar com base em sua rotina.

Nos fones de ouvido AirPods, ela anuncia mensagens recebidas através dos aplicativos para iPhone (desenvolvedores poderão implementar isso através do SiriKit).

O alto-falante HomePod consegue distinguir entre diferentes vozes para informar você sobre suas mensagens, não de outra pessoa na sua casa. A Siri terá acesso a 100 mil estações de rádio ao vivo.

Apple Maps

O aplicativo de mapas que você talvez não use está ficando melhor. A Apple navegou por 6 milhões de km via carro e avião para melhorar o mapeamento e obter detalhes finos de edifícios, ruas e estradas. Os mapas dos EUA serão atualizados até o final de 2019; isso será feito para “países selecionados” em 2020.

A interface principal do Mapas agora traz Favoritos: você pode tocar em um destino para receber imediatamente as instruções de navegação. Dá também para criar uma lista de favoritos com lugares a visitar.

Há ainda o Look Around, basicamente o Google Street View da Apple: você pode ver imagens em 360 graus de alguns lugares e ruas direto do celular. Há algo diferente aqui: você consegue navegar de forma fluida entre um ponto e outro, como se estivesse dirigindo um carro.

Mensagens

O app Mensagens agora permite criar um perfil com seus dados básicos, que será compartilhado quando você enviar uma mensagem. É possível usar um Memoji como foto de perfil.

O Memoji oferece mais opções de personalização no cabelo e nos dentes, além de maquiagem (batom, sombra) e acessórios (piercings, brincos). Dá até para criar um avatar com AirPods nos ouvidos!

Há ainda os Memoji stickers, adesivos com base em um Memoji que podem ser utilizados em qualquer dispositivo com processador A9 ou mais recente, mesmo que não tenham Face ID.

CarPlay

O CarPlay está ganhando uma interface reprojetada com mais informações na tela inicial, incluindo o mapa, controles de música e atalhos para apps. Além disso, a Siri aparece por cima da interface sem perturbá-la e transmite comandos para apps de terceiros como Pandora e Waze.

O que mais?

Você pode deslizar para digitar no teclado do iOS 13 graças ao QuickPath, assim como já é possível no Gboard e SwiftKey. Há um modo Low Data Mode para consumir menos dados da sua franquia.

Será possível emparelhar o mesmo iPhone (ou iPad) com dois pares diferentes de AirPods para ver um vídeo junto com outra pessoa. E no HomePod, será possível usar o Handoff: você aproxima o iPhone e o alto-falante começa a tocar a música ou podcast que estava em seu celular, ou vice-versa.

Quando o iOS 13 será lançado, e para quais iPhones?

O iPad chega em versão beta para desenvolvedores nesta segunda-feira (3). O beta público será aberto para os usuários em algum momento de junho. A versão final deve ser lançada em setembro com os novos iPhones.

Estes são os iPhones (e iPod Touch) compatíveis com iOS 13:

  • iPhone XS
  • iPhone XS Max
  • iPhone XR
  • iPhone X
  • iPhone 8
  • iPhone 8 Plus
  • iPhone 7
  • iPhone 7 Plus
  • iPhone 6s
  • iPhone 6s Plus
  • iPhone SE
  • iPod touch (7ª geração)

O iPhone 6, iPhone 6 Plus e iPhone 5s permanecerão no iOS 12, assim como o iPod Touch de 6ª geração.

E o iPad?

O iPad agora tem um sistema chamado iPadOS com recursos exclusivos para tablets, como teclado redimensionável, nova tela inicial e gestos para recortar e colar. Saiba mais detalhes aqui.

Mais sobre: , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.