Início » Aplicativos e Software » Uber testa integração com o Eats em seu aplicativo principal

Uber testa integração com o Eats em seu aplicativo principal

O aplicativo de transporte individual passou a exibir um atalho para atrair mais usuários para o Uber Eats

Por
05/06/2019 às 11h29

A Uber quer estimular os usuários que realizam viagens com seus carros a fazerem mais pedidos no Uber Eats. Para isso, está testando em seu aplicativo principal um botão que oferece uma espécie de integração com o serviço de entregas.

Uber testa integração com o Eats em seu aplicativo principal

Exibido no canto superior direito da tela, o botão direciona os usuários a uma versão web com todos os recursos do Eats. Assim, é possível fazer um pedido sem, necessariamente, instalar outro aplicativo.

De acordo com o TechCrunch, o atalho passou a ser testado em abril. Ele já está sendo exibido para os usuários de iOS, nas cidades em que o aplicativo não destaca seus serviços de bicicletas e patinetes, e para alguns usuários de Android.

O objetivo da Uber é oferecer uma alternativa mais simples para introduzir passageiros ao seu serviço de entregas. O Eats continuará como um app independente, mas apresentará mais promoções no serviço principal para atrair usuários.

“Estamos muito, muito cedo nos estágios de explorar as muitas, muitas maneiras em que o nosso negócio de viagens pode ajudar a construir nosso negócio Eats e vice-versa”, afirmou o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, durante conferência com acionistas em maio.

Ele destacou a importância do Uber Rewards para a companhia alcançar esse objetivo. O programa de fidelidade transforma o valor gasto pelos usuários dois serviços em pontos, que podem levar a vantagens como cancelamento grátis e preço protegido em alguns trajetos.

“O que estamos procurando fazer é aumentar significativamente o percentual de consumidores de plataformas ativos mensalmente que usam os dois produtos e quando vemos clientes usando mais de um produto, o engajamento deles com a plataforma mais do que dobra”, afirmou o executivo.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.