Início » Aplicativos e Software » Google libera Android Q Beta 4 focado em apps e seus desenvolvedores

Google libera Android Q Beta 4 focado em apps e seus desenvolvedores

Android Q Beta 4 traz gestos de navegação, modo escuro e melhorias de privacidade; Google lançará versão final no 3º trimestre

Felipe Ventura Por

O Android Q Beta 4 está disponível para desenvolvedores: é a oportunidade de adaptar os apps para as novidades do sistema, incluindo gestos de navegação, modo escuro e melhorias de privacidade. É possível instalá-lo em celulares Pixel e em dispositivos participando do programa beta; a versão final será lançada pelo Google no terceiro trimestre.

Android Q tem novos gestos que podem conflitar com apps

Existem algumas mudanças importantes no Android Q que conflitam com a interface de alguns apps. Por exemplo, há um novo gesto para voltar à tela anterior: basta deslizar a partir da borda esquerda ou direita.

No entanto, alguns apps usam esse gesto para abrir menus laterais, ou para remover itens de uma lista — é o caso do Gmail. Isso também pode ser um problema para apps que usam carrossel, ou até mesmo a barra vermelha que permite avançar em um vídeo no YouTube.

O que fazer? Neste caso, o desenvolvedor precisará indicar ao Android Q em quais regiões o gesto de voltar precisa ser desativado por conflitar com o app. Se isso não for feito, o gesto de voltar sempre terá prioridade, causando um comportamento inesperado.

A área vermelha indica onde o gesto nas bordas irá ativar a função Voltar do Android Q.

Há também um novo gesto para voltar à tela inicial, deslizando a barra inferior para cima — tal como no iPhone X. Você alterna entre apps deslizando essa barra para a esquerda ou direita. Não é possível desativar isso; ou seja, o aplicativo não pode ter gestos internos nessa mesma área da tela.

Android Q restringe acesso a arquivos e à localização

O Android Q traz alguns avanços em privacidade. Por exemplo, você poderá permitir que um app acesse sua localização apenas quando estiver em uso, em vez de "sempre" ou "nunca". Os apps precisarão se adaptar a isso.

Outra mudança está no Armazenamento com Escopo (Scoped Storage). Os aplicativos não terão mais permissão para verem todos os seus arquivos: eles poderão salvar itens em um espaço reservado, e precisarão pedir separadamente ao usuário para ver as fotos, vídeos e downloads.

Além disso, o Android Q está ganhando suporte nativo a reconhecimento facial 3D com uma API chamada BiometricPrompt, que deverá ser usada por padrão mesmo se o dispositivo tiver leitor de digitais. O Q Beta 4 traz as versões finais das APIs para desenvolvedores, além do SDK oficial.

Android Q recomenda ações nas notificações

O Google também recomenda adotar alguns dos recursos do Android Q: "experimente dar suporte ao tema escuro, às respostas e ações sugeridas nas notificações, aos atalhos de compartilhamento e aos painéis de configurações".

As notificações podem sugerir ações: por exemplo, se você recebe uma mensagem com um endereço, o sistema pode exibir um botão para abri-lo no Google Maps. Os atalhos fazem a interface de compartilhamento abrir mais rápido. E os painéis de configurações são uma forma rápida de fazer ajustes dentro de apps.

O Android Q Beta 4 está disponível no Pixel, Pixel XL, Pixel 2, Pixel 2 XL, Pixel 3 e Pixel 3 XL. O Pixel 3a e 3a XL devem ser incluídos em breve. Há também os parceiros do programa Beta, como Asus, LG, Nokia, OnePlus, Xiaomi e Huawei; eles "atualizarão seus dispositivos para o Beta 4 nas próximas semanas".

Em julho, deve ser lançado o primeiro Release Candidate do Android Q, para chegar à versão final em algum momento do terceiro trimestre.

Com informações: Google.

Mais sobre: , ,